BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Polícia Civil apreende carregamento de munição no Porto de Manaus


Um carregamento com 10 mil munições de origem clandestina foi apreendido pela Polícia Civil (PC) nesta quarta-feira 24/06, no porto da Panair, na zona Sul de Manaus. De acordo com o delegado Cícero Túlio, da Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos (DERFV), investigações buscam identificar os responsáveis pela carga. Uma das suspeitas é de que parte do material avaliado em cerca de R$ 100 mil, seria destinada a uma facção criminosa.

O delegado informou que a apreensão ocorreu durante uma ação da DERFV, que contou com apoio de policiais da 2ª Companhia Interativa Comunitária. As munições foram encontradas escondidas no porão de uma embarcação, que segundo o delegado havia chegado em Manaus oriunda do município de Itacoatiara (a 270 quilômetros de Manaus).  Além das munições, uma moto com restrição de roubo e documentos falsos também foi encontrada.

Ao todo, foram encontradas 10 mil munições para escopetas, rifles e pistolas. O material foi avaliado em cerca de R$ 100 mil. De acordo com Cícero Túlio, as investigações apontam que as munições são adquiridas clandestinamente em países da América do Sul como Colômbia e Bolívia a um preço muito abaixo de mercado, pois são adquiridas por meio de desvio de cargas.

Cícero informou que o proprietário da embarcação e mais duas pessoas foram interrogadas no procedimento instaurado na Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos. Conforme o delegado, agora, a polícia vai investigar a quem a carga seria destinada e os responsáveis pela remessa do material.

“Estamos apurando, mas acredito que parte seria destinada a alguma facção criminosa”, afirmou o delegado.

Curiosidade

Essa foi a maior apreensão de munições realizada no Estado. A primeira grande descoberta ocorreu em julho de 2004. À época, a munição apreendida, avaliada pela Polícia Civil em R$ 160 mil, era composta por 8.795 unidades de cartuchos da marca CBC de calibres 50, utilizados para fuzis AR-15, AK-47 e metralhadoras antiaéreas- e 7.62 e 9 milímetros, além de 5 mil detonadores para explosivos. O material foi localizado em um depósito, na zona portuária da cidade.

Redação BMA

Redação BMA

As principais notícias do Amazonas, do Brasil e do mundo. Mais de 40 anos de jornalismo com credibilidade.