Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Após o Ministério Público Federal (MPF) recomendar ao governador do Amazonas, Amazonino Mendes, para retirar toda publicidade institucional que contenha as expressões “amor à causa pública”, “arrumando a casa”, a Secretaria de Estado de Comunicação (Secom) emitiu uma nota à imprensa informando que em nenhum momento Amazonino usou o slogan para promoção pessoal.

Leia a nota:

Em relação à recomendação do Ministério Público Federal (MPF) sobre o uso dos termos “amor à causa pública” e “arrumar a casa”, o secretário de Estado de Comunicação, Célio Alves Rodrigues Júnior, informa que, em nenhum momento, os dois termos foram utilizados para promoção pessoal do governador Amazonino Mendes. Pelo contrário, representam a linha de trabalho do novo governo que pauta o serviço público e o respeito aos amazonenses.  Desta forma, o atual governo não deixará de fazer o que precisa ser feito para arrumar a casa e não vai abrir mão do amor à causa pública, que é o que move o governador a trabalhar no seu quarto mandato.

Mesmo tendo absoluta certeza de que não se trata de promoção de cunho pessoal, o governador vai atender a recomendação dentro do princípio do bom relacionamento com os poderes, como sempre manteve. Assim, o Governo deixará de adotar nas próximas campanhas publicitárias, bem como nas assinaturas de todo o seu material de divulgação institucional, os termos “amor à causa pública” e “arrumar a casa”.

Redação BMA

Redação BMA

As principais notícias do Amazonas.