BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Dito & Feito - As trapalhadas de um engenheiro que foi parar na secretaria de saúde


Um dos momentos mais constrangedores na  sessão da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da COVID, realizada nesta terça-feira (15/6), foi quando o senador Otto Alencar (PSD-BA) fez uma série de perguntas médicas sobre a pandemia para o ex-secretário de Saúde do estado do Amazonas, Marcellus Campelo, e não obteve resposta.

—  O senhor é engenheiro, não tem formação em saúde. O senhor não sabia nem fazer barreiras sanitárias. O senhor não conhece absolutamente nada –, atacou o senador, logo após os questionamentos, deixando o ex-secretário desnorteado.

Antes que Marcellus respirasse, Otto fez à queima roupa a pergunta seguinte:

—  O senhor  conhece as fases da doença?

O ex-secretário de Saúde citou fase inicial e inflamatória. O senador, então, interrompe o depoente afirmando que ele está errado. Otto questionou como “alguém sem formação na área assumiu tal cargo”.

Engenheiro na saúde

Irritado  com a situação, o senador chamou o ex-secretário de “incompetente”  e cobrou também o governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), que seguiu os mesmos passos que Jair Bolsonaro (sem partido) e contratou um profissional sem experiência médica.

— O senhor é um engenheiro, não podia ter sido secretário de Saúde. Foi a mesma irresponsabilidade que o presidente da República fez ao nomear um general para comandar o Ministério da Saúde sem saber o que é o SUS  –, disse, fazendo referência ao ex-ministro da Saúde  Eduardo Pazuello.

Respingou na prima

O nome da ex-deputada deputada  – hoje secretária  –  Alessandra Campelo foi alvo de questionamento na CPI da Covid, nesta terça-feira, 15/06.

O senador bolsonarista Marcos Rogério (DEM-RR) quis saber do ex-secretário de saúde, Marcellus Campêlo qual o grau de parentesco com  a ex-deputada.

— Sou primo –, respondeu o depoente.

Quem indicou?

Rogério voltou a cutucar, insinuando que Marcellus teria sido nomeado depois que Alessandra foi a relatora do processo do pedido de impeachment do governador Wilson Lima.

—  A sua indicação não teria sido uma compensação? – insistiu Marcos Rogério.

— Não senador, não tem nenhuma relação. Antes disso eu já exercia um cargo de diretor técnico da secretaria.  Eu fui indicado a secretário pelo governador.

Pede pra sair

Campêlo afirmou que pediu para deixar o cargo “por questões éticas”. Segundo ele, para deixar que as investigações aconteçam, sem ser acusado de interferência.

CPI tá funcionando

O presidente da CPI da Covid, senador Omar Aziz (PSD-AM), disse que viu Jair Bolsonaro fazendo um apelo à Pfizer  para antecipação de entrega de doses e aproveitou para alfinetar o presidente.

— Olha como a CPI está funcionando.  E tem quem ache que não está.

Nem ouvir falar

Aziz lembrou que antes da CPI ser aberta, o governo não queria "nem ouvir falar de vacina", disse Omar, referindo-se às diversas propostas da Pfizer que ficaram sem resposta em 2020.

Cometemos esse erro

Nos primeiros dias do ano, quando o Amazonas vivia o colapso do seu sistema de saúde e a iminente falta de oxigênio devido à explosão de casos de covid-19, a prefeitura de Manaus e o governo estadual solicitaram ao Ministério da Saúde envio de medicamentos ineficazes para tratamento da doença, como cloroquina, azitromicina e ivermectina.

CPI tem documento

É o que mostram documentos requisitados pela Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid às secretarias municipal e estadual de saúde.

Otimismo na floresta

Em entrevista para a BBC de Londres, nesta terça-feira, 15/6.o prefeito David Almeida (Avante) pintou um quadro pra lá de otimista. Disse que 97% de todo o território do Amazonas é preservado e os 4,5 milhões de amazonenses vivem em 3% da floresta.

—Somos exemplos de preservação ambiental e referência para o mundo – garantiu.

ZFM preserva floresta

O prefeito também garantiu à BBC que  o maior projeto de preservação ambiental do mundo chama-se Zona Franca de Manaus. Isso porque, com a vinda da indústria, a economia ficou fincada na indústria, importação e exportação.

— Isso fez com que as pessoas se voltassem para essa finalidade – disse David,

Queimadas

Em relação às queimadas, David afirmou que a Amazônia é muito ampla, está em diversos estados.

— O  que estamos falando é do do Amazonas, o Estado que mais preserva.

Prefeito foi entrevistado na terça-feira 

Seguro defesa

Pescadores artesanais denunciaram, na Câmara dos Deputados, uma série de problemas para o recebimento do seguro-defeso, benefício pago durante o período de proibição da pesca para permitir a reprodução das espécies.

