BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Dito e Feito - Bolsonaro joga no colo de Wilson e David as mortes no Amazonas


O presidente Jair Bolsonaro afirmou que precisou intervir em Manaus porque a cidade não estava fazendo "tratamento precoce" na população diagnosticada com COVID-19 e que, por isso, as mortes locais aumentaram.

— Olha o que estava acontecendo em Manaus agora. Vamos falar Amazonas porque Amazonas se resume, em grande parte, a Manaus. São poucas cidades lá. Mandamos ontem [segunda-feira] o nosso ministro da Saúde [Eduardo Pazuello] para lá. Estava um caos. Não faziam tratamento precoce –, disse a apoiadores no Palácio da Alvorada.

Mas uma vez, sem provas, Bolsonaro disse que o governo estadual deixou acabar o oxigênio.

— Aumentou assustadoramente o número de mortes. E mortes, pessoal, por asfixia porque não tinha oxigênio. O governo estadual deixou acabar oxigênio. É morrendo asfixiado. Imagine você, morrendo afogado. Fomos para lá e ele [Pazuello] interferiu. Estão falando já que interferiu. Então, vai deixar o pessoal morrer?" –, questionou.

Está faltando ele

É numa hora dessas que perguntamos: cadê a nossa bancada para sair em defesa do Estado e pedir um pouco mais de respeito? Se o saudoso senador Fábio Lucena (MDB), que nunca levou desaforo pra casa , fosse vivo, o presidente Bolsonaro, com certeza, teria uma resposta à altura.

Bolsonaro disse que Amazonas deixou faltar oxigênio

Rabo de arraia

O senador Eduardo Braga (AM)  concorreu com Simone Tebet (MS) a indicação do MDB para ser candidato a presidente do Senado. Mas o  partido indicou a senadora Simone. O MDB definiu que La Tebet  será a candidata do partido para a presidência do Senado. O MDB tem a maior bancada da Casa, com 13 senadores.

Ela detona  eles

Aliás, a  mulher desbancou os outros três líderes do partido que haviam sido cotados para disputar o comando do Senado. Senão vejamos:  o líder do governo no Congresso, Eduardo Gomes (TO); o líder do governo no Senado, Fernando Bezerra (PE); e o líder do próprio MDB e da Maioria no Senado, Eduardo Braga (AM).

PT com Bolsonaro?

Braga está fora do game. Mas caiu atirando. Disse estranhar a posição do PT de apoiar o senador Rodrigo Pacheco (DEM-MG) para a presidência da Casa. Isto porque o mineiro é apadrinhado do presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), e tem o endosso do presidente Jair Bolsonaro.

— Não me compete comentar decisão de outros partidos. Acho que cada um toma sua decisão diante do que você acredita e defende. Só acho estranho, mas enfim, respeito –, disse Eduardo Braga ao Congresso em Foco.

Simone Tebet desbancou Braga para presidência do Senado

PT não esquece

O PT não perdoa Simone Tebet ter apunhalado a presidente Dilma. Braga não entendeu o enredo do PT, que  decidiu apoiar Rodrigo Pacheco, o candidato de Bolsonaro e Alcolumbre à presidência do Senado. Esclarecendo: Simone não tem a simpatia do PT. Na avaliação dos petistas a senadora é muito próxima do grupo Muda Senado, do Podemos e do PSDB. E foi justamente eles  que apoiaram teses da Operação Lava Jato e do ex-juiz Sérgio Moro, que tiraram Lula das eleições de 2018 e colocaram o ex-presidente na prisão.

Gostamos do Braga, mas...

"Somos garantistas", disse um dos participantes da reunião com Eduardo Braga, no início da semana,  explicando porque não aceitam Simone.

—  Nós gostamos do Braga, mas ele não deu garantias de que vence a Simone. E o MDB pode ganhar na Câmara e acabar ficando muito forte –, argumentou um petista.

E ele estava certo. Braga não conseguiu tirar Simone Tebet do caminho.

Xô, picaretas!

Tem mal caráter pra tudo. Nem bem o prefeito David Almeida (Avante) anunciou o “Renda Familiar Mensal” já tem pilantra aplicabdo golpe no programa.

É falso

Isso obrigou a Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc) alertar  que é falsa uma mensagem que circula no WhatsApp sobre inscrição para receber o  benefício social. A prefeitura reforça que é preciso ter cuidado ao receber links suspeitos, pois o usuário pode ter os seus dados roubados.

Auxílio Manaus

David também vai implantar o programa Auxílio Manauara, que vai destinar R$ 200 para 40 mil famílias em situação de vulnerabilidade social e que não são beneficiárias dos programas socioassistenciais do governo federal. O programa está em fase de elaboração pela equipe técnica da Semasc e a previsão é que o benefício comece a ser pago em abril deste ano.

Mayara cobra plano de vacinação

Cadê o plano?

Presidente da Comissão de Saúde e Previdência (CSP), da Assembleia Legislativa a deputada Mayara Pinheiro Reis (PP) cobrou um plano estratégico de vacinação para grupos prioritários, principalmente profissionais de saúde.

