Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Tapumes e canteiro de obras começaram a ser instalados para a requalificação urbanística da praça Dom Pedro II, dentro das ações do projeto do “Manaus Histórica”, idealizado pela Prefeitura de Manaus, para promover o resgate da cultura e da identidade da capital. A obra foi licitada e tem previsão de conclusão no prazo de 300 dias. A revitalização do espaço, implantado sobre uma antiga área de sepultamentos indígenas com urnas de mais de 1,5 mil anos, de inspiração inglesa e com mescla de plantas exóticas, foi anunciada pelo prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto.

“Temos várias joias da arquitetura de Manaus na praça Dom Pedro II, como o Museu da Cidade, totalmente instalado por nós e com recursos próprios, o Palácio Rio Branco, o hotel Cassina, que estamos restaurando e, bem ao lado, o prédio da antiga Câmara, também em restauro. E, agora, a praça também será totalmente restaurada, seu mobiliário urbano, iluminação, chafariz. Será a interligação com todo esses monumentos do entorno”, disse o prefeito ao visitar o local na última semana.

A obra foi licitada pelo Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb), com projeto elaborado em parceria com a Comissão Especial de Paisagismo e Urbanismo. A requalificação prevê ações para a praça, chafariz, coreto, pavimentação, sinalização, mobiliário urbano e paisagismo, visando adequar e recuperar o espaço para que seja um lugar de encontro, descanso e contemplação, permitindo ainda maior segurança aos usuários, conforto e acessibilidade.

Redação BMA

Redação BMA

As principais notícias do Amazonas.