BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Dito & Feito - R$ 3 BILHÕES! – Bolsonaro jogou pesado para blindar seu mandato


Não existe outra palavra para definir o que aconteceu na noite de segunda-feira, 1º de fevereiro de 2021,  no Congresso Nacional: VERGONHA!

Para eleger seus dois protegidos, Rodrigo Pacheco (DEM-MG) no Senado e Arthur Lira (PP-AL), na Câmara dos Deputados , o presidente Jair B Bolsonaro (sem partido) distribuiu polpudas verbas para obras nos estados e prometeu cargos no governo para conquistar espaço entre os deputados. Conforme estimativa do jornal El País, o presidente liberou os bilhões a afilhados políticos de parlamentares que governam estados e municípios, além de ter prometido quatro ministérios aos grupos de Lira e Pacheco. Para ser mais exato, R$ 3 bilhões! Esse foi o total pago por Bolsonaro na compra dos deputados do Centrão para eleger os presidentes aliados Arthur Lira e Rodrigo Pacheco, para o Senado.

Velha política vive

A interferência de Bolsonaro na campanha indicou que as práticas da velha política, com distribuição de cargos e verbas, sepultaram de vez a expectativa de renovação manifestada nas urnas, em 2018.

O ex-capitão se elegeu dizendo que iria acabar com a “mamata” e criticava os “corruptos do Centrão” mergulhou de cabeça na velha política do “toma-lá-da-cá”.

Mandato blindado

Ameaçado no cargo por 59 pedidos de impeachment, o presidente investiu pessoalmente na costura de acordos e na cooptação de votos para selar a eleição Lira e Pacheco

Para Bolsonaro, a eleição de Lira e Pacheco nas duas Casas do Congresso significa a blindagem do seu mandato.

Pra isso tem dinheiro

É lamentável, senhora e senhores! Para fazer “politicagem”, o governo desembolsa R$ 3 bilhões. Enquanto isso, "economiza" na compra de seringas e não garante as vacinas para a toda a população.

Voar é preciso...

O Tribunal de Justiça do Estado do Amazonas (TJAM) determinou a suspensão da contratação de aluguel de jatinho do Governo do Amazonas, no valor de R$ 9,3 milhões.

... mas  de jatinho não!

O resultado é de uma ação popular, de autoria do deputado Wilker Barreto (Podemos), que anunciou a decisão nesta quarta-feira (3), durante a Sessão Ordinária híbrida da Assembleia Legislativa.

No ninho do Centrão

E o deputado Marcelo Ramos (PL-AM), hein?

Já foi esquerda das brabas mas se adaptou rapidinho no Centrão, onde transita muito à vontade.

A hora transitando bem no Centrão, Marcelo Ramos se elege 1º vice-presidente da Câmara

Nesta quarta-feira, 3, foi eleito  primeiro vice-presidente da Câmara pelos próximos dois anos. Único candidato ao cargo, o parlamentar recebeu 396 votos.

Mas é só ele?

Agora, justiça seja feita. Wilson Lima não é  o único governador que voou de  jatinho no Amazonas. Ao menos os quatro, antes dele, voaram de jatinho alugado. Ah, sim! E os prefeitos com raríssimas exceções,  também.

Mais do que certo

Decisão acertadíssima a da Justiça Federal do Amazonas que obriga o governo federal a prorrogar o pagamento do auxílio emergencial de R$ 300 para moradores do estado.

A determinação é que o benefício seja concedido por mais dois meses, por conta do novo surto de Covid que o estado enfrenta.

Multa de R$ 100 mil

A decisão,  publicada nesta quarta (3), vai mais além:

O juiz federal Ricardo Augusto de Sales determina multa diária de R$ 100 mil em caso de descumprimento.

Pega na mentira

O deputado estadual Serafim Corrêa (PSB) desmontou a farsa de Jair Bolsonaro  ao declarar que enviou R$ 9 bilhões ao Amazonas para combate à pandemia.

Na verdade,  este é um repasses obrigatórios do governo federal e que não podem ser utilizados ou remanejados para outras áreas.

Deu sim, mas tomou!...

Sarafa explicou que, no montante enviado pelo governo federal ao Estado estão incluídos o programa Bolsa Família, Auxílio Emergencial, pagamento de aposentadorias do INSS, Fundos Constitucionais  para o governo do Amazonas e para os 62 municípios. Nesse bolo todo deu R$ 9 bilhões.

Perguntar não ofende

—  Mas aí eu tenho uma perguntinha para fazer para o presidente. Quanto foi que o governo federal arrecadou aqui no Amazonas?

Conta não bate

Bom de números, Serafim Corrêa pergunta e ele mesmo responde:

— Sabem quanto foi em 2020? R$ 21 bilhões. O senhor (Bolsonaro) levou R$ 21 bilhões e devolveu R$ 9 bilhões. Está faltando R$ 12 bilhões nessa conta. Quando vai devolver os R$ 12 bilhões para a conta ficar zero a zero? –, questionou Serafim.

