BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Pais pedem ajuda para o tratamento de bebê com doença rara em Manaus


Os pais de primeira viagem Wallace Cunha e Kailane Araújo estão organizando uma vaquinha virtual para realizar um procedimento cirúrgico essencial para o bebê que estão esperando. A criança sofre com gastrosquise, uma doença que demanda cuidados imediatos. Para colaborar, clique aqui.

Wallace e Kailane já procuraram o SUS, mas por conta da pandemia da covid-19, não conseguiram agendar a cirurgia. A gastrosquise é uma má formação abdominal, onde parte do intestino do indivíduo fica ‘para fora’, sendo necessário procedimento médico.

Com as vias públicas impossibilitadas, a família decidiu recorrer à rede privada. A previsão é que a cirurgia custe cerca de R$ 8 mil, mas os pais não têm condições de bancar os valores. A intervenção cirúrgica precisa ser feita logo após o nascimento, o que aumenta a urgência do caso.

Intervenção deve ser feita após o parto

As causas da gastrosquise ainda são um tanto desconhecidas. Os especialistas acreditam que existe uma relação mínima com algumas doenças genéticas. O médico Pedro Muñoz Fernandez, cirurgião neonatal do Hospital e Maternidade Santa Joana, em São Paulo, afirma que “a teoria mais aceita para que a gastrosquise ocorra é uma obstrução de um vaso que nutre a parede abdominal, mais comum à direita do cordão umbilical.”

Keilane está no sexto mês de gravidez e necessita de ajuda imediata. Além da vaquinha disponibilizada, também é possível colaborar através de transferências pelo seguinte PIX: 031.738.802-93. Para mais informações, é possível entrar em contato com o número (92) 99280-2938, de Emelly Torres, amiga próxima do casal.

Redação BMA

Redação BMA

As principais notícias do Amazonas.