Calendário

outubro 2019
D S T Q Q S S
« set    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Dito & Feito – Joana Darc chamuscada no fogo amigo

O deputado federal Marcelo Ramos (PL-AM), presidente municipal do Partido Liberal, fez duras críticas à deputada Joana Darc, de seu próprio partido.

Ele disse que a decisão da deputada em assumir a liderança do governo na Câmara dos Deputados é uma decisão “personalíssima e sem nenhuma relação com a sigla, que mantém sua posição de independência”.

“De minha parte sigo crítico a um governo que tem sido a negação de tudo que prometeu na campanha, sem responder aos anseios do povo do Amazonas, sem capacidade administrativa, sem planejamento e sem a autoridade necessária pra enfrentar os problemas que afligem a nossa gente”, detonou.

Mirou nela, acertou nele

Quer dizer, se o objetivo de Ramos era bater em La Darc, o ataque deu xabu. O parlamentar pode até ter mirado nela, mas bateu muito mais no governador Wilson Lima.

Marcelo ternurinha

Depois de alfinetar La Darc, “Marcelo ternurinha” suavizou o discurso e fez um afago na defensora dos animais. “De qualquer forma, pelo carinho e respeito que tenho por ela, desejo sorte a deputada Joana na nova missão”, acrescentou Marcelo Ramos.

Debaixo do braço

O senador Omar Aziz (PSD-AM) detonou o líder do governo, Fernando Coelho. De acordo com o senador do Amazonas, Bezerra levou 86 dias para entregar o relatório da MP da reforma administrativa.

“Ele pegou a medida provisória 870, colocou debaixo do braço, passou dias para entregar. É  essa a indignação dos senadores!”

Foram 86 dias

Sem papa na língua, Aziz disparou a queima roupa. “Estamos prejudicando nosso debate, porque o senhor Fernando Bezerra como relator levou 86 dias para entregar o relatório para gente. E isso as pessoas não querem falar.

Parabéns pra mim

Virou motivo de zoação em grupos de WhatsApp o fato do vereador Diego Affonso (PDT) ter patrocinado uma publicação no Instagram onde pessoas o parabenizam pelo seu aniversário.

“O vereador está com a autoestima tão baixa assim para promover seu próprio parabéns?”, indagou uma pessoa.

Bate e rebate

O vereador Chico Preto (PMN) e o deputado federal José Ricardo (PT) protagonizaram uma pequena discussão nas redes sociais. Apesar dos dois políticos se tratarem com respeito, não faltou espírito de porco jogando azeite na fogueira.

Prós & contras

Chico indagou o porquê de Zé da Kombi ter votado contra a permanência do COAF no ministério da Justiça, de Sérgio Moro. O vereador disse que é incoerente que alguém que lutou em favor da Operação Maus Caminhos vote contra o fortalecimento do COAF.

“Fui coerente”

Em resposta, José Ricardo explicou que o COAF em quase todos os países é vinculado à Economia. Por isso o petista acha que  foi coerente eu seu voto.

A favor de Moro?

Também tem outro detalhe que nem Chico e nem Zé 13 perceberam. Como um petista pode votar no juiz que mandou o líder do partido para a cadeia? Aí sim, seria incoerente.

Apelo cidadão

O governo do Amazonas está convocando os cidadãos a contribuírem com sugestões para a elaboração do Plano Plurianual (PPA) 2020-2023.

Como ajudar

As sugestões podem ser feitas por meio do aplicativo “Consulta Sociedade”, disponível nas lojas de aplicativos Google PlayApp Store, e desenvolvido pela empresa Processamento de Dados Amazonas S.A (Prodam).

Cantando na chuva

Em um vídeo inusitado, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, parodiando o filme “Cantando na Chuva”, fala sobre uma “chuva” de fake news que estaria caindo sobre a pasta.

Chovendo fakes

Na postagem, o ministro publica um vídeo em que ele entra com um guarda-chuva imitando a interpretação de Gene Kelly no clássico filme Singin’ the rain(Cantando na Chuva) e afirma que “tá chovendo fake news”. 

O MEC não!

No vídeo, ele classifica como fake news as informações de que o Ministério da Educação teria paralisado as obras de reconstrução do Museu Nacional. “Essas obras seriam paralisadas pelo MEC. Fake news!”, afirma o ministro no vídeo.

Meu Malvado Favorito

Jornalistas que cobrem o cotidiano da Câmara Municipal de Manaus compararam o atual secretário de Articulação Política da prefeitura, Luiz Alberto Carijó, ao personagem Gru, protagonista da trilogia “Meu Malvado Favorito”.

Canta de galo

Em pelo menos dois dos três dias de trabalho na Câmara, Carijó é visto circulando no plenário. Chega, cumprimenta vereadores, conversa com alguns, e tudo sob a vista do presidente da Casa, Joelson Silva.

Na dúvida…

Sabe-se que o prefeito Arthur Neto tem uma sólida base na Câmara: 39 dos 41 vereadores. Mas Carijó vai à Câmara em quase todos os dias de votação.

…mantenha os dois!

Das duas, uma: ou o prefeito não confia na sua base, ou não confia no seu líder, Marcel Alexandre.

EM ALTA

O Dia Livre de Impostos, que  retira os impostos dos preços de vários produtos, incluindo a gasolina, para mostrar o tamanho da carga tributária que o brasileiro é obrigado a pagar diariamente. Nesta quinta, 30, quem passou por lojas, postos e outros empreendimentos  se deparou com grandes protestos em forma de promoção.

EM BAIXA

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) recomendou, em nota técnica encaminhada ao Ministério da Infraestrutura, o veto à decisão que proibiu a cobrança por despacho de bagagem. A proibição foi aprovada pelo Congresso Nacional e, para ter força de lei, precisa ser sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro. Quer dizer, quando a coisa beneficia o consumidor eles ficam contra.

Deixe uma resposta