Gracinha do Bolsonaro

O líder do PSB disse que sua indignação é própria de quem acompanha esses números.

— Não tendo o direito de ficar calado na hora em que o presidente vem com essa graça para cima de todos nós. Lamento que nosso governador e os 62 prefeitos tenham ficado calados –, arregaçou.

Avisa ao Josué!

Serafim deveria explicar esse números para seu colega de parlamento, Josué Neto  (Patriotas) que mais uma vez, desinformado,  andou espalhando  torpedos “babando” a “generosidade” de Bolsonaro em enviar R$ 32 milhões para o Amazonas “utilizar em ações socioassistenciais”.

Hora de se reinventar

O deputado estadual Felipe Souza (Patriota) solicitou ao governo do Estado a liberação do funcionamento do comércio em geral em sistema de drive-thru e delivery.

— O momento é de se reinventar, ampliar as possibilidades e pôr em prática a criatividade- defende o parlamentar.

Deputado quer drive-thru e delivery para todo comércio 

Vem aí a vacina oral

A Vaxart anunciou nesta quarta-feira, 3, que obteve dados positivos durante testes em fase 1 de uma possível vacina contra a covid-19 na forma de pastilha, para ser tomada via oral.

Em comunicado, a empresa de biotecnologia americana disse que a vacina tem o potencial de proteger contra novas variantes do coronavírus.

Deu certo

Segundo a Vaxart, a vacina foi bem tolerada de modo geral e é imunogênica, conforme vários marcadores de resposta imune a antígenos da covid-19.

Segura o IPVA

O deputado estadual Carlinhos Bessa (PV) solicitou ao Governo do Amazonas a prorrogação da cobrança do Imposto Sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), referente aos meses de janeiro a março de 2021.

Com a crise de saúde pública ocasionada pela pandemia da Covid-19, ficou caro paga o imposto com  a economia completamente travada.

ÚLTIMA HORA

Bolsonaro é vaiado e chamado de “genocida” no Congresso

Bolsonaro ainda foi chamado de "fascista" e "genocida" por parlamentares da oposição, enquanto aliados gritavam "mito".

O presidente Jair Bolsonaro participou, nesta quarta-feira (3/2), da solenidade de abertura dos trabalhos do Congresso Nacional em 2021 e foi hostilizado por parte dos parlamentares que acompanharam a solenidade. Antes de ler a mensagem do Executivo ao Legislativo, o mandatário recebeu vaias e foi chamado de “genocida” e “fascista”.

O ataque dos congressistas deixou Bolsonaro visivelmente constrangido, e ele precisou esperar alguns minutos até conseguir ler o seu pronunciamento ao parlamento. Contudo, o mandatário não devolveu os xingamentos e apenas provocou: “Nos encontramos em 22”.

ORGULHO

A vacina russa Sputnik V demonstrou, na fase 3 do estudo clínico, eficácia de 91,6% contra o novo coronavírus e a proteção contra os quadros moderado e grave chegou a 100%, de acordo com estudo publicado nesta terça-feira, 2, na revista científica The Lancet, uma das publicações mais prestigiadas do meio. O imunizante, já usado na Argentina e desenvolvido pelo instituto Gamaleya, está sendo produzido aqui no Brasil na fábrica da União Química, no Distrito Federal e a empresa tenta a aprovação para uso da vacina no país.  O diretor-geral do Fundo de Investimento Direto Russo (RDIF, sigla em inglês), Kirill Dmitriev, rebateu as críticas contra a Sputnik V e disse que ela é a melhor do mundo:

Estudo foi divulgado na quarta-feira 

— Apesar de tantas informações falsas e tentativas de criar dúvidas sobre a eficácia da vacina, o Instituto trabalhou e provou que a Sputnik V é a melhor do mundo –, disse em encontro virtual com jornalistas. O Anvisa tem que mudar suas rígidas regras e correr atrás de Sputnik, também.

VERGONHA

Samara Sosthenes, covereadora do Mandata Quilombo Periférico, do PSOL, em São Paulo, foi a terceira parlamentar trans vítima de ataques nesta última semana. Segundo o boletim de ocorrência, registrado pelo Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP), neste domingo (31), um disparo de arma de fogo para o alto foi feito em frente à residência de Samara, na zona sul, onde vive ela, a mãe e os irmãos.  No momento do atentado, a covereadora estava em uma casa vizinha, mas foi informada por uma testemunha que o disparo partiu de um motociclista na madrugada de domingo.  “Não é um fato isolado, isso sim é um ataque, uma forma de querer silenciar esses corpos pretos, periféricos e trans que estão agora dentro da política, principalmente agora na Câmara dos Vereadores de São Paulo, onde hoje tem três vereadoras trans (…), que foram atacadas na mesma semana”, disse Samara .

Mário Adolfo

Mário Adolfo

Jornalista formado pela UA, com mais de 40 anos de experiência. Dois prêmios Esso e criador do personagem Curumim, o Último herói da Amazônia.