BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Gustavo Sotero se diz arrependido de ter matado Wilson Justo


O presidente do Sindicato dos Funcionários da Polícia Civil do Estado do Amazonas (Sinpol-AM), Moacir Maia de Freitas, concedeu entrevista dizendo que o delegado da Polícia Civil, Gustavo Sotero, está arrependido de ter atirado e matado o advogado Wilson Justo. O crime aconteceu na madrugada de sábado, 25/11, no Porão do Alemão, em Manaus.

“Ele está arrependido do que fez. Disse que reagiu porque foi agredido antes, inclusive está bastante machucado no olho e no nariz. Inclusive o sindicato já pediu para fazer um novo exame de corpo de delito no delegado”, afirmou Moacir Maia.

Gustavo Sotero continua preso na sede da Delegacia Geral (DG). Com a prisão preventiva decretada, a polícia, agora, procura um local para que o delegado possa permanecer detido. A juíza de Direito, Mirza Telma de Oliveira Cunha solicitou em caráter de urgência, informações da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), se alguma das cadeias de Manaus possuiria condições de receber o delegado Gustavo Sotero. Isso porque, caso tenha contato com outros presos, pode até ser morto.

Mário Adolfo Filho

Mário Adolfo Filho

Jornalista, formado pela Universidade Federal do Amazonas. Com passagem por grandes jornais de Manaus, Prefeitura de Manaus, Câmara Municipal de Manaus e Câmara dos Deputados.