Calendário

outubro 2019
D S T Q Q S S
« set    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Aliados querem Bolsonaro fora do PSL e articulam novo partido: Conservadores

O clima não está bom. Ao ser flagrado na terça-feita criticando o PSL , o presidente Jair Bolsonaro reacendeu o debate sobre uma eventual mudança de partido . Bolsonaro recomendou a um apoiador “esquecer o PSL” e disse que o presidente da sigla, Luciano Bivar , está “queimado”. A discussão acontece em meio a uma disputa interna pelo controle do fundo partidário de R$ 103 milhões. Dois caminhos já são discutidos. A informação saiu no jornal o Globo.

Novo partido

Um deles seria criar uma legenda do zero, a partir da coleta de assinaturas. O caminho está sendo pavimentado, e o partido seria batizado de Conservadores. Aliados do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) estão, inclusive, finalizando o estatuto dessa nova legenda.

Princípios

De acordo com a minuta com as premissas a serem adotadas, a sigla terá como princípios a “moralidade cristã, a vida a partir da concepção, a liberdade e a propriedade privada”. O texto defende ainda o direito à legítima defesa individual, combate à sexualização precoce de crianças e à apologia da ideologia de gênero e defesa do legado da “moralidade cristã e da civilização ocidental”. Filiados estarão proibidos de fazer alianças com partidos da “esquerda bolivariana”. Outra possibilidade é Bolsonaro migrar para outra legenda. 

ALE x Estado

Ao engrossar suas críticas à Lei Delegada, dizendo que se votasse a favor estaria renunciando ao seu mandato e entregando-o ao Poder Executivo, o deputado Serafim foi buscar no baú da história, um fato que aconteceu em 1964, por ocasião do golpe militar. Naquela ocasião, o governador Arthur Reis – que era um grade intelectual, mas que tinha o pavio curto e não mandava recado –, determinou que a Polícia Militar cercasse o prédio da ALE, que funcionava no Instituto de Educação do Amazonas (IEA). Indignado com a intervenção no legislativo, o então presidente Rui Araújo fez um discurso repudiando o autoritarismo, trancou a Assembleia Legislativa, pegou as chaves, entregou ao tenente Flávio Rebelo e foi embora.

Repetindo o velho Rui

Sarafa  fez uma comparação com a atual situação. Para ele, Lei Delegada chegou para delegar competências ao Poder Executivo que são do Legislativo.

— É uma usurpação dos mandatos dos deputados estaduais. É melhor fazer uma carta, entregar na presidência e ir embora para casa. Eu tenho compromisso com aquelas pessoas que me elegeram –, disse o deputado.   

É inconstitucional

O deputado Wilker Barreto (PDS) disse ontem no pequeno expediente da Assembleia Legislativa que, ao aprovar a Lei Delegada enviada pelo governo ao Parlamento, os deputados aprovaram uma lei inconstitucional.

Merreca

Aumentando o tom de voz, Wilker disse que toda a economia da Lei Delegada será de apenas R$ 5,1 milhões.   Mas, no fundo, no fundo será de apenas R$ 1 milhão.

—  E sabe por que?  Porque o governo contratou uma empresa ora fazer o estudo da Lei por R$ 4 milhões. Então, se paga 4 e ganha 5, lucra apenas 1!

Banco de escola

Ao ouvir isso, a líder do governo Joana Darc soltou os cachorros sobre Wilker. Disse que ele devera estudar mais matérias do Direito, porque no  2º período da faculdade já é possível analisar o que é inconstitucional ou não.

— As pessoas que trabalharam na Lei da Delegada são responsáveis e os parlamentares também não aprovariam algo que é inconstitucional –, cutucou a defensora dos animais.

O passado condena

Após as críticas do deputado Wilker Barreto (PHS) à Lei Delegada, que dá poderes ao Executivo para administrar as reformas nas pastas sem a aprovação da Assembleia do Amazonas, a líder do governo, Joana Darc (PR) contra-atacou.

— O senhor lembra quando era presidente da Câmara Municipal de Manaus e aprovou uma lei delegada de R$ 300 milhões? Eu votei contra! – refrescou Joana.

