BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Adriana Brasil - Empresária estreia coluna semanal no BMA


Houve um tempo em que uma notinha de oito linhas numa coluna social tinha a força de uma manchete de um jornal da grande imprensa. Em sua grande maioria, as colunas sociais se preocupavam com os grandes eventos do hight society, com pessoas “colunáveis” que se destacavam num mundo de badalações. Esse conteúdo dava certo, ditava modas e costumes. Fazia sucesso porque mostrava o admirável mundo colorido que nem todos tinham acesso, num país em que nem tudo eram flores.

É claro que hoje os tempos são outros. E o gigantesco volume de informação agora está no mundo digital. É para onde as grandes mídias migraram ou estão migrando. Por isso mesmo não e correto dizer que o jornalismo está em crise.  Isso não é verdade. O que está em crise são os seus meios tradicionais. Infelizmente, para aqueles que amam o jornal impresso, como os chamados “dinossauros das redações", o impresso esteja com os dias contados.

No entanto, se hoje já não vemos tantas pessoas lendo jornal de manhã cedinho nas paradas de ônibus, nos cafés, nas repartições ou nos escritórios, salões de beleza, consultórios, isso não quer dizer que elas pararam de ler notícias. Isso também não quer dizer que o jornalismo acabou. Ao contrário, através das plataformas digitais nesse admirável mundo novo globalizado, se fortalece mais ainda e atinge um número avassalador de leitores, com um volume enlouquecedor de notícias.

É claro que cabe ao leitor filtrar o que é notícia de verdade e o que é fake. Mas essa é outra história. Foi amadurecendo todas essas ideias , que o Blog do Mário Adolfo (BMA), que há cinco anos avança no seu compromisso de fazer o bom jornalismo, com credibilidade e isenção, convidou a empresária Adriana Brasil (Magic Planet, Celeiro do Mocó, Pink and Blue) para encarar um novo formato de coluna, que embarque na onda  desse jornalismo moderno em ascensão e que responda ao interesse das pessoas por notícias em formatos mais leve, dinâmico e modernos.

Para nossa surpresa, sem nunca ter pisado numa redação de grandes jornais – embora tenha frequentado grandes colunas e virado amiga de grandes colunistas –, ela topou e estreia a Coluna ADRIANA BRASIL na próxima sexta-feira, 22 de julho.

QUEM É ADRIANA BRASIL

Adriana Brasil nasceu em Maryland, Estados Unidos. Estudou na escola americana de  Brasília e fez o segundo grau na Suíça, na Ecole Chateau Beaux-Cedre, colégio interno de onde saiu falando quatro idiomas. Retornando ao Brasil cursou letras na faculdade Ceub Brasília, o que despertou sua paixão pela escrita e pelos livros, tendo Umberto Eco, Machado de Assis, João Ubaldo, Lígia Fagundes Telles e Richard Bach entre os seus autores preferidos.  

Foi no Planalto Central onde embalou seus sonhos de juventude ao som do rock da Legião Urbana e Capital Inicial, que descobriu sua paixão pela música, principalmente pela MPB, apaixonada que é pela música de Maria Betânia, “companheira inseparável das horas alegres ou difíceis”. Depois de Brasília morou em São Paulo onde casou e teve três filhos – Isabella Pina (jornalista), Victor Brasil (estudante de Engenharia da Computação) e Isadora Pina (estudante de Fisioterapia).  De São Paulo mudou-se para Manaus e abriu uma franquia do PBF-Pink and Blue Freedom lecionando inglês para crianças a partir de três anos, revolucionando o ensino de idiomas para pré-escolares. Como se vê, a moça é ousada!

Adriana mora em Manaus há 20 anos e chorou quando chegou em Manaus e deu de cara com a luz do sol, a placidez do Rio Negro e a natureza exótica da floresta amazônica

— Enfrentei muito frio, tanto físico quanto  na alma, talvez por isso o sol causticante, o mormaço da floresta e o calor tropical da Amazônia até hoje me fazem muito bem –, compara. Em Manaus, Adriana foi  proprietária do primeiro e mais completo buffet infantil adaptado prata crianças de Manaus, o Magic Planet, que ousou e fez história.

Estudou gastronomia e