BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Dito & Feito - MILITARES, VOLTEM PARA O QUARTEL – Lula diz que vai tirar 8 mil militares do governo



O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva  afirmou, durante um evento na sede da Central Única dos  Trabalhadores (CUT) que, se for eleito à Presidência da República no pleito de outubro, irá remover cerca de 8 mil militares que atualmente ocupam cargos comissionados no Governo Federal.

Vamos ter que começar o governo sabendo que vamos ter que tirar quase 8.000 militares que estão em cargos de pessoas que não prestaram concurso. Vamos ter que tirar. Isso não pode ser motivo de bravata, tem que ser motivo de construção. Porque se a gente fizer bravata pode não fazer –, disse Lula de acordo com o jornal O Globo.

Lula já havia criticado na semana passada a presença de militares em cargos comissionados da administração federal. Na ocasião, ele afirmou que “o papel dos militares não é puxar saco de Bolsonaro  nem de Lula”.

— O  Exército não serve para política, ele deve servir para proteger a fronteira e o país de ameaças externas! – disse o ex-presidente..

Ditadura nunca mais

E por falar em militares, o ex-ministro da defesa, general Braga Netto e os três comandantes militares comemoraram o 31 de março de 1964 e escreveram que governo militar "conduziu um período de estabilização”.

Grande estabilização

Liberado por Braga Netto, o texto diz que no pós-1964 “a sociedade brasileira conduziu um período de estabilização, de segurança, de crescimento econômico e de amadurecimento político”.

Ops, general!

Não foi bem assim, general.

A ditadura militar durou 21 anos. Terminou apenas em março de 1985, quando um civil assumiu a Presidência da República –José Sarney tomou posse na condição de vice de Tancredo Neves (1910-1985), que teve de ser hospitalizado na véspera e depois morreu sem nunca ter assumido.

Inflação de 215%

Agora vejam só a  “estabilização e segurança econômica” exaltada pelo general. Em março de 1985, o último general – João Figueiredo – ,deixou o governo com uma inflação de 215% no ano anterior. Em 1963, ela estava em 80%.

Na parede da memória

O problema é que eles pensam que o país não tem memória. Ou que já passou tempo suficiente para o povo esquecer o que aconteceu neste país depois de 1964.

Por Mário Adolfo

R$ 1 milhão para Parintins

O  governador Wilson Lima anunciou, nesta segunda-feira (04/03), que o Governo vai destinar R$ 1 milhão para Prefeitura de Parintins reparar danos causados pela chuva que atingiu o município (a 369 quilômetros de Manaus) entre o último sábado e domingo.

Wilson Lima foi ver de perto os estragos na ilha de Parintins

Sacudiu a ilha

O governador e secretários de Estado, acompanhados do prefeito Franck Bi Garcia, estiveram nas áreas afetadas para fazer um levantamento dos estragos.

— Minha preocupação maior é com as pessoas, com as famílias que foram afetadas, aquelas residências atingidas. Precisamos entender como podemos ajudá-las”, disse o governador.

Dilúvio

Mais de 1,3 mil famílias sofrem os impactos de mais de 15 horas de chuvas intensas, que resultaram em alagamentos e deslizamentos de terra em 15 bairros da cidade, segundo monitoramento do Subcomando de Ações de Proteção e Defesa Civil do Governo do Estado. O volume de chuva registrado em Parintins no último domingo é o maior em 10 anos, segundo a Prefeitura do município.

Pão e circo

A prefeitura do município de Rio Preto da Erva desembolsou dos cofres públicos a bagatela de R$ 800 mil para contratar o show do cantor Wesley Safadão.

Rasgando dinheiro

Enquanto isso o município segue sem saneamento básico, escolas precisando de reforma, igarapés poluídos e falta de segurança.

Barulho alto

O furacão Safadão  aconteceu no domingo (03) quando o município – localizado a 57 Km de Manaus –,  comemorou o aniversário de 40 anos, atraindo mais de 10 pessoas para o “forró bodó”.

Nadando em dinheiro

É por isso que o cachê mensal de Wesley Safadão não para de subir. O cachê mensal de Safadão agora gira em torno de R$ 8 milhões e R$ 12 milhões por mês. Tal faturamento explica a compra do novo jatinho de R$ 14 milhões.

Novo brinquedinho

O cantor cearense  recebe na casa de R$ 600 mil e cobra até R$ 800 mil por shows, foi o único do ramo showbizz nacional que não sofreu uma queda, indo cada vez mais na contra mão da grave crise financeira que atinge o Brasil.

Cidade limpa e colorida

O prefeito de Manaus, David Almeida desafiou toda equipe da Semulsp a continuar os trabalhos e não fazer menos do que estava sendo feito, para Manaus continuar sendo referência nacional em limpeza.

— O resultado que eu quero é o que a secretaria já está dando: uma cidade limpa, alegre e colorida, para que  possamos manter Manaus como a cidade mais limpa do Brasil! – exaltou Davi.

Alô prefeitura!

