BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Dito & Feito - É o absurdo dos absurdos – Bolsonaro e Pazuello estão prestes a desperdiçar 6,8 milhões de testes de Covid


Através de uma matéria do jornalista Mateus Vargas, do jornal Estado de S. Paulo, o país inteiro ficou sabendo, estarrecido, que 6,86 milhões de testes para diagnóstico de coronavírus comprados pelo Ministério da Saúde continuam estocados em um armazém do governo federal, em Guarulhos.

E o que é pior nisso tudo: Os testes  perderão a validade entre dezembro e janeiro. Considerado o bam bam bam da logística, o general Pazuello, está prestes a jogar no lixo R$ 290 milhões, que é o custo desses testes que podem ser desperdiçados. O prejuízo é ainda pior. Afinal, muitos brasileiros padeceram e padecem sem diagnóstico em meio à maior pandemia da história da humanidade, enquanto o governo mantém testes guardados em um galpão. Segundo a reportagem, os exames são do tipo RT-PCR, que são os mais precisos e dizem se o paciente está ou não infectado.

Cruel e desumano

O prejuízo é ainda pior, porque além de  cruel e desumano. Afinal, muitos brasileiros padeceram e padecem sem diagnóstico em meio à maior pandemia da história da humanidade, enquanto o governo mantém testes guardados em um galpão.

Não tem desculpas

O ministério tenta se defender, argumentando que não houve pedidos por parte de governadores e prefeitos, por isso os itens não foram distribuídos.

Festival de incompetência

Já estados e municípios dizem que o material adquirido da União chegou incompleto - foram enviados com poucos reagentes, por exemplo - e por isso não houve novos pedidos.

Ministro e presidente

Lambança

Em meio a toda essa lambança, o Ministério da Saúde informou, nesta segunda-feira, 23, que decidiu assinar cartas de intenção com cinco desenvolvedores de vacinas contra a covid-19.

Covaxin da Índia

Houve reuniões com representantes da Pfizer e da BioNTech e o  governo brasileiro conversou com a empresa indiana Bharat Biotech, que testa a Covaxin.

Johson & Johson

Houve também conversas com a Moderna, que divulgou na semana passada eficácia de 94,5% da sua candidata.

Johnson & Johnson

A outra empresa dos EUA na jogada é a Johnson & Johnson, multinacional cuja divisão de vacinas, chamada Janssen.

Brasil conversou com representantes da Rússia

Sputnik

O ministério também vai assinar carta de intenção com o Fundo Russo de Investimento Direto, que negocia em nome do Instituto de Pesquisa Gamaleya.

Na semana retrasada aconteceu o anúncio de que a Sputnik V tem eficácia de 92%.

Te cuida, Aneel

O senador Eduardo Braga (MDB/AM) subiu o tom do discurso e meteu o dedo na ferida do Amapá. Ele anunciou que apoia a  instalação de uma CPI para apurar a responsabilidade da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) pela crise no Amapá.

Ah, se eu fosse de lá!

O estado que sofre há mais de duas semanas com blecautes no fornecimento de energia.

— A Aneel tem total responsabilidade pelos danos no Amapá. Eles têm sorte que eu não sou senador pelo Amapá. Se fosse, eles teriam que responder por danos e perdas –, ameaçou o senador.

O Estado está há mais de 20 dias sem energia elétrica 

Já viu esse filme

Eduardo Braga pode falar com conhecimento de causa. Afinal, foi ministro de Minas e Energia no governo de Dilma Rousseff e, atualmente,  é líder no MDB no senado.

Como vovô votava

Ninguém conseguiu digerir a proposta do senador  Plínio Valério (PSDB-AM). O tucano de Eirunepé  vai apresentar uma emenda à Constituição (PEC) para a retomada do voto impresso já nas eleições 2022.

— O cidadão tem direito de saber que seu voto foi respeitado. O simples fato da possibilidade desse voto ser auditado, vai frear os criminosos da web ou mesmo sanar eventuais falhas na totalização de resultados – disse o senador.

Passado não volta

Plínio anunciou  que está preparando uma PEC no Senado para garantir o voto impresso.

— Foi uma vergonha o que nós assistimos: intimidação, compra de votos, um apagão e tudo mais e então essa coisa precisa acabar e acaba com o voto impresso –, disparou o senador em vídeo.

Trump tropical

As pressões pela substituição da urna eletrônica pelo voto impresso – algo já considerado inconstitucional – têm sido vistas como sinal de que o presidente Bolsonaro  não aceitará uma eventual derrota nas urnas, daqui a dois anos.

O que o mestre mandar

Ao se posicionar favorável ao voto impresso, Plínio mais uma vez se alinha com o discurso de direita do presidente. Bolsonaro intensificou a pregação contra o modelo eleitoral depois de ver a maioria de seus candidatos derrotados no primeiro turno das eleições municipais. Exatamente no momento em que algumas indefinições no governo ameaçam atrapalhar seu projeto eleitoral.

