BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Platão Araújo é reestruturado para receber pacientes com Covid-19


Por conta da pandemia do novo coronavírus, o Hospital e Pronto-Socorro Platão precisou reestruturar os serviços de enfermaria, além de criar um novo fluxo dentro do hospital para receber pacientes com o quadro positivo de Covid-19. As ações de adaptação do hospital englobam, ainda, a ampliação de leitos de enfermaria e Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), a destinação de alas só para Covid-19 e a criação de equipes de supervisão para processos administrativos do hospital.

Um dos hospitais de “porta-aberta” na capital, o HPS Platão Araújo precisou se readaptar para receber pacientes positivos de Covid-19 sem interromper outros serviços de urgência e emergência.

Atualmente, das seis alas que compõem o hospital, quatro estão preparadas para pacientes com Covid-19. Dentro dessas quatro alas, estão destinados 87 leitos de enfermaria e 21 leitos de UTI, 108 no total. O HPS também fez um plano de separação desses pacientes para manter o fluxo de atendimentos de urgência e emergência “não-covid”.

Novo fluxo - A destinação de alas somente para pacientes com Covid, além de fazer parte das recomendações de saúde, integra o novo plano para fluxo de pacientes dentro das adaptações do hospital.

Triagem - O paciente, quando entra na unidade, passa por uma triagem tanto na área externa quanto na área interna do hospital. Caso se caracterize como paciente sintomático respiratório, ele é transferido para um setor isolado da unidade. Os próximos procedimentos dependem da condição clínica do paciente, seja estável, instável, ou crítica.

Dentro do hospital, pacientes com Covid-19 possuem enfermarias, elevadores e locais exclusivos e não entram em contato com outros pacientes.

Para pacientes graves, as “Alas Covid”, chamadas alas críticas, foram totalmente equipadas com medicamentos, ventiladores, aparelhos de intubação e outros equipamentos necessários. Atualmente, há leitos de UTI, dentro dessas alas, ainda vagos e prontos para o atendimento urgente de Covid-19.

Redação BMA

Redação BMA

As principais notícias do Amazonas, do Brasil e do mundo. Mais de 40 anos de jornalismo com credibilidade.