Bombeiro

Para tentar apagar o incêndio, o presidente da Casa, deputado Josué Neto (PSD), disse que a aprovação da Lei Delegada é página virada.

— Vamos discutir o passado? Quem discute o passado não avança! – cutucou o parlamentar. 

Quem não chora…

 Os 62 municípios do Amazonas receberam mais de R$ 5 bilhões em recursos dos governos federal e estadual nos primeiros nove meses do ano. Sobre o assunto, Serafim Corrêa (PSB) pediu transparência na aplicação dos recursos.

… não mama!

— Eles (prefeitos) têm que parar de chorar e têm que explicar o que fizeram com esse dinheiro. O nível de transparência é crítico. É muito ruim – cutucou, Sarafa.

Eleições sem fake news

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) lançou um programa para estimular a checagem das notícias. O programa Minuto da Checagem começou a ser veiculado desde a última sexta-feira (4/9), um ano antes das eleições municipais.

Antes de compartilhar

De acordo com o TSE, o objetivo é explicar para os eleitores a importância de verificar, antes de compartilhar, a veracidade das informações recebidas ou acessadas em redes sociais, aplicativos de celular e sites. O primeiro vídeo explica que a desinformação pode vir de todos os lados, até mesmo de familiares.

Maldita imprensa

Não é mais o PT, nem os comunistas, os cineastas, o  Ibama, nem o Inpi e muito menos as ONGs. Agora, o principal inimigo de Jair Bolsonaro é a colocou a imprensa . Ele acusou ontem os jornalistas de mentir, difamar e questionou se o objetivos dos veículos de comunicação é derrubá-lo do cargo.

— Eu lamento a imprensa brasileira agir dessa maneira. O tempo todo mentindo, distorcendo, difamando. Vocês querem me derrubar? Eu tenho couro duro, vai ser difícil. Continuem mentindo.

Inimigo meu

Bolsonaro se referia a reportagem do Correio Braziliense publicada ontem que afirmou que o presidente encaminhará ao Congresso projeto de reforma administrativa que deve prever o fim da estabilidade para servidores públicos.

— De novo hoje, capa do Correio Braziliense, que eu vou acabar com a estabilidade do servidor. Não dá para continuar com tanta patifaria por parte de vocês. Isso é covardia e patifaria. Nunca falei nesse assunto. Querem jogar o servidor contra mim!

“Folha é esgoto!”

Na metralhadora giratório do capitão, sobrou pra Folha de S. Paulo, a quem  ele parece odiar.

—  Como fez ontem a Folha de S.Paulo querendo me ligar ao problema [das candidaturas-laranja] de Minas Gerais. Um esgoto a Folha de S.Paulo.”

Aranha pego na blitz

Dois homens foram parados numa blitz da Polícia Rodoviária Federal, na última sexta-feira, na rodovia BR-277, em Foz do Iguaçu. A surpresa para os agentes foi encontrar um Homem-Aranha e um “Deadpool”, outro personagem, dentro do carro.

Escapou do bafômetro

A dupla era animadora de festas e tinha acabado de sair de um evento numa cidade próxima. O motorista, fantasiado de super-herói, assoprou o bafômetro e foi liberado, sem presença de álcool no organismo.

EM ALTA

Eric Appel, Um engenheiro da Univerdade de Stanford, nos EUA, criou um gel para prevenir incêndios florestais. O fluido adere à vegetação e a mantém segura por meses. O spray poderia ser usado para reduzir a quantidade de incêndios nas florestas, que vem ocorrendo cada vez mais com maior frequência em várias partes do mundo. “Isso tem o potencial de tornar a luta contra os incêndios florestais muito mais proativa do que reativa”, disse Eric Appel.

EM BAIXA

Para o crescente número de crianças venezuelanas que estão vivendo, praticamente, no meio da rua, nos braços de sua mães que permanecem nas esquinas, calçadas e semáforos dia e noite pedindo ajuda para se alimentar. Algumas nem completaram um ano e são castigada pelo forte calor, chuva, poeira e  fome. É de cortar o coração, mas, parece que órgãos de assistência social no Amazonas não estão muito preocupados com a tragédia dos refugiados.


Deixe uma resposta