Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Dito & Feito - Bolsonaro joga gasolina na fogueira dos governadores


O presidente Jair Bolsonaro responsabilizou os governadores pela não redução do preço dos combustíveis nos postos de gasolina mesmo com baixas sequenciais dos preços nas refinarias.

No Twitter, o presidente questionou por que, após a terceira queda dos preços nas refinarias, o valor do litro não diminui nos postos.

— Porque os governadores cobram, em média 30% de ICMS, sobre o valor médio cobrado nas bombas dos postos e atualizam apenas de 15 em 15 dias, prejudicando o consumidor –, respondeu, ele mesmo, em outro post.

—Como regra, os governadores não admitem perder receita, mesmo que o preço do litro nas refinarias caia para R$ 0,50 o litro –, escreveu Bolsonaro.

Canetaço no ICMS

O que o presidente da República pode fazer, para diminuir então o preço do diesel/gasolina para o consumidor? O próprio Bolsonaro respondeu:

— Mudar a legislação por lei complementar de modo que o ICMS seja um valor fixo por litro, e não mais pela média dos postos (além de outras medidas).

Valor fixo

O presidente que prometeu enviar para o Congresso projeto de Lei Complementar para que o ICMS seja um valor fixo por litro.

— E não mais pela média dos postos (além de outras medidas) ם, observou o presidente.

Reação

Em nota, 21 governadores – quase todos apoiadores de Bolsonaro –  reagiram à mensagem do presidente, sugerindo  "um debate responsável acerca do tema" e reiterando a disponibilidade para, "nos fóruns apropriados, debater e construir soluções".

Ninguém tasca

O governadores não gostaram da forma como o tema foi lançado pelo Presidente da República, exclusivamente por intermédio de redes sociais", e advertiram que o "ICMS está previsto na Constituição Federal.

E lembraram que é a principal receita dos Estados para a manutenção de serviços essenciais à população, a exemplo de segurança, saúde e educação".

Gentileza...

A gerência do Bradesco, agência Sefaz, no Aleixo, está de parabéns.

Nos dias de pagamento dos benefício – o primeiro dia útil de cada mês –, abre a agência às 7h30 para os “velhinhos” sacarem o benefício  e, generosamente,  serve café com leite e bolacha.

...gera gentileza!

A maioria dos idosos que acordam cedo para sacar o benefício, sequer tomaram café antes de sair de casa para ir ao banco.

Cartão alimentação

Ainda tem gente reclamando do Cartão-Alimentação.

Mesmo com o beneficio chegando a dezenas de milhares de servidores, que não recebiam ou ganhavam menos de R$ 500 de auxílio.

Apesar de tudo, tem servidor reclamando da mudança na forma do pagamento no contracheque para o benefício disponível em cartão magnético.

Lógica de mercado

A mudança é uma exigência do INSS, caso contrário, o valor teria que ser tributado. Por uma lógica de mercado, mais estabelecimentos, em todo Estado, estão se credenciando para aceitar o cartão.

Otimismo em gotas

Na abertura do ano legislativo, na tarde desta segunda-feira (3), os discursos da maioria – principalmente dos senadores simpáticos ao governo –, deram a entender que a democracia está mais forte do que nunca e “o Brasil está se reencontrando com sua trajetória de crescimento econômico”.

Cabra de fé

O senador do Amazonas, Eduardo Braga (MDB) é um do que acredita que o recado dos discursos é de que o Congresso Nacional está preparado para debater os problemas do país.

— As mensagens foram apropriadas, com a expectativa de que o Brasil volte a crescer com a sinalização de geração de emprego e renda para o brasileiro –, aposta o emedebista.

Sem tomada...

A deputada Alessandra Campelo (MDB) teve uma grande sacada para cortar a comunicação de dentro do presídio para fora, de onde sai a voz de comando dos chefões do crime para seus comandados.

...não tem celular!

Ao visitar o Compaji, na BR-174, La Camapello  avisou que está desenvolvendo um Projeto de Lei que visa regulamentar a restrição das fontes de energia dentro das celas.

— A retirada de tomadas dentro das celas evita o uso de celular, reduzindo a comunicação de quem está fora com quem está dentro do sistema. Isso reflete diretamente na segurança pública da cidade –, observou a deputada.

Mulher em dose dupla

O vereador professor Samuel Monteiro (Sem partido) considera que um dia só, 8 de março, seja suficiente para  homenagear a Mulher.

Ele quer instituir no calendário oficial do município de Manaus, o dia da Mulher Adventista, a ser comemorado no primeiro sábado do mês de junho.

O dia delas

Tudo bem que Monteiro queira reconhecer o trabalho das irmãs evangélicas, é justo.

Mas elas não poderiam, também, serem  homenageada a 8 de Março, de fato, o Dia Internacional da Mulher?

Assédio no BBB

Petrix Barbosa, um dos participantes da atual edição do Big Brother Brasil, foi intimado nesta segunda-feira (3) pela Polícia Civil para prestar depoimento após ser acusado de assédio durante o confinamento do reality show, de acordo com informações do portal HugoGloss.

Boca rosa

Petrix está sendo acusado de assediar duas participantes do BBB20.

A primeira situação ocorreu durante uma festa na semana passada em que o competidor sacudiu os seios da influenciadora digital Bianca Andrade, a Boca Rosa.

Genitália

O segundo caso ocorreu na festa de sexta-feira (31).

Petrix foi acusado de esfregar a genitália em Frayslane, enquanto a competidora estava bêbada sentada no chão da casa.

EM ALTA

Mulheres indígenas do Acre encontraram uma forma de produzir sandálias 100% orgânicas no meio da floresta sem prejudicar o meio ambiente. As mulheres produzem os calçados e os homens colhem o látex – com o cuidado de deixar descansar as seringueiras após três tiragens. 15 indígenas trabalham na produção. Dois homens na retirada do látex e 13 mulheres na produção. Os chinelos e sandálias são feitos com puro látex, tingidos naturalmente com terra e urucum, solado com pó de madeira e bordados com linha de palha de buriti.

EM BAIXA

O jornalista Florestan Fernandes rebateu os ataques de Pedro Bial a Petra Costa. “É uma menina querendo dizer para a mamãe dela que ela fez tudo direitinho”, insultou Bial, em entrevista a uma rádio do Rio Grande do Sul nesta segunda-feira. Ele disse ainda que Petra “é uma ótima cineasta”, mas que escorregou em seu último filme, para ele uma “ficção alucinada”. Florestan rebateu dizendo que "obra de ficção não é Democracia em Vertigem de Petra Costa, mas a biografia de Roberto Marinho escrita por  Bial. O “doutor Roberto”, como se refere Bial ao ex-patrão, foi o “democrata” que nos anos 50 fez de tudo para derrubar Vargas e, nos anos 60, apoiou a ditadura militar."

Mário Adolfo

Mário Adolfo

Jornalista formado pela UA, com mais de 40 anos de experiência. Dois prêmios Esso e criador do personagem Curumim, o Último herói da Amazônia.