Calendário

novembro 2019
D S T Q Q S S
« out    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Rebecca quer governo, mas mantém calma sobre ‘frente de esquerda’

Depois de surpreender nas eleições para o mandato tampão ao governo do Amazonas, em 6 de agosto  de 2017, quando obteve 18,7% dos votos, a ex-deputada federal Rebecca Garcia (PP) disse que pretende, sim, concorrer ao governo do Estado em 2018, mas considera muito prematuro citar que vai encabeçar uma frente formada por partidos de esquerda.

— Tenho conversado com muitas lideranças, mas não sei se seria correto citar os partidos. Não foi nada oficial –, esclareceu Rebecca, descartando que sera a candidate de um “blocão de esquerda”, como já foi publicado.

Em entrevista exclusiva ao Blog do Mário Adolfoa presidente do PP confirma que será candidata e decidiu isso já no final da eleição de agosto, quando ficou em 3º lugar. “O cenário é de mudança, O eleitor demonstrou isso com a enxurrada de votos brancos e nulos. Eu já sai do processo eleitoral de olho em 2018”, disse.

Confira a entrevista:

BMA – A senhora confirma  sua candidatura por uma frente de esquerda?

Rebecca Garcia – Caso se confirme minha candidatura, ela será por uma frente que tenha coerência na representatividade do nosso Estado.

BMA – Quais os partidos que procuraram a senhora, para tornar viável a proposta de colocar uma frente de esquerda no páreo da corrida eleitoral em 2018 ?

Rebecca – Estamos em um ano pré-eleitoral quando se iniciam conversas para possíveis entendimentos com vistas às eleições. Mas não necessariamente alianças. Não seria correto e muito menos ético confirmar isso agora.  Tenho conversado com muitas pessoas filiadas à partidos, contudo, não sei se seria correto citar algumas dessas siglas. Não foi nada oficial, apenas conversa. E mesmo assim essas pessoas não podem falar por seus partidos.

BMA – A senhora Admite que possa haver um entendimento para uma possível chapa com o ex-governador em exercício, David Almeida, que apoiou sua candidatura ao governo e esteve ao seu lado até o fim da eleição? 

 Rebecca –  Agora é hora de ouvirmos todas as propostas e ideias para lá na frente, de acordo com o desejo da população do nosso Estado, que será traduzido por meio de pesquisas, tomarmos a melhor decisão no sentido de sempre mantermos a coerência.

BMA – Como deputada a senhora sempre esteve no bloco do Centrão. E hoje,  como se define em relação ao Governo Temer, que tem a maior rejeição da historia política do país?  

Rebecca – Da mesma forma como sempre agi. Quando as decisões do Governo Federal forem corretas, legais e de acordo com interesse do Amazonas, estarei defendendo o governo. Mas,  quando caminhar em outra direção, serei crítica e cobrarei ações necessária para construir caminhos e soluções com vistas ao desenvolvimento do país e o Amazonas. Nunca fiz críticas sem apresentar propostas.

BMA – O seu perfil político se adapta ao pensamento de esquerda?

Rebecca – O meu pensamento se adapta ao que for coerente para o desenvolvimento do Amazonas.

Deixe uma resposta