BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Dito & Feito - Campanha “Defund Bolsonaro” alerta o mundo a parar de financiar a destruição da maior floresta do planeta


Uma campanha chamada “Defund Bolsonaro”(cortar o financiamento a Bolsonaro, em inglês), lançada nesta quarta-feira (2), busca alertar e conscientizar empresas, investidores, consumidores e líderes globais sobre para que se distanciem do presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, de forma a evitar a destruição da Amazônia.

Lançada nesta quarta-feira, 2hoje (2) pela Apib, pelo Observatório do Clima, a Mídia Índia e o movimento 342 Amazônia, a campanha quer sensibilizar governos, empresas, investidores, cidadãos do mundo para a destruição da maior floresta do planeta Terra. É urgente ‘desapropriar Bolsonaro’, ressalta a campanha, e tornar a proteção da Amazônia uma condição obrigatória para o desenvolvimento, os negócios e os investimentos.

Lançada nesta quarta-feira, 02/09, pela Apib, Observatório do Clima,  Mídia Índia e  movimento 342 Amazônia, a campanha “DefundBolsonaro”reúne indígenas e ambientalistas para pressionar governos, empresas, investidores, cidadãos do mundo a parar de financiar a destruição da maior floresta do planeta

Corporações parasitas

O filme da campanha é chocante.

Uma voz de criança pergunta:

— Você está sentindo o cheiro de fumaça?”.

E explica que é a Amazônia queimando. De novo! Em tom melancólico, lembra que os incêndios não são naturais, mas criados por “corporações parasitas” e pela “ganância , globalizada”. E sentencia:

Bolsonaro permite isso.

Em cada respiração

O vídeo da campanha defundbolsonaro.org lembra que as marcas que bancam esse governo, estão por trás das queimadas e do desmatamento da Floresta Amazônica. E avisa:

— Se você acha que esses incêndios não vão queimar você, pense de novo. A Amazônia está em cada respiração sua.

ANS pune Unimed

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) divulgou hoje (30) uma lista com 11 planos de saúde que serão suspensos. Três são da Unimed de Manaus. Oito pertencem à operadora Unimed Norte-Nordeste.

Mais de mil denúncias

A medida é decorrente das 14,9 mil reclamações enviadas pelos consumidores nos meses de abril, maio de junho. Foram relatadas negativas de cobertura e descumprimento dos prazos máximos para realização de consultas, exames e cirurgias. Com a suspensão, que vale a partir de 10 de setembro, esses planos não poderão ser comercializados para novos clientes.

Incompetência

Tanto a Unimed Norte-Nordeste como a Unimed de Manaus chegaram a ter a alienação de carteira determinada pela ANS. Isso ocorre quando se avalia que a operadora de plano de saúde não tem conseguido garantir a assistência aos consumidores. Dessa forma, ela é obrigada a negociar a transferência da totalidade de sua carteira de beneficiários para outra operadora.

É com esse que eu vou

Raposa felpuda da política baré, o deputado federal Átila Lins, presidente estadual do Progressistas, já decidiu: vai mesmo apoiar o pré-candidato a prefeito de Manaus, David Almeida (Avante).

Marcha dos Lins

Com Átila, todo o clã dos Lins marchará ao lado de David. A decisão foi tomada depois de uma conversa de pé de ouvido entre o ex-governador e o  hepta-deputado.

Toma lá...

Mas é claro que, em se tratando de Átila, figura expoente do Centrão, esse apoio tem uma moeda de troca. Até porque o Centrão só atua na base do toma lá, dá ca.

...dá cá!

A raposa felpuda deixou claro que a aliança só vai pra rua se o médico George Lins – presidente do Diretório Municipal em Manaus –, for o vice de David Almeida.

David vai aceitar?

Grande alma

O espírito de Mahatma Gandhi baixou na Therezinha Ruiz (PSDB) que vem pregando a política da não violência. A parlamentar insiste na necessidade de um novo diálogo entre o secretário estadual de Educação, Luis Fabian e os representantes da Asprom Sindical e Sinteam, em busca de um entendimento sobre as aulas presenciais.

Caboco tranca-porta

Therezinha disse que temos que dar oportunidades aos jovens que precisam de preparo para o Enem, com nota suficiente para ingressar na universidade.

— Por isso temos que insistir no diálogo. O que não pode é radicalizar, trancar a porta da escola com cadeado.

É pau puro

Em conversa por telefone, o secretário Fabian disse à deputada que em três reuniões com os sindicatos, tratou do plano de retorno às atividades. E hoje, a  maioria dos professores está em sala de aula.

— Mesmo assim, eles (os sindicatos)  persistem, quando deveriam contornar a situação – detonou Fabian

Bolsas intocáveis

Em sessão remota nesta quarta-feira (2), o Plenário do Senado aprovou o projeto que veda qualquer corte na concessão de bolsas de pesquisa enquanto o país estiver em estado de calamidade pública reconhecida pelo Congresso Nacional.

De autoria do senador Jayme Campos (DEM-MT), o PL 4.108/2020deixa claro que as bolsas deverão ser mantidas durante o estado de calamidade.

Índios e quilombolas

O  senador Eduardo argumentou ser mais do que justa a manutenção de bolsas de estudo durante a pandemia, uma vez que os beneficiados precisam, na maioria das vezes, ter dedicação exclusiva, e não contam com outros recursos para financiar necessidades básicas, como alimentação, moradia e transporte.

