BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Estado gastou 42,5% a menos com combustíveis em outubro


O novo Governo do Amazonas, que assumiu em janeiro deste ano, gastou 42,5% a menos com combustíveis no último mês de outubro em relação ao mesmo período de 2018. O dado é da Secretaria de Estado de Administração e Gestão (Sead), pasta responsável por coordenar os gastos públicos do governo.

Desde o início da nova gestão, a Sead vem conseguindo gerenciar com eficiência, reduzir o consumo e os gastos com essa despesa, por determinação do governador Wilson Lima, para promover a qualidade e o equilíbrio dos gastos públicos. Essa redução de janeiro a outubro de 2019 já representa uma economia de mais de R$ 9,3 milhões ao Estado.

Nos dez primeiros meses de 2019, outubro apresenta o maior percentual de queda nos gastos com combustíveis. Enquanto que em outubro de 2018 foi gasto mais de R$ 6,4 milhões para abastecer a frota, o novo Governo pagou R$ 3,6 milhões. A secretária da Sead, Inês Carolina Simonetti, aponta que a média mensal de gastos com combustíveis neste ano foi igual a R$ 3,5 milhões, enquanto que em 2018 a média era de R$ 4,4 milhões.

Controle – De acordo com a secretária da Sead, Inês Carolina Simonetti, para se chegar a essa economia, o Estado passou a utilizar ferramentas do sistema de controle do consumo de combustíveis que já estavam disponíveis desde outros governos, mas que eram subutilizadas.

Outros números – Nos dez meses deste ano, o governo gastou R$ 35,7 milhões com combustíveis, R$ 9,3 milhões a menos que em 2018. Esse valor custeou o consumo de 8,3 milhões de litros de combustíveis, 1,7 milhões de litros a menos que nos dez meses do ano passado.

Os serviços do governo foram ampliados com aumento da frota no interior para órgãos do setor rural e que são fundamentais para o desenvolvimento dos municípios, um compromisso da atual gestão. 

A frota também cresceu na capital com a incorporação de 38 veículos este ano. No ano passado, 2.234 foram abastecidos em média por mês. Esse montante saltou para 2.273 em 2019. Em outubro, os órgãos e entidades da capital contam com uma frota de 2.345 veículos ativos.

Redação BMA

Redação BMA

As principais notícias do Amazonas.