BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

David anuncia avanço da saúde com Manaus em 1º lugar no ‘Previne Brasil’


O prefeito de Manaus, David Almeida, anunciou, na quarta-feira, 2/2, que a capital amazonense está em primeiro lugar entre as capitais, no ranking nacional do Índice Sintético Final (ISF) do programa “Previne Brasil”, do Ministério da Saúde, com 81% de pontuação. O índice mede a qualidade dos serviços oferecidos aos usuários pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), colocando Manaus à frente de cidades como Palmas (TO), Curitiba (PR), Maceió (AL) e Rio de Janeiro (RJ).

"Hoje Manaus é a cidade que tem os melhores índices, nós conseguimos aumentá-los e isso é motivo de comemoração, porque quando iniciamos a gestão estávamos com 44% e hoje estamos com mais de 100%, de melhorias nos atendimentos da nossa saúde básica. Agora nós vamos acessar esses recursos, investir em melhores condições de trabalho para os servidores e a população será beneficiada com esse trabalho", destacou o chefe do Executivo municipal, durante coletiva realizada na sede da Semsa, na zona Centro-Sul.

O ISF é a média dos percentuais individuais de cada um dos sete indicadores do programa Previne Brasil e serve de base para a avaliação, pelo Ministério da Saúde, do desempenho e da qualidade dos serviços oferecidos aos usuários, para fins de financiamento das ações de saúde.

Para efeito de comparação, a segunda capital a aparecer no ranking é Palmas, com 68,9%; depois Curitiba, com 68,5%; Maceió, 68,2%; e Rio de Janeiro, que obteve 67,7% na classificação.

Para a secretária municipal de Saúde, Shádia Fraxe, a conquista marca um avanço na saúde do município. “Esse percentual é resultado de todo um trabalho desenvolvido pelas equipes de Saúde da Família e equipes da Atenção Primária, a partir das orientações do prefeito David Almeida para a melhoria dos serviços da prefeitura também na saúde. É o que cada equipe faz, a partir de sua organização e atendimentos, que entra na composição desse resultado para o município”, observou.

De acordo com os registros do Departamento de Informação, Controle, Avaliação e Regulação (Dicar), da Semsa, Manaus alcançou no primeiro quadrimestre de 2021 o índice de 54%, subindo para 64% no segundo, encerrando o exercício com 81%.

Avanço da saúde municipal é perceptível

Indicadores

O Previne Brasil avalia indicadores referentes a ações estratégicas de pré-natal, Saúde da Mulher, Saúde da Criança e doenças crônicas. Manaus teve desempenho positivo especialmente nos indicadores que monitoram a proporção de gestantes com ao menos seis consultas pré-natal realizadas, sendo a primeira até a 20ª semana de gestação; na proporção de gestantes com realização de exames para sífilis e HIV; na proporção de gestantes com atendimento odontológico realizado.

Os indicadores relativos ao percentual de pessoas hipertensas com pressão arterial aferida em cada semestre e ao percentual de diabéticos com solicitação de hemoglobina glicada também apresentaram resultados crescentes na capital.

Os indicadores do Previne Brasil incluem ainda cobertura de exame citopatológico e cobertura vacinal de poliomielite inativada e de pentavalente.

Cobertura

Dados do Dicar indicam ainda evolução na cobertura de serviços de saúde na capital. Em 2020, a Semsa contava com 288 equipes da Estratégia Saúde da Família (ESF), tendo fechado o ano com 45,52% de cobertura da ESF e 67,28% de cobertura da Atenção Básica. Em 2021, o número de equipes subiu para 339, sendo 58,9% da população alcançados pela Estratégia Saúde da Família e 77% pela Atenção Básica.

Redação

Redação

As principais notícias do Amazonas, do Brasil e do mundo. Mais de 40 anos de jornalismo com credibilidade.

Manaus