— No caso dos índios e quilombolas, faz justiça aos que são mais esquecidos e excluídos”.

Durante pandemia

No caso específico da atual pandemia do coronavírus, a vedação de corte se estenderá pelo prazo de um ano contado do fim do estado de calamidade, incluída sua eventual prorrogação.

Vítimas em casa

A "Semana de Conscientização e Combate ao Relacionamento Abusivo" está sendo criada por conta do aumento das denúncias de violência domésticas, recebidas no canal 180. O projeto de lei é de  autoria do Deputado Felipe Souza (Patriota).

Aumenta a violência

O parlamentar alerta que a violência contra mulher em Manaus cresceu quase 40% em relação ao mesmo mês de 2019, segundo dados do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMDH).

—  Diante do pouco debate do tema, minha proposta tem objetivo promover a reflexão sobre os relacionamentos abusivos e seus reflexos para os envolvidos, suas famílias e para a sociedade –, declarou Felipe.

Pastor

O pastor Marcos Coty, um dos líderes do movimento chamado Jovens Com Uma Missão (JOCUM) e apoiador de Jair Bolsonaro, publicou no Twitter uma imagem ironizando o cacique Raoni Metuktire, internado por causa do coronavírus na última segunda-feira (31). A imagem diz que o líder indígena “teve o sistema antivírus atualizado”. A postagem gerou protestos nas redes sociais.

Amor no tempo da Covid

Neymar – em quarentena por Covid-19 – começar um affair virtual com a paraibana e estudante de nutrição Lanny Santana. Mas resolveu tirar o time de campo ao descobrir que a moça expôs a conversa entre os dois em grupos de WhatsApp.

Maria chuteira

Lanny teria postado o print onde um carente Neymar diz: “Vem cuidar de mim. Coisa boa”. E mais, entre os prints compartilhados de suas conversas no Instagram, é possível ver mensagens do próprio Neymar, além de Vinícius Júnior, do Real Madrid, e de David Luiz, do Arsenal. Só boleiros famosos.

ÚLTIMA HORA

Em live na noite desta quinta-feira (3/9) transmitida de Eldorado, interior paulista, o presidente Jair Bolsonaro sugeriu que o ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta incentivou a compra de respiradores superfaturados. A declaração ocorreu após o presidente voltar a defender a hidroxicloroquina como tratamento contra o novo coronavírus. Ele segurava uma caixa do remédio quando iniciou as críticas, chamando Mandetta de "marqueteiro da Globo".

— Vocês lembram do primeiro ministro nosso que virou marqueteiro da Globo? O Mandetta lá, marqueteiro da Globo. Vivia dando entrevista, a Globo vibrava, né? O que que o marqueteiro falar para vocês? Fica em casa. Quando faltar ar você vai para o hospital. Para que? Para ser entubado. Para ser entubado precisa de respirador. Então vamos comprar rapidinho respirador. Custa R$ 30 mil? Vamos pagar R$ 200 mil. Bem, vocês estão sabendo o que está acontecendo aí, não é isso? –, questionou Bolsonaro ao ministro da Justiça, André Mendonça, que preferiu não comentar o assunto e se absteve a fazer uma careta.

ORGULHO

Adriel foi. O garoto, que há três meses sofreu ataques racistas nas redes sociais, teve a primeira festa de aniversário da vida dele, nesta quarta, 2. Festa surpresa que foi transmitida online e teve presença de famosos. Direto de Salvador, na Bahia, Adriel recebeu vários presentes, entre eles, os parabéns de personalidades como Neymar e o ator Bruno Gagliasso. Os dois gravaram vídeos especialmente para o menino, que completou 13 anos. m junho, Adriel foi vítima de agressões racistas nas redes sociais. O garoto, apaixonado por literatura, tem uma página no Instagram chamada  @livrosdodrii, na qual faz resenhas de livros. Mas alguém mandou mensagem no direct dizendo que ele não deveria ler livros, pra “voltar para sua realidade”. O caso foi parar nas redes sociais, revoltou muita gente. O empresário Fritz Paixão fez uma campanha e reformou a casa do garoto. Hoje, Adriel tem mais de 756 mil seguidores e admiradores.

VERGONHA

O jornalista Alexandre Garcia, apoiador ferrenho do presidente Jair Bolsonaro, voltou a minimizar a pandemia do novo coronavírus,  em comentário gravado para emissoras de rádio e chegou a receitar invermectina, vitamina D e Zinco como forma de se prevenir dos efeitos da doença. “Os americanos descobriram que só 6% dos mortos foram mortos exclusivamente pelo coronavírus. Os outros todos foram comorbidades, inclusive gente que já ia morrer”, afirmou o comentarista.

Aliás, a  contratação pela CNN Brasil de Alexandre Garcia e Sidney Rezende para o quadro Liberdade de Opinião não conseguiu reverter a crise de audiência que o canal de notícias atravessa. Em julho a emissora chegou a despencar 18 posições.

Mário Adolfo

Mário Adolfo

Jornalista formado pela UA, com mais de 40 anos de experiência. Dois prêmios Esso e criador do personagem Curumim, o Último herói da Amazônia.