Tratamento diferenciado

Durante Audiência Pública virtual realizada nesta terça-feira (12), Mayara advertiu que o Ministério da Saúde precisa respeitar o princípio de equidade do Sistema Único de Saúde (SUS) que assegura tratamento diferenciado para cenários diferenciados.

Chame a bancada

Segundo a deputada,  é o caso do Amazonas que já está na fase roxa da pandemia e não terá prioridade para a vacinação.

— Vou continuar fazendo pressão e dialogando com a bancada federal para que a gente faça com que o tratamento diferenciado seja respeitado aqui no Amazonas –, avisou a parlamentar.

O último a sair...

Após as empresas estadunidenses Ford e Forever 21 anunciarem o fechamento de suas fábricas e lojas no Brasil, a General Mills, responsável pela marca Yoki, anunciou na segunda (11) que vai encerrar as atividades na fábrica da cidade de Nova Prata, na serra gaúcha, demitindo 300 funcionários.

...apaga a luz!

A empresa, em nota, disse que o processo faz parte de um “plano de reestruturação em parte das suas operações no país” e que “ajustes fazem parte de uma estratégia que prevê acelerar o crescimento dos negócios da empresa no Brasil”, informa o portal CNN Brasil.

Mirem-se no exemplo

Quando dizem que baiano não nasce,  estreia, é verdade. Enquanto o próprio ministro Eduardo Pazzuelo se mostra perdido em relação à vacinação contra o coronavírus, Salvador já está com tudo preparado para vacinar a sua população. O plano baiano é aplicar cerca de 15 mil doses por hora. Essa é a capacidade estimada pela Prefeitura de Salvador para o esquema de vacinação contra a Covid-19.

Dá-lhe, Bahia!

No total, serão 32 pontos de imunização implantados em locais estratégicos da cidade, incluindo nove estruturas que irão operar no sistema drive thru – com a aplicação da vacina sem a necessidade de o cidadão descer do veículo.

Perguntar não ofende

Mas isso é lá em Salvador. E em Manaus hein, quando é como será? Se depender do ministro Pazuello “no Dia D, na Hora H”!

Presidente do Banco do Brasil está sendo fritado

Cheiro de fritura

A ala política do Palácio do Planalto já acendeu o fogo da fritura do presidente do Banco do Brasil, André Brandão. O movimento é claro no sentido de convencer o presidente Jair Bolsonaro a demitir o executivo. Bolsonaro não esconde o descontentamento com o indicado pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, e pelo presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto.

Cheiro de fritura 2

O discurso, endossado por Bolsonaro, é o de que o presidente do Banco do Brasil escolheu o momento errado para anunciar a demissão voluntária de 5 mil empregados e o fechamento de 361 pontos de atendimento. Em meio à pandemia do novo coronavírus e com o desemprego atingindo mais de 14 milhões de pessoas.

ÚLTIMA HORA

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, disse que um avião deve decolou nesta quarta-feira, 13 de janeiro. O destino será a Índia, onde devem ser embarcadas duas milhões de doses de vacina contra a Covid-19.  O imunizante é desenvolvido pela AstraZeneca, em parceria com a Universidade de Oxford, pelo laboratória Serum. A afirmação foi feita nesta manhã ao telejornal da GloboNews.

No dia 2 de janeiro, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou um pedido feito pela Fiocruz para importação das duas milhões de doses da vacina. Essas doses devem chegar no Brasil no dia 16 de janeiro.

— Quando tivermos a posição da Anvisa, temos material para distribuir e temos capacidade para vacinar no país todo –, declarou.

ORGULHO

Mirem-se no exemplo: Mohamed Salah, jogador da seleção egípcia e atacante do Liverpool doou 400 mil libras, o equivalente a 3 milhões de reais, para ajudar o seu país no tratamento da Covid. O dinheiro foi usado em tanques de oxigênio, em Nagrig, sua cidade natal, por meio da Nagrig Charity Association, instituição de caridade criada pelo jogador em 2017. Além dos equipamentos, Salah também doou ambulâncias que operam desde julho de 2020 na cidade.

VERGONHA

Um dos maiores críticos das urnas eletrônicas e defensor da volta de cédulas de papel nas eleições, Jair Bolsonaro já figurou como beneficiário de fraude no uso cédulas de papel.  O episódio ocorreu nas eleições gerais de 1994. Como mostra reportagem de 17 de novembro de 1994, do Jornal do Brasil, um dos principais periódicos brasileiros naquela época, a eleição do Rio, como em todo o país, usava cédulas de papel. Na 24ª Zona Eleitoral, o juiz Nélson Carvalhal identificou cédulas falsas. Elas beneficiavam um então candidato a deputado federal pelo PPR, Jair Bolsonaro. O episódio foi lembrado pelo deputado federal Rogério Correia (PT-MG). "Quase 27 anos depois, Bolsonaro não se cansa de pôr em cheque a lisura das urnas eletrônicas. Há 10 meses, afirmou ter provas de fraude no pleito de 2018 e que as apresentaria 'em breve'. Ficou na promessa, pois até agora, nada das tais 'provas'", disse Correia.

Mário Adolfo

Mário Adolfo

Jornalista formado pela UA, com mais de 40 anos de experiência. Dois prêmios Esso e criador do personagem Curumim, o Último herói da Amazônia.