BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Manaus já vacinou aproximadamente 900 idosos de 60 a 69 anos na zona rural


A Prefeitura de Manaus deve concluir até a próxima sexta-feira, 19/3, a vacinação de idosos de 60 a 69 anos residentes nas comunidades terrestres e ribeirinhas da cidade, da área de abrangência do Distrito de Saúde (Disa) Rural, da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa). Até a última segunda-feira, 15, as equipes já haviam aplicado a primeira dose da vacina em 868 moradores dessas localidades.

Ainda faltam ser vacinados os idosos dessa faixa etária das comunidades Costa do Arara, Baixote, Tupé, Itapolândia e Santa Maria.

“A vacinação desse público-alvo, pessoas de 60 a 69 anos que vivem nas áreas mais distantes de Manaus, que são as comunidades existentes nas calhas dos rios Negro e Amazonas e nas rodovias BR-174 e AM-010, requer uma logística diferenciada e a orientação do prefeito David Almeida é para que não deixemos ninguém sem o imunizante. Para vaciná-los, os profissionais da Semsa precisam ir até onde eles moram, muitas vezes em locais de difícil acesso. É um trabalho que exige esforço e dedicação dos vacinadores e agentes comunitários de saúde que, mais uma vez, têm sido incansáveis nessa missão”, destacou a secretária interina da Semsa, Aline Rosa Martins.

Percurso

Na manhã desta terça-feira, 16, cinco equipes de vacinadores saíram do Complexo Oeste de Saúde, localizado na avenida Comandante Paulo Lasmar, no conjunto Santos Dumont, no bairro da Paz, sendo três delas para as comunidades das áreas de abrangência das Unidades Básicas de Saúde Rural (UBSR) Pau-Rosa, base de apoio da UBSR Pau-Rosa e Conselheira Ada Viana, na BR-174 (Manaus – Boa Vista); e duas para os ramais Água Branca 2 (UBSR São Pedro) e Nova Jerusalém (UBSR Ephigênio Salles), na rodovia AM-010 (Manaus – Itacoatiara).

Uma das equipes de vacinadores da Semsa percorreu mais de cinco ramais da área de abrangência da UBSR São Pedro, que fica no quilômetro 35, da rodovia AM-010.

O agricultor Sebastião Rocha da Cunha, 61 anos, mora em um sítio no ramal do Breu, cujo acesso só é possível pelo ramal da Água Branca 2. Ele disse ter ficado aliviado por ter tomado a primeira dose da vacina. “Já vou ficar esperando que chegue logo o dia de tomar a segunda dose da vacina, para ficar protegido”, destacou.

No ramal do Areal, a 16 quilômetros da rodovia AM-010, a equipe imunizou a dona de casa Maria Zuila Caetano da Silva, a única do imóvel em idade de receber a vacina. “Eu tinha certeza que a agente de saúde viria aqui trazer a boa notícia da vacina. Estou muito feliz e espero que cada um de nós tenha esse merecimento. Agradeço por poder contar com a atenção do pessoal da prefeitura”, disse a comunitária.

Trabalhando há 10 anos como Agente Comunitária de Saúde (ACS), Maria de Siqueira Rodrigues conhece os moradores e sabe onde estão localizadas as casas deles. Além de registrar cada vacina, a ACS é uma espécie de guia no labirinto que são os ramais e vicinais. “São lugares que só mesmo os conhecendo é possível chegar. São quilômetros e quilômetros que percorremos para encontrar um comunitário. Isso é muito importante para mim. É o meu trabalho, que faço com muito amor”, afirmou a agente.

Redação BMA

Redação BMA

As principais notícias do Amazonas, do Brasil e do mundo. Mais de 40 anos de jornalismo com credibilidade.