Calendário

maio 2019
D S T Q Q S S
« abr    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

Dito & Feito – O recuo do ministro da Educação

Foi um tiro pela culatra a ideia infeliz do ministro da Educação, que mandou na segunda-feira, 25,  a todas as escolas do país e-mail pedindo que as crianças sejam perfiladas para cantar o hino nacional e que o momento seja gravado em vídeo e enviado ao governo, registra o Estadão. O e-mail pede ainda que seja lida para as crianças uma carta do ministro Ricardo Vélez Rodríguez, que termina com o slogan do governo “Brasil acima de tudo. Deus acima de todos”. O curioso é que, nas redes sociais, a maioria dos ‘bolsonaristas’ não admite que a recomendação do ministro foi um erro e continuam achando normal pedir para crianças gritarem o slogan do presidente, em desrespeito à Constituição e à Lei Eleitoral, e ainda serem filmadas, contrariando o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Se até o ministro admite, por que os fãs não conseguem reconhecer?

Arthur reage

A reação contra a “ ordem do dia” do ministro foi imediata. O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Filho (PSDB) condenou a ideia, e lembrou que o problema não é o  hino. “O Ministro da Educação recuou, reconheceu que errou e retirou o pedido de que crianças fossem filmadas perfiladas nas escolas de todo o Brasil, sem autorização dos pais”, disse Arthur.

Hino não é problema

O prefeito lembrou ainda que, pela mensagem o ministro, durante execução do hino nacional as crianças ouviam uma mensagem com um slogan de campanha eleitoral. “O hino nunca foi o problema. Problema é o que queriam fazer desse momento nas escolas. E isso Manaus não faria!”, visou o tucano.

Manaus não retrocederá

Virgílio deixou claro que Manaus jamais voltaria atrás, nem retrocederia na política educacional que dá resultados efetivos. “Respeitamos as crianças, as leis e seguimos focados na superação de metas na Educação municipal de nossa cidade.”

Salto de qualidade

Em seis anos, Manaus saltou na qualidade do ensino, de acordo com o prefeito. “Nossos alunos ganharam um sem-número de premiações pelos seus bons desempenhos no aprendizado. Temos exemplos e resultados para compartilhar.”

Te explica, BC!

Durante sabatina do indicado a presidente do Banco Central, Roberto Oliveira Campos Neto, na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), o  líder do MDB no Senado, Eduardo Braga (AM) disse que o  Banco Central precisa explicar ao povo brasileiro. “E dizer como baixar os juros e aumentar o crédito, para destravar a economia e o país voltar a crescer.”

Juros inaceitáveis

Braga, que é relator da indicação de Campos Neto, argumentou ser inaceitável que a taxa média de juros ao consumidor seja entre cinco e 50 vezes mais alta que a taxa básica de juros, a Selic, hoje em 6,5% ao ano.

Custos

O senador do Amazonas  questionou por que os grandes bancos não conseguem reduzir seus custos administrativos.

Bob Field

Ele também afirmou que o povo do Amazonas será eternamente grato ao ex-ministro do Planejamento Roberto Campos, que assinou o decreto de criação da Zona Franca de Manaus.

Redução de salários

Os governadores vão enfrentar dificuldades em obter aval do Supremo Tribunal Federal (STF) para reduzir salários e jornada de trabalho de servidores. A avaliação é da equipe do governo federal que acompanha a situação de calamidade financeira nos Estados.  

Hoje no STF

A medida começa a ser debatida nesta quarta-feira, 27, quando o Supremo discutirá ações que contestam dispositivos da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

Corda no pescoço

O julgamento é considerado uma das principais apostas para Estados darem fôlego às contas públicas neste momento em que sete deles já decretaram calamidade financeira por não conseguirem pagar funcionários e fornecedores.

Previdência na Aleam

O deputado Serafim Corrêa (PSB) pediu que a Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE-AM), seja protagonista da discussão da reforma da Previdência Social, que vai impactar diretamente a vida de milhares de brasileiros. “Faço um apelo à Mesa para que liberem o processo de discussão da Reforma da Previdência. Isso é algo que interessa a todos nós, mas principalmente às gerações futuras.”

Sarafa coerente!

Sobre a reforma, Sarafa disse que concorda de alguns pontos, mas discorda de outros. “É inevitável que a idade mínima para se aposentar aumente, porque a vida média do brasileiro aumentou de 50 para 75 anos.” 

EM ALTA

A astrofísica capixaba Marcelle Soares-Santos acaba de ser reconhecida pela Fundação Alfred P. Sloan, que desde 1955 escolhe os mais talentosos jovens cientistas para receber a premiação. A bolsa é de US$ 70 mil – quase R$ 300 mil – para gastar de qualquer maneira que o bolsista julgar melhor em seu trabalho.

EM BAIXA

Dois caminhões de ajuda humanitária foram hoje incendiados numa ponte na fronteira entre a Colômbia e a Venezuela, quando os militares venezuelanos bloquearam a passagem de uma caravana de quatro veículos e lançaram bombas de gás lacrimogêneo contra os manifestantes.  A Migração da Colômbia confirmou a queima dos dois caminhões.  Imagens de vídeo que circulam nas redes sociais e nos canais da internet mostram dezenas de pessoas pegando sacolas e caixas de remédios dos caminhões, no meio de uma grande nuvem de fumaça.

Deixe uma resposta