BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Curumim – Dia Nacional do Samba


Quando ainda era moleque lá na Cachoeirinha, ouvi uma historinha de um amigo que era conhecido como Chico Cavalinho. Ele era um cara engraçado e me contou a história sobre a origem do samba:

— Certa vez, dois  malandros trajando calças de linho, sapatos brancos, camisas de listras vermelhas e chapéu palha, que moravam em uma favela, vinham andando em sentido contrário sobre um córrego que tinha como ponte apenas uma tábua. O que vinha de lá queria passar primeiro e pediu para o outro retornar e sair do caminho. O que vinha daqui também queria a mesma coisa e pediu pro outro recuar. Mas nem um queria abrir mão do seu direito.

No calor da discussão, um deles puxou uma faca e ameaçou.

— Eu te cutuco!

E o outro:

— Não me cutuca!

— Eu te cutuco!

— Não me curuca!

E ficou naquele bate-boca:

— Eu te cutuco, não cutuca, eu te cutuco, não cutuca…te-cutuco-não-cutuca-te-cutuco-não-cutuca-te-cutuco… E assim nasceu o samba!

A piadinha foi só para ilustrar que o samba, a pauta de hoje do Curumim, é uma música para cima, que leva alegria, poesia e irradia felicidade a quem ouve. Tenho grande amigos sambistas, com quem ao longo da vida estabeleci parcerias na música e com alguns até ganhei alguns concursos.

Com eles aprendi muitas coisas. A principal delas é que uma roda se samba serve como uma espécie de batismo para eternizar amigos.  Amigos e parceiros que carrego para sempre no meu  coração de poeta apaixonado por música: Edu do Banjo, Dudu Brasil, Mestre Pinheiro, Assis, Caio do Cavaco, Rui de Carvalho, Júnior Rodrigues,  Armandinho & Felica, Zeca Torres, Jorge Mussa. Todo esses caras, amiguinhos,  são verdadeiros bambas. Na música e na vida. E por isso esta edição é dedicada a eles . E a todos vocês que curtem um bom samba.

Como diz a letra de um dos mais tradicionais sambas da MPB, “quem não gosta de samba/ bom sujeito não é/ é um ruim da cabeça/ ou doente do pé!”

VEJA A EDIÇÃO COMPLETA: 

Curumim Dia Nacional do Samba

Mário Adolfo Filho

Mário Adolfo Filho

Jornalista, formado pela Universidade Federal do Amazonas. Com passagem por grandes jornais de Manaus, Prefeitura de Manaus, Câmara Municipal de Manaus e Câmara dos Deputados.