BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Homem morre após colisão entre carro e caminhão no Distrito Industrial; veja o vídeo



Wanderson Araújo da Rocha, 29, morreu por volta das 9h16 desta sexta-feira (29), após colisão frontal de um carro e um caminhão na Avenida dos Oitis, próximo a depósito de supermercado, no bairro Distrito Industrial, zona leste de Manaus. A informação é do D24AM.

A equipe do Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMA) atuou no local, com três viaturas, por cerca de três horas para retirar a vítima das ferragens. Wanderson colidiu frontalmente contra um caminhão e morreu na hora.

“Ela (vítima) estava muito presa nas ferragens. Já o motorista do caminhão está ileso, ele não sofreu lesão nenhuma”, explicou o tenente Tomás. Wanderson era morador do bairro Armando Mendes e trabalhava atualmente como motorista de aplicativo. Segundo o irmão da vítima, Silvano da Rocha, o homem tinha marcado para aproveitar o dia de lazer com um amigo e filhos.

“Ele sempre foi um cara muito trabalhador, procurou o melhor para a família dele, infelizmente aconteceu essa tragédia, a gente ainda não sabe o que realmente aconteceu. Ontem eu perguntei se ele ia trabalhar e ele respondeu que ia passar o dia com o “compadre” dele”, explicou o irmão da vítima.

Wanderson deixa a esposa e três filhos. O corpo dele foi removido para o Instituto Médico Legal (IML). O Departamento de Polícia Técnico-Científica (DPTC) esteve no local.

Por conta do grave acidente, um trecho da Avenida dos Oitis precisou ser interditado. Caminhões com contêineres ficaram parados por um longo período até que a via fosse liberada.

Agentes do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU) controlaram o tráfego de veículos no local e colocaram areia na via, no trecho em que ficaram manchas de óleo.

Redação

Redação

As principais notícias do Amazonas, do Brasil e do mundo. Mais de 40 anos de jornalismo com credibilidade.

Manaus