Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

“Um momento da minha carreira no Judiciário que muito me emociona”


A desembargadora Graça Figueiredo, ex-presidente do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), foi agraciada com a Ordem do Mérito Naval no Grau Comendador, na sexta-feira, 9.

A cerimônia de entrega da condecoração foi realizada na manhã, na sede do Comando do 9º Distrito Naval, como parte da cerimônia de comemoração do Dia do Marinheiro.

— Este é um momento da minha carreira no Judiciário que muito me emociona, pois sei do papel histórico que a Marinha do Brasil desempenha na Amazônia e, principalmente, no meu estado, dando assistência aos ribeirinhos e aos povos da floresta – disse a desembargadora após receber a comenda.

Criada em 1934, a Ordem do Mérito Naval destina-se a premiar os militares da Marinha que se distinguiram no exercício da profissão e personalidades civis e militares que prestaram serviços relevantes à Marinha do Brasil.

Além da medalha da Ordem do Mérito Naval, Graça Figueiredo também recebeu o diploma  onde o Comandante da Marinha do Brasil,  Almirante de Esquadra Eduardo Bacelar Leal Ferreira – que também é o Chanceler da Ordem do Mérito Naval –,  explica que a honraria foi concedida à ex-presidente do TJAM “em reconhecimento aos assinalados serviços prestados à Marinha do Brasil”.

O diploma registra ainda que, para  constar, o Almirante Bacellar   mandou  expedir o presente diploma “que vai por mim assinado e chancelado com o selo da Ordem”, assinala o documento.

Mário Adolfo Filho

Mário Adolfo Filho

Jornalista, formado pela Universidade Federal do Amazonas. Com passagem por grandes jornais de Manaus, Prefeitura de Manaus, Câmara Municipal de Manaus e Câmara dos Deputados.