Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Contas da Câmara do Careiro da Várzea são reprovadas


As contas da Câmara Municipal do Careiro da Várzea do ano de 2016, de responsabilidade do ex-presidente Almir Rodrigues Pinheiro, foram reprovadas pelo colegiado do Tribunal de Contas do Estado (TCE-AM), durante a 18ª sessão ordinária, realizada na manhã desta terça-feira (11). Ao menos 13 irregularidades foram constatadas, o que levou o relator do processo, auditor Mário Filho, a condenar o gestor a devolver aos cofres públicos o valor de R$ 47,2 mil, referente a multa de R$ 21,9 mil e mais alcance de R$ 25,3 mil.

Entre as impropriedades apontadas pelo setor técnico, e não sanadas pelo gestor, estão a ausência de R$ 25,3 mil no caixa da Câmara, referente ao saldo do exercício de 2016, demonstrado no balanço financeiro; a ausência de justificativa para aquisição de gêneros alimentícios, por meio da carta-contrato n° 006/2016; a falta de justificativa à ausência de normativo legal que estabeleça regras  para os gastos com combustível e ainda falta comprovação do uso de diárias, que totalizaram R$ 18,2 mil.

O gestor até apresentou diversos documentos ao TCE, porém insuficientes para justificar todas as inconsistências identificadas durante a inspeção ordinária. Almir Rodrigues Pinheiro, que ainda pode recorrer da decisão, tem 30 dias de prazo para devolver o dinheiro aos cofres públicos.

Redação BMA

Redação BMA

As principais notícias do Amazonas.