Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Arthur critica critérios do PSDB


Em meio à profunda divisão no PSDB, o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto (PSDB-AM), enviou uma carta ao partido no qual critica os termos do debate sobre o desembarque do governo Michel Temer.

Ele diz que o “PSDB precisa entender que a política, tal qual se praticou da redemocratização até aqui, simplesmente morreu”.

“O Congresso se apequenou, instituições como, por exemplo, o Ministério Público, se agigantaram a partir da desmoralização da instituição parlamentar. O Judiciário, igualmente, assumiu certos protagonismos que, em condições normais de temperatura e pressão, não lhe caberia empalmar. Tudo porque a política morreu, levando com ela os partidos, as velhas práticas e muitas biografias”, assinalou.

O prefeito ainda externa ainda certa inconformidade por não ter sido chamado à reunião que parte da cúpula tucana fará nesta segunda (10), em São Paulo. Diz não ter entendido os critérios para a convocação ao encontro. Pede, porém, que os companheiros de legenda sejam “sábios e corajosos”. “Minha definição pessoal é clara: “desembarcar” do governo, a pretexto de continuar apoiando as reformas – na verdade abrindo espaço real para o impedimento do presidente – não soaria como ato de coragem. Sinceramente, não! Definitivamente não!”, finaliza.

 

Mário Adolfo Filho

Mário Adolfo Filho

Jornalista, formado pela Universidade Federal do Amazonas. Com passagem por grandes jornais de Manaus, Prefeitura de Manaus, Câmara Municipal de Manaus e Câmara dos Deputados.