BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Dito & Feito - “Eu sou a Amazônia nas prévias do PSDB”, diz Arthur


Presidente do diretório regional do PSDB no Amazonas e candidato às prévias presidenciais que serão realizadas em novembro deste ano, Arthur Virgílio avisou que chega à disputa com 32 anos de serviços prestados ao PSDB e com a bandeira da defesa da Amazônia.

— Já está mais do que na hora do país enxergar a Amazônia da forma que deve ser vista – disse o ex -prefeito, senador e ministro.

Virgílio é um dos quatro nomes que disputarão as prévias tucanas, e faz questão de dizer que todos os candidatos têm bagagem para essa disputa.

— O PSDB tem quadros, sempre foi um partido de quadros fortes.

Governou por oito anos e, quando não ganhou as eleições, foi o segundo, sendo escolhido pelo país para ser o fiscal do governo eleito. Muita gente não entende isso, mas é um lugar de honra, de respeito.

Olhos estratégicos

Arthur que está convencido de que o PSDB, independentemente do resultado das prévias, sairá coeso para o pleito de 2022.

— Eu tenho essa obrigação de apresentar a Amazônia como uma das regiões mais importantes do país e do planeta e que precisa ser tratada com esses olhos estratégicos –, disse.


O inimigo da Amazônia

O candidato às prévias do PSDB comentou que mudaria a política internacional em relação à Amazônia em 180 graus, porque hoje o  Brasil é hoje “um país completamente desprestigiado, o que pode se tornar uma ameaça real”.

— Vou apresentar um projeto de governo que vai contemplar bastante essa análise. Temos um ministro do meio ambiente que é o avesso do bom senso, que é o avesso da boa-fé, eu diria que ele é um inimigo da Amazônia, dos índios e do uso sustentável das nossas riquezas –, denunciou Arthur Neto.

Ataques criminosos

Em parceria com o estado do Rio de Janeiro, o governo  do Amazonas já prendeu 14 pessoas envolvidos nos ataques criminosos ocorridos no Amazonas e integrantes de uma estrutura de lavagem de dinheiro, financiada pelo tráfico de drogas.

— Eu havia dito que não iríamos descansar enquanto não tivéssemos prendido todos os envolvidos, e hoje nós concluímos essa primeira etapa – festejou o governador Wilson Lima.

“Mão de Ferro”

A prisão de elementos do crime organizado faz parte da operação “Mão de Ferro”, coordenada pela Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM), no intuito de prender todas as pessoas que praticaram ações criminosas na capital e no interior do Amazonas.

— Nós prendemos todos os envolvidos naqueles atos que foram realizados aqui na capital e alguns municípios do interior. Todos irão pagar com o devido rigor da lei – disse Wilson.

“Cova” América

Quebraram a cara aqueles – como Jair Bolsonaro e a CBF –, que defenderam a tese de que a Copa América não representaria risco de contaminação da Covid-19. Pois bem, até sexta-feira, 18/06,  o Ministério da Saúde já tinha confirmado 82 casos de covid-19 de pessoas envolvidas na Copa América.

O número representa uma elevação em relação ao dado da véspera, de 66 infectados. Dos 82 contaminados, 37 são de jogadores e membros das delegações e outros 45 de prestadores de serviços contratados para o evento. Houve, assim, um aumento de 10 jogadores e integrantes de delegações infectados e 6 prestados de serviço em relação à quinta-feira.

Boi na Arena

Apesar dos tempos tristes de pandemia, o boi de Parintins não pode parar. Pelo segundo ano consecutivo, no último sábado de junho, Caprichoso e Garantido levarão para o Bumbódromo uma apresentação mais intimista para manter a tradição do festival folclórico, adiado novamente em 2021 por conta da pandemia de Covid-19.

Parintins na telinha

Sem a presença de público, os bumbás entrarão na arena no dia 26, a partir das 20h30, para a live que será transmitida pela TV A Crítica, no canal 4 da TV aberta.

Isto é que é

Com apoio do Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa, e da Coca-Cola Brasil, o boi na Arena  tem o objetivo de gerar renda para trabalhadores envolvidos no evento, principal propulsor econômico da cidade.

Latinha solidária

Em apoio aos artistas da ilha e em alusão à magia do Festival, serão lançadas latinhas temáticas do Guaraná Tuchaua Champ. A renda proveniente da venda dessa edição especial será, em parte, doada aos artistas dos bumbás, por meio de cestas básicas.

13 anos de bafômetro

A Lei Seca no trânsito esta completando 13 anos. Entrou em vigor no Brasil em 19 de junho de 2008. De lá para cá, a rigidez com condutores que bebem e assumem a direção de um veículo aumentou.

No Amazonas, os números mostram isso. De junho de 2008, quando foi criada, até maio deste ano, o Detran-AM autuou 12.374 condutores pelo descumprimento da Lei Seca.

Álcool e carro...

Mas, apesar da data comemorativa, não há muito o que se comemorar. Isso porque muitos condutores ainda insistem em misturar bebida alcoólica com direção. E o resultado é fatal.

...mistura fatal!

levantados pela PC-AM entre 2016 e abril deste ano, 1.367 condutores foram indiciados por crimes de trânsito. Desse total, 620 mataram alguém e 747 lesionaram uma ou mais pessoas nas ruas de Manaus.

Circuito cultural

Quer fazer um circuito cultural? Vá ao Largo de São Sebastião e percorra o roteiro de exposições de manifestações artísticas em diferentes linguagens.

Galeria do Largo: a arte vai à praça

Exposição no Largo

A mostra está em cartaz na Galeria do Largo e na Casa das Artes, localizadas no Largo. E pode ser visitada de terça-feira a  domingo, das 15h às 20h, com acesso gratuito. Não precisa de agendamento. É só seguir os protocolos de segurança.

