Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Funcionário do IML é flagrado fazendo sexo com cadáver em Manaus


Um auxiliar de necropsia do Instituto Médico Legal de Manaus foi demitido e é investigado por suspeita de usar o cadáver de uma mulher como objeto sexual. Em nota, a Secretaria de Segurança do Amazonas (SSP-AM) afirma que o homem foi encontrado por outros funcionários “arrumando as calças enquanto descia subitamente de uma mesa de necropsia onde havia um cadáver”. O caso veio à tona em reportagem do jornal A Crítica.

O Departamento de Polícia Técnico-Científica do Amazonas (DPTC) pediu abertura de um inquérito policial para investigar denúncias da prática de necrofilia pelo auxiliar de necropsia. O caso está sendo investigado pelo 27º Distrito Integrado de Polícia (DIP).

O caso aconteceu no dia 24 de novembro. No dia anterior, um auxiliar administrativo também foi demitido por “faltas funcionais graves praticadas durante o plantão”, de acordo com o Departamento de Polícia Técnico-Científica do Amazonas (DPTC). Ele e o suspeito de necrofilia, segundo relato de outros funcionários, deixaram o expediente para assistir ao jogo final da Copa Libertadores e retornaram ao trabalho sob o efeito de álcool.

Em nota, a SSP-AM afirma que o caso está em investigação pela Polícia Civil e o suspeito não faz mais parte dos quadros funcionais do IML. As informações são do G1.

Redação BMA

Redação BMA

As principais notícias do Amazonas, do Brasil e do mundo. Mais de 40 anos de jornalismo com credibilidade.