Cheia e pandemia

A pandemia e a cheia histórica dos rios amazônicos deixam a situação ainda mais caótica na Região Norte, segundo relatos feitos na segunda-feira (14) em audiência da Comissão de Integração Nacional, Desenvolvimento Regional e Amazônia.

Grito em Brasília

O presidente da Federação dos Sindicatos dos Pescadores e Pescadoras Artesanais do Estado do Amazonas, Raimundo Gonçalves, esteve em  Brasília acompanhado de uma comitiva de 18 pessoas.

Drama de pescador

Lá, eles colocaram a boca no trombone e denunciaram o drama desses trabalhadores a representantes do Executivo e do Legislativo.

— Acabamos de ter uma pandemia muito grande no estado do Amazonas e hoje temos 97% dos municípios alagados.

Pedindo socorro

Os pescadores disseram que que não têm  recursos do governo federal, não têm recursos do governo estadual e muito menos do municipal.

— A gente está aqui pedindo socorro –, apelou Gonçalves.

Rindo  à toa

Seis moradores do Distrito Federal fizeram uma aposta simples de R$ 2 e se deram bem. Eles acertaram quatro dos cinco números sorteados na noite desta segunda-feira (15/6) no concurso 5589 da Quina. Com isso, fecharam a quadra e vão receber R$ 5.397,25.

Rindo à toa 2

Os números sorteados no concurso 5589 foram: 10-19-28-29-73. Ninguém acertou as cinco dezenas. Outros 168 bilhetes em todo o Brasil fizeram a quadra.

O terno teve 11.847 apostas ganhadoras, com prêmio de R$ 119,20. Já o duque vai render R$ 2,95 para 262.954 pessoas.

ÚLTIMA HORA

É GOLPE

Pix de um real no wathsApp podem ser pirâmides financeiras

Nas redes sociais, grupos que prometem "ganho extra" com investimento de apenas R$ 1 vem atraindo muitos internautas. Para especialistas, o que é apresentado como uma oportunidade de dinheiro fácil, no entanto, pode ser de fato mais com um golpe, a chamada pirâmide financeira. Quem participa, além de se expor a risco de roubo de dados, de perder dinheiro e ter o WhatsApp bloqueado, ainda pode responder a inquérito criminal e até ser preso por dois anos, por se tratar de atividade ilegal. Em um anúncio no Facebook, uma usuária faz o convite: "venha fazer parte do nosso grupo Pix de 1 Real no Whatsapp e você terá uma renda básica de R$ 100 a R$ 200 por semana, sem fazer sem fazer muito esforço. Corra que as vagas estão acabando".

Antonio Carlos Marques Fernandes, especialista em direito digital, alerta que pirâmides financeiras — modelo de negócio não sustentável que funciona através da indicação desenfreada de novos membros, até que o esquema quebre — são consideradas crime no Brasil, de acordo com a Lei nº 1.521/1951:

ORGULHO

Beyoncé solidária com o programa btrasileiro "Tem gente com Fome"

A instituição “BeyGood,” da cantora norte-american  Beyoncé, anunciou agora apoio ao combate à fome no Brasil. Num post no Instagram, a cantora divulgou o projeto “Tem Gente Com Fome”.  O projeto é para conscientizar a população, além de ajudar famílias em situação de insegurança alimentar. “Nosso objetivo é distribuir comida e produtos de limpeza e higiene para 222 mil famílias em situações de vulnerabilidade, mapeadas em todas as regiões do Brasil,” diz o site divulgado junto à imagem com a bandeira nacional e a frase “vidas brasileiras importam.” Além de Beyoncé, outros artistas brasileiros também são apoiadores do “Tem Gente Com Fome” como, Emicida, Zeca Pagodinho e Camila Pitanga.

VERGONHA

O presidente Jair Bolsonaro voltou a tratar apoiadores com desdém. Na manhã desta terça-feira (15), durante conversa com simpatizantes no “cercadinho” do Palácio da Alvorada, o chefe do Executivo mostrou insensibilidade com uma mulher que reatou estar passando por dificuldades e que queria lhe entregar uma carta. “Venho aqui pedir ajuda. Eu e minha mãe estamos passando por muitas dificuldades e eu trouxe uma carta, queria saber se o senhor pode receber”, disse a apoiadora, que recebeu uma negativa do presidente. “Receber, não. Alguém vai ler por mim. Recebo mais de mil cartas por dia. É a realidade. Se quiser que eu minta para você, eu minto”, respondeu Bolsonaro em tom ríspido. “Dificuldade todo mundo tem, em especial por conta dos governadores que fecharam comércio”, completou.

Mário Adolfo

Mário Adolfo

Jornalista formado pela UA, com mais de 40 anos de experiência. Dois prêmios Esso e criador do personagem Curumim, o Último herói da Amazônia.