Guardai os vossos pandeiros

O carnaval do Brasil perdeu Laíla para a Covid-19. A notícia sobre a morte do diretor de carnaval foi dada pela escola de samba Beija-Flor. Ele estava internado no Centro de Terapia Intensiva (CTI) do Hospital Israelita Albert Sabin, na Tijuca, Zona Norte do Rio.

Laíla (na caricuatra), a cara do carnaval do Rio

Lenda do carnaval

Laíla estava no carnaval há mais de 50 anos. Foi o fundador da Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa) e teve passagens pela Beija-Flor, Vila Isabel e Unidos da Tijuca. Era conhecido pela disciplina que comandava a harmonia das escolas por onde passou.

Veio e viu

Laíla veio ao Amazonas algumas vezes, quando as escolas por onde passou tiveram a Amazônia como enredo. Numa dessas vezes esteve em Parintins para ver de perto a magia do boi bumbá e abrir as portas para artistas da ilha no carnaval mais bonito do mundo. A última escola em que atuou no Rio de Janeiro foi a União da Ilha, em 2020.

A voz da experiência

Do presidente Fernando Henrique Cardoso – que, nesta sexta-feira, 18, completou 90 anos –, alertando o país para o perigo do autoritarismo:

— Fernando Henrique faz um alerta contra o autoritarismo e defende a união de políticos pela democracia.

“Eu acho que nós vivemos um momento que requer frente ampla. Requer que haja aqueles que acreditam no jogo democrático e impeçam que o país, sem querer, vá resvalando, vá deslizando na direção de uma situação mais fechada, mais autoritária.

Tralli chora no Hoje

César Tralli: comoção ao dar a notícia da morte de Toninho, colega na Globo

O apresentador César Tralli  se emocionou durante o "Jornal Hoje" ao noticiar a morte de um colega de trabalho, Antônio Alves Gomes, de 59 anos. O editor de imagens trabalhava na Globo e morreu após lutar duas semanas contra a Covid-19.

— É uma notícia muito triste. A Covid levou um grande amigo. Ele era mais que uma pessoa querida. Era dedicado e competente. Ensinou gerações de jornalistas aqui na emissora –, comentou Tralli.

Aplausos a Toninho

Enquanto eram exibidas imagens de Toninho, o apresentador continuou.

— Não é mais um número, mas sim uma vida que infelizmente a covid-19 leva. A família fica dilacerada e nós, amigos, inconformados.

Na sequência, em homenagem, o apresentador e os colegas de trabalho aplaudiram Antônio.

ÚLTIMA HORA

Bolsonaro ameaça que país pode ter uma “convulsão social” após a eleição de 2021

Bolsonaro: dúvidas sobre o voto eletrônico, críticas a Barroso e Lula

Mais uma vez o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) lançou dúvidas sobre a urna eletrônica e o sistema eleitoral brasileiro, sem mostrar nenhuma prova ou indício. Bolsonaro voltou a defender a adoção do voto impresso para urnas eletrônicas, insinuou que há um favorecimento do ministro Luís Roberto Barroso, presidente do TSE  e do STF  ao ex-presidente Lula e disse que pode haver uma "convulsão" social após as eleições de 2022.  Em sua live semanal nas redes sociais, o presidente comentou falas de Barroso, de que o voto impresso não será adotado. Bolsonaro faz campanha para que o Congresso Nacional aprove uma emenda à Constituição, para que o voto eletrônico tenha impressão de cédulas.

— Se [o Congresso] promulgar, teremos eleições sim com voto auditável. Vai ter sim, Barroso, vai ter sim. Vamos respeitar. Vamos respeitar o parlamento brasileiro, caso contrário teremos dúvida nas eleições. Podemos ter um problema seríssimo no Brasil, pode um lado ou outro não aceitar, criar uma convulsão no Brasil –, ameaçou.

ORGULHO

Umbelino: declaração de amor em forma de girassóis

O cearense João Umbelino de Sousa, de 41 anos, encontrou uma forma criativa de expressar seu amor pela namorada. Ele plantou 500 pés de girassóis para a paixão de sua vida. Foi o presente inusitado que o consultor educacional decidiu dar para a amada ao completarem um ano de namoro: “a planta que remete à felicidade”, disse ele.

— Queria fazer algo marcante e original. Algo que ela pudesse sentir todo amor que tenho por ela –, contou João em entrevista ao Diário do Nordeste.

Ele quis colorir com girassóis a cidade de Quixeramobim, no Ceará, para a chegada da namorada, que mora em Fortaleza, a 190 km de distância. João começou a plantação em março deste ano pelas ruas de Quixeramobim.

VERGONHA

De acordo com levantamento da Acontece Arte e Política LGBTI+ e Grupo Gay da Bahia divulgado em maio, o Brasil registrou a ocorrência de 237 mortes violentas de LGBTs (lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais) em 2020 no Brasil. Foram 224 homicídios (94,5%) e 13 suicídios (5,5%). A entidade, que faz anualmente o levantamento dessas mortes desde 1980, aponta que houve pela primeira vez o aumento das mortes de travestis e mulheres transsexuais no ano passado em relação a 2019. Foram 161 travestis e mulheres transsexuais (70%), 51 gays (22%), 10 lésbicas (5%), 3 homens transsexuais (1%), 3 bissexuais (1%) e 2 homens heterossexuais confundidos com gays (0,4%) mortos no ano passado.

Mário Adolfo

Mário Adolfo

Jornalista formado pela UA, com mais de 40 anos de experiência. Dois prêmios Esso e criador do personagem Curumim, o Último herói da Amazônia.