BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Dito & Feito - O governador que construiu uma Vila Olímpica e sonhou em transformar o AM em usina de medalhistas



Esta semana um apresentador de televisão em Manaus fez a seguinte pergunta: Por que será que não tem um só atleta do Amazonas disputando a Olimpíada de Tóquio 2020?”

Ora, a resposta chega a ser óbvia. Simplesmente porque o poder público – leia-se estado e Município –  não investe no esporte amador, embora a  Constituição vigente assegure que o esporte é um direito social e em seu Art. 217 afirma que “é dever do Estado fomentar práticas desportivas formais e não-formais”. Logo, é obrigação, não um favor do poder público investir em tais práticas.

A bem da verdade, um governador com visão futurista e ousado como poucos investiu e acreditou na formação de atletas olímpicos no Amazonas: Amazonino Mendes. No dia 26 de março de 1990, em seu primeiro governo, inaugurou a Vila Olímpica de Manaus nos moldes de Seul. Amazonino deu todas as condições para que se criasse uma consciência para a formação de atletas em Manaus com vistas às grandes competições nacionais e internacionais. O governador chegou a importar instrutores cubanos para a criações de mini-escolinhas de esporte.

1º Meeting de Atletismo

A Vila Olímpica de Manaus foi palco grandes histórias de sucesso no esporte brasileiro, contribuindo para a formação de atletas de sucesso nacional e internacional.

Como a realização do 1º Meeting Internacional de Atletismo de Manaus, que recebeu 143 atletas de 21 países, vários recordistas e campeões mundiais e olímpicos.

Usina de atletas

Foi de lá que saiu o amazonense Sandro Ricardo Rodrigues Viana, que conseguiu uma vaga para treinar na escolinha da Vila, tornando-se anos depois uma das maiores referências do esporte amazonense, chegando à conquista do bronze olímpico no revezamento 4x100m, nos Jogos de Pequim, em 2008.

Ouro e bronze

Além do bronze na Olimpíada de Pequim, Sandro conquistou também o ouro nos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro (2007) e de Guadalajara (2011), na prova de revezamento 4x100m.

Piccinini fez história

Quem também fez história no esporte do Amazonas foi o nadador Eduardo Beca Piccinini, que atualmente reside no Arizona, nos Estados Unidos. Piccinini participou dos Jogos Pan-Americanos de 1991 em Havana, onde obteve a medalha de bronze nos 100 metros borboleta. Nos Jogos Olímpicos de Verão de 1992 em Barcelona, Piccinini ficou em 18º lugar nos 100 metros borboleta, e 15º lugar nos 200 metros borboleta.

Medalha de prata

Prata Participou do Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos de 1994 em Roma, onde ficou em 25º lugar nos 100 metros borboleta, e 26º nos 200 metros borboleta.

Nos Jogos Pan-Americanos de 1995 em Mar del Plata, foi medalha de prata nos 100 metros borboleta e nos 4x100 metros livre.

Ao lado de Borges

Na prova dos 4x100 metros medley, ganhou a medalha de prata batendo o recorde sul-americano da prova, com a marca de 3m43s93, junto com Gustavo Borges, Rogério Romero e Oscar Godoi.

Potencial amazônico

Como se pode ver, talento o Amazonas já provou que em para formar atletas e mandar para as Olimpíadas. O que falta é apoio do poder público.

Inspiração nos atletas

Em 2018, quis o destino que Amazonino estivesse novamente no governo, por ocasião da realização da Copa Libertadores da América de Futebol Feminino, competição internacional que ocorreu entre os dias 4 e 18 de novembro daquele ano. Na ocasião, o governador lembrou que foram os atletas do estado que o inspiraram, lá atrás, a fazer a primeira Vila Olímpica da América do Sul.

Prêmio em Sevilha

Aliás, foi a Vila Olímpica que lhe valeu uma premiação internacional, entregue pela Associação Internacional de Atletismo, na cidade de Sevilha, na Espanha.

