BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Obras do viaduto do Manoa serão retomadas na próxima segunda-feira


As obras de implantação do complexo viário Professora Isabel Victória, na avenida Max Teixeira, em frente à entrada do conjunto Manoa, na zona Norte, serão retomadas na próxima segunda-feira, 15/3, pela Prefeitura de Manaus. A garantia foi dada pelo vice-prefeito e secretário municipal de Infraestrutura, Marcos Rotta, após uma reunião entre membros da prefeitura, representantes do consórcio responsável pela construção e o Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM).

De acordo com Marcos Rotta, todas as recomendações do laudo emitido pelo Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Amazonas (Crea-AM) serão atendidas. A medida é um consenso entre os envolvidos, que ao final da reunião assinaram uma ata de compromisso. Orçada em R$ 47,1 milhões, a obra é executada pelo consórcio formado pelas empresas J Nasser Engenharia Ltda. e Construtora Soma Ltda.

“O laudo emitido pelo competente Grupo de Trabalho do Crea foi debatido com muita cautela por todos nós, que defendemos nossos pontos de vista e discutimos profundamente. Aqui, ficou definido que todas as recomendações serão consideradas como ponto pacífico para que a prefeitura possa promover a liberação da obra, que será retomada já na próxima segunda-feira. Seguimos estritamente o que orienta o prefeito David Almeida para apresentar e executar a solução definitiva e segura para entregar a obra para a população”, explicou Rotta.

Falhas

O laudo elaborado pelo Crea-AM apontou uma série de falhas de infraestrutura na obra do viaduto do Manoa. O estudo técnico, elaborado pelo Grupo de Trabalho de Obras Públicas da entidade, foi entregue na última terça-feira, 9/3, ao vice-prefeito, Marcos Rotta, que teve dois encontros com os representantes das empresas, para que se chegasse ao melhor entendimento entre as partes.

O presidente da Comissão de Apuração de Obras em Conclusão do Município de Manaus (Caoc), Cleudinei Lopes da Silva, falou que a população de Manaus será a maior beneficiada com o entendimento entre os poderes público e privado, uma vez que o viaduto é de extrema importância para a cidade. Ele ainda falou sobre a participação do TCE-AM no processo.

“Finalmente chegamos a um consenso das ações e adequações que devem ser tomadas para que o viaduto possa ser finalmente entregue sem prejuízos aos usuários. A presença do Tribunal de Contas, que deu seu aval, resguarda as ações de todos, inclusive da prefeitura”, afirmou Cleudinei.

TCE

Para chancelar as ações que serão tomadas daqui para frente, o encontro contou com a presença do auditor do TCE Euderiques Marques, que acompanhou o processo de discussão entre empresas e Prefeitura de Manaus. Vale lembrar que o Tribunal possui uma comissão que acompanha a obra do viaduto desde o começo, em 2019.

“Atendemos o pleito da Seminf, que, sabiamente, acionou o Tribunal para que se encontrasse um acordo para resolver esse problema da melhor maneira possível. Esse diálogo é importantíssimo, pois atuar em conjunto beneficia até mesmo a obra em si, que é muito dinâmica e facilita as tomadas de decisão”, afirmou o auditor.

Redação BMA

Redação BMA

As principais notícias do Amazonas, do Brasil e do mundo. Mais de 40 anos de jornalismo com credibilidade.