Na Beira-Rio, do Coroado, a loja que compra sucatas joga a na pista e fecha uma das mãos com um contêiner

E aqui vai uma dica: para fazer o que o prefeito pediu, a equipe da Semulsp deve logo de saída dar uma passadinha na  avenida beira-rio, do bairro do Coroado, onde um comércio de sucatas espalha lixo na calçada e fecha uma mão da pista com a colocação de um gigantesco contêiner para coletar  todo tipo de bugiganga.

De tucano pra tucano

O ex-governador de São Paulo, João Dória (PSDB-AM) só teve uma palavra de incentivo para prosseguir com sua pré-candidatura à presidência da República: do ex-senador Arthur Virgílio, seu companheiro de partido e com quem disputou as prévias do PSDB.

Vai em frente

Arthur disse que conversou longamente hoje com o tucano pauista e o  incentivou a manter sua pré-candidatura à presidência da República.

— Conversei e falei pra ele: ‘olha, talvez você tenha sido precipitado, acho que o Rodrigo foi de certa forma precipitado também, porque acho que o Rodrigo tem todas as condições de competitividade, mas, enfim, o seu dever é continuar –, relatou.

Aviso aos navegantes

O ano de 2022 poderá registrar uma enchente bem maior que a de 2021. Só para ter uma ideia, as águas do  Rio Negro já estão está acima do normal e ultrapassou os 27 m. A cota máxima pode variar entre 28,7 e 30,1 m. Com isso, as populações de cidades do interior já estão subindo o assoalho das casas.

Avenida virou rio

Em 2021, o nível do Rio Negro alcançou 30 metros neste sábado (5), ultrapassando em 3 centímetros a cota recorde registrada no ano de 2012. Assim Manaus registra a maior cheia da história, desde o início dos registros em 1902.

Cidade flutuante

A água chegou até ao relógio municipal, na avenida Eduardo Ribeiro, Centro de Manaus se encheu de passarelas improvisadas de madeira.

ÚLTIMA HORA

Eduardo Bolsonaro debocha da tortura sofrida por Míriam Leitão na ditadura

Bastou Míriam dizer que Lula é melhor que Bolsonaro para ser agredida pelo filho do presidente

Uma publicação em rede social do deputado Eduardo Bolsonaro (PL-SP), debochando da tortura sofrida pela jornalista Míriam Leitão, colunista do GLOBO, durante a ditadura militar, provocou uma onda de repúdio.  No domingo, 3, o filho do presidente Jair Bolsonaro debochou da tortura sofrida pela jornalista Miriam Leitão durante a ditadura militar. Eduardo Bolsonaro escreveu, em rede social, "ainda com pena da cobra", em resposta a uma postagem de Miriam Leitão, na qual a jornalista afirmou que o presidente Jair Bolsonaro é um inimigo confesso da democracia.    O comentário faz alusão a uma das torturas sofridas por Miriam durante a ditadura militar. Segundo relatos da própria jornalista, ela teve de ficar nua em frente a dez soldados e três agentes de repressão e passar horas trancada em uma sala com uma jiboia. Na época, ela estava grávida de um mês. Ela ainda foi presa e torturada com tapas, chutes e golpes que abriram sua cabeça.

Na época, ela estava grávida de um mês. Ela ainda foi presa e torturada com tapas, chutes e golpes que abriram sua cabeça.  O deboche do filho do presidente Bolsonaro foi condenado por políticos como o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), o senador Randolfe Rodrigues (Rede), o senador Alessandro Vieira (PSDB), a deputada Natália Bonavides (PT-RN) e o presidente do Novo, Eduardo Ribeiro, dentre outros.

ORGULHO

O pessoal do streaming DishLatino encheu muitos corações de felicidades na última semana! Eles lançaram um comercial, no qual o garoto-propaganda é o Chaves!  É verdade, o menino órfão que ganhou nossos corações nos anos 80 e 90, foi trazido de volta às telinhas graças a uma tecnologia chamada Deepfake! E ficou espetacular! Segundo o DishLatino, para trazer o “Chaves do Oito” de volta à vida, não foi utilizado nenhum material gravado anteriormente por Roberto Gómez Bolaños — que interpretou o menino órfão e faleceu há oito anos. Tudo foi criado do zero, em um trabalho que contabilizou mais de mil horas ao longo de 41 dias. O deepfake permite recriar ou alterar digitalmente o rosto de uma pessoa, modificando características faciais mesmo durante movimentos.

VERGONHA

A defesa do deputado federal Daniel Silveira (União-SP) entrou com um pedido ao ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), afirmando que a tornozeleira eletrônica colocada no parlamentar está "com vida própria", "vibrações" e "ruídos estranhos". A defesa pede mudança imediata substituição do equipamento de monitoramento. Depois de dias resistindo, o deputado Daniel Silveira finalmente acatou a ordem do ministro Alexandre de Moraes, do STF, e colocou tornozeleira eletrônica, na última quinta-feira (31/3).

Mário Adolfo

Mário Adolfo

Jornalista formado pela UA, com mais de 40 anos de experiência. Dois prêmios Esso e criador do personagem Curumim, o Último herói da Amazônia.