BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Governo anuncia abertura de 23 leitos de UTI no Hospital Platão Araújo


O governador Wilson Lima anunciou, nesta segunda-feira (08/02), em pronunciamento nas redes sociais oficiais do Governo do Estado, a abertura de 23 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no Hospital Platão Araújo, na zona leste de Manaus, para atendimento de pacientes com Covid-19. Estão em processo de abertura na unidade cinco salas vermelhas, voltadas à assistência temporária para estabilização de pacientes graves para posterior encaminhamento a outros pontos da rede de atenção à saúde.

Com o Plano de Contingência para o Recrudescimento da Covid-19, o Governo do Amazonas aumentou a capacidade da rede estadual de saúde, saindo, em outubro, de 457 leitos exclusivos para Covid-19, para 1.400.

“Nós fizemos uma reforma no Hospital Platão Araújo, e hoje estamos abrindo 23 leitos de UTI e também estamos abrindo nos próximos dias mais cinco leitos na sala vermelha, que são aquelas unidades de cuidados intermediários. Só nas últimas duas semanas, fizemos a abertura de 160 leitos, e de outubro até hoje, saímos de 400 leitos para 1.400, ou seja, 1.000 leitos a mais no estado do Amazonas. Isso tem um impacto significativo na fila de espera, pois já conseguimos diminuir”, explicou o governador Wilson Lima.

No último dia 5 de fevereiro, o Governo do Amazonas ampliou a capacidade de atendimento do Hospital Nilton Lins, na zona centro-sul de Manaus. A unidade de campanha passou a operar com 103 leitos, sendo 81 clínicos e 22 de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI).

O governador também destacou que estão em operação 22 miniusinas de produção de oxigênio, de um total de 69 que devem entrar em funcionamento no estado.

“Conseguimos montar 22 miniusinas de produção de oxigênio e, principalmente no interior, elas estão garantindo uma produção de algo em torno de 10 mil metros cúbicos, ao dia. Há uma outra usina que está sendo implantada no Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto, isso aí também vai nos ajudar muito. Nossa meta é instalar 69 miniusinas, tanto na capital quanto no interior, para garantir a autossuficiência no abastecimento de oxigênio em algumas unidades”.

Redação BMA

Redação BMA

As principais notícias do Amazonas, do Brasil e do mundo. Mais de 40 anos de jornalismo com credibilidade.