Carrefour banido

A Iniciativa Empresarial pela Igualdade Racial, grupo que reúne empresas transnacionais, como a Coca-Cola, e bancos desligou “por tempo indeterminado” o Carrefour após a repercussão do assassinato de João Alberto Silveira Freitas por seguranças de uma loja da rede em Porto Alegre na última quinta-feira (19).

Igualdade racial

“Os acontecimentos de ontem, dia 19/11/2020, denotam e remetem inexoravelmente a um histórico dos quais não podemos nos furtar. Portanto, o Carrefour seguirá desligado por tempo indeterminado das suas atividades e a participação na Iniciativa Empresarial pela Igualdade Racial”, diz o grupo em nota divulgada no site da iniciativa.

Nova estrada vai...

No momento em que o mundo volta as atenções para a proteção da Amazônia, o governo Jair Bolsonaro decidiu levar adiante projeto para abrir uma nova estrada no coração da floresta.

...rasgar Amazônia!

O traçado passaria por cima de uma área de proteção integral, o Parque Nacional da Serra do Divisor, na fronteira com o Peru –   hoje, dono da maior biodiversidade de toda a região.

O objetivo é abrir um traçado de 152 quilômetros de rodovia do município de Cruzeiro do Sul, no Acre, até a fronteira brasileira com o país vizinho.  Do lado peruano, a rodovia se ligaria à cidade de Pucallpa.

Já está no Denit

O estudo da nova rodovia está em análise pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), órgão ligado ao Ministério da Infraestrutura que cuida das estradas federais.

Não me comprometa

A Prefeitura de Manaus soltou Nota de Esclarecimento onde descarta que a operação deflagrada pela Polícia Federal nesta segunda-feira, 23/11, não diz respeito ao Executivo municipal da capital do Amazonas, conforme noticiado erroneamente em alguns sites.

Operação da PF foi em Presidente Figeuiredo

Foi lá e não aqui

A operação foi detonada em Manaus, mas o trabalho teve como origem o Programa de Fiscalização de Entes Federativos, da Controladoria Geral da União (CGU), no município de Presidente Figueiredo, no segundo semestre de 2019. Durante a ação na capital amazonense foram cumpridos mandados de busca e apreensão e  prisões temporárias.

ÚLTIMA HORA

Nesta segunda-feira (23/11), grupos engajados no movimento negro ingressaram com ação civil pública contra o supermercado Carrefour.

Na ação, as entidades exigem "reparação de dano moral coletivo e dano social infringido à população negra e ao povo brasileiro de modo geral, em razão do cometimento de possível crime de tortura qualificada pelo resultado morte ou homicídio doloso qualificado pela tortura, por seguranças a serviço das empresas rés, amplamente divulgado na mídia e em redes sociais”.

Pelo ocorrido, as associações autoras do processo requerem que as empresas rés do processo sejam condenadas ao pagamento, “de forma solidária, de indenização por dano moral coletivo e dano social no valor de R$ 100.000.000,00 (cem milhões de reais)”.A ação cita que “a rede de supermercados detém extensa folha corrida de atos de racismo, de violação dos direitos humanos, de violação de direitos trabalhistas, e de crueldade contra animais”.

ORGULHO

A Campanha global natalina da Coca-Cola deste ano – depois que tanta gente perdeu parentes e amigos para a pandemia – inspira a valorizar a vida e prega a união, mantendo a distância social. Neste Natal, o melhor presente é estarmos juntos’, diz a campanha. O filme “A Carta” é dirigido por Taika Waititi e marca 100 anos, desde a primeira campanha publicitária da marca. O filme criado pela Wieden + Kennedy London – e adaptado para ‘A Carta’ pela agência DAVID São Paulo – desvenda a magia natalina em um conto de esperança. E mostra o amor incessante de um pai por sua filhinha e toda a sua jornada para realizar o desejo da pequena na época de Natal.

VERGONHA

A ONU (Organização das Nações Unidas) no Brasil divulgou nota pública na 6ª feira (20.nov.2020) afirmando que a morte de João Alberto, homem negro que foi espancado e morto por 2 homens brancos no supermercado Carrefour em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, na noite de 5ª feira (19.nov.2020), evidencia as diversas dimensões do racismo e as desigualdades encontradas na estrutura social brasileira.

Na nota, a ONU Brasil diz que “milhões de negras e negros continuam a ser vítimas de racismo, discriminação racial e intolerância, incluindo as suas formas mais cruéis e violentas“. Traz os dados de que a cada 100 homicídios no país, 75 são de pessoas negros. Afirma, assim, que o debate acerca da eliminação do racismo e da discriminação racial é urgente e necessário, envolvendo todas e todos os agentes da sociedade, incluindo o setor privado.

Mário Adolfo

Mário Adolfo

Jornalista formado pela UA, com mais de 40 anos de experiência. Dois prêmios Esso e criador do personagem Curumim, o Último herói da Amazônia.