—  Foi uma honra muito grande porque fui o único político no mundo, até então, a receber essa comenda. Abriram a exceção para homenagear o Estado do Amazonas, pela ousadia de se fazer a Vila Olímpica –, recordou o Amazonino.

Amazonino gravando programa em frente à Vila Olímpica

Nome aos bois

O presidente da CPI da Covid, Omar Aziz (PSD-AM), cobrou de Mayra Pinheiro os nomes dos senadores teriam vazado conteúdos de e-mail dela que estavam sob sigilo.

— O que a servidora Mayra falou naquele vídeo é muito grave. Ela precisa dizer o nome desses senadores. Isso é gravíssimo, pois coloca sob suspeita o trabalho desses senadores —, pressionou Aziz.

Fora Mayra

Questionado se sabia o nome dos senadores acusados, Omar negou e disse que não iria citar o nome de ninguém, pois não sabe de nada.

—  O que ela fala é muito grave, ela não pode continuar mais no Ministério da Saúde.

Jogo de cartas marcadas

Aziz cita a grave acusação de Mayra, que chegou a dizer que cinco membros da CPI estavam lá para tocar a bola para ela fazer o gol.

— Ela precisa ser afastada imediatamente –, comentou.

Mayra 'Capitã Cloroquina' na CPI da Pandemia

Galho forte

Idealizado pelo vereador Amom Mandel (sem partido), o Projeto Galho Forte chegará à marca de 1.934 árvores plantadas na capital amazonense, neste sábado (31/07).

O décimo primeiro plantio acontecerá no entorno do Largo do Igarapé do Mestre Chico, bairro Cachoeirinha a partir das 7 horas.

Sentimento verde

A ação tem ganhando cada vez mais voluntários a cada edição, o que tem estimulado os organizadores a intensificar as atividades.

— Nosso objetivo não é só plantar árvores, mas estimular na população um sentimento de mudança e atitude para proteção e

melhoria da causa ambiental –, comenta Amom.

Mas, índio tem carro?

Os índios da Amazônia estão entregues à própria sorte. Militares e agentes envolvidos na Operação Samaúma apreenderam na quarta cerca de 800 litros de combustível — entre gasolina e diesel — no interior da Terra Indígena Apyterewa, a 200 quilômetros do município de São Félix do Xingu, no Pará.

Cúmplices do crime

Como índio não tem carro, ficou claro que o posto vinha sendo utilizado por invasores de  terras indígenas para abastecer motos, motosserras, maquinários.

— É uma estrutura de apoio ao desmatamento nessas reservas – deduziu o agente federal do Ibama, Wallace Lopes.

Na ação, ainda foram apreendidos um gerador, 334 litros de óleos lubrificantes, uma balança de precisão e uma pequena quantidade de ouro.

Bombas lacradas

Agentes do Ibama multaram a proprietária do estabelecimento clandestino em 110.000 reais e lacraram as bombas de gasolina e diesel. A ação teve o suporte da Polícia Federal e da Força Nacional de Segurança Pública.

Guedes detona IBGE

O  ministro da Economia, Paulo Guedes, soltou os cachorros sobre o IBGE. Isso porque o órgão divulgou, na manhã desta sexta-feira, 30, a taxa de desemprego de 14,6% no trimestre encerrado em maio. O resultado não agradou ao “posto Ypiranga”de Bolsonaro.

— Vamos ter que rever, acelerar os procedimentos do IBGE, porque o IBGE ainda está na idade da pedra lascada”, afirmou o ministro.

Paulo Guedes

Pedra lascada

Para Guedes, a metodologia de pesquisa do Instituto está “na idade da pedra lascada”. O ministro afirmou que o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados  (Caged), publicado pelo governo federal, comprova que o Brasil está criando empregos “rapidamente”.

Contradição óbvia

Em entrevista a O Globo, o presidente do DEM, ACM Neto,  disse que  ao  nomear o senador Ciro Nogueira (PP-PI) para a Casa Civil, o presidente Jair Bolsonaro deixa claro a incoerência política.

— É óbvia a contradição entre o discurso de Jair Bolsonaro quando era candidato em 2018 e a postura que tem adotado como presidente da República.

Papo furado

Para o dirigente do DEM, Bolsonaro decidiu reforçar a sua aliança com o Centrão para "criar bases para o projeto de reeleição em 2022".

— Houve no passado todo um discurso condenando partidos que, neste momento, se tornam essenciais para a sustentação do governo. Ele se rendeu ao pragmatismo político –, afirma Neto.

Mas que opções, hein?

Cortejado por pré-candidatos a presidente, Neto diz que a prioridade da legenda neste momento é construir uma candidatura própria.

Segundo ele, há dois nomes que despontam como opções no DEM: o ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta e o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco. A seguir, os principais trechos da entrevista.

ÚLTIMA HORA

Live de Bolsonaro foi “patética e absurda”, dizem ministros do STF

Bolsonaro é cada vez mais criticado

Ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) chamaram, nos bastidores, de "patética" e de "absurda" a live da última quinta-feira (29/7) do presidente Jair Bolsonaro, criticando-o amplamente. O mandatário anunciou a transmissão dizendo que levaria provas de fraude nas eleições de 2018, mas apresentou vídeos antigos já desmentidos e admitiu que “não tem como se comprovar que as eleições não foram ou foram fraudadas”. Mesmo admitindo a questão, Bolsonaro jogou para o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a responsabilidade de provar que não há fraude — o que é chamado de inverter o ônus da prova, algo que foi comentado pelos ministros. Ou seja, o presidente quer que o tribunal prove que não há fraude, quando no sistema do Judiciário a situação é inversa — quem diz que houve fraude é que deve provar.

Bolsonaro foi desmentido pelo TSE em tempo real. No decorrer da transmissão, o tribunal utilizou a rede social Twitter para combater a desinformação.  O presidente do STF, Luiz Fux, prepara para a próxima semana um discurso na reabertura do ano Judiciário no qual irá falar sobre democracia, e como cada instituição e ator institucional precisa atuar dentro dos seus limites, sem extrapolar, para a democracia se manter firme.

ORGULHO

Para incentivar a imunização total da Covid-19, a rede de pizzaria Domino’s dará uma pizza gratuita para as pessoas que tomarem a segunda dose da vacina contra o coronavírus. (no Rio de Janeiro) A campanha começou no último dia 19. Ela será válida toda segunda-feira até que todos tenham sido completamente imunizados no Brasil.  As informações são do portal Só Notícias Boa. Na “promoção”, a segunda pizza sai de graça para quem tomou, ou vai tomar a segunda dose. Os pedidos devem ser feitos por WhatsApp. Quem já tomou a segunda dose, basta entrar em contato via Whatsapp da Domino’s, no número (21) 97301-5191.

VERGONHA

Sem apoio do pode público, atletas vão às ruas de Manaus pedir ajuda para participar de competições

Atletas vão às ruas pedir dinheiro

Em Manaus, não raro encontramos atletas de quimono e uma placa de papelão na mão pedindo ajuda financeira para participar de competições fora de Manaus. Eles fazem parte da academia que nem sempre têm condições de bancar o sonho do atleta. É o caso da  academia  Zyon, um projeto filantrópico que existe há cinco anos e reúne 100 alunos (entre crianças, adolescentes e adultos), que volta e meia vai às ruas pedir ajuda. O projeto é  idealizado pelo sensei João Wanderley, 31, no bairro Zumbi 3, Zona Leste. Campeões em todos as disputas que já participaram, os  atletas e o professor já foram às ruas em busca de  ajuda para competirem em outros estados.  Atletas de outras modalidades como vôlei, natação e atletismo também podem ser vistos nas ruas de Manaus. Está na hora do poder público voltar o olhar para esses atletas.

Mário Adolfo

Mário Adolfo

Jornalista formado pela UA, com mais de 40 anos de experiência. Dois prêmios Esso e criador do personagem Curumim, o Último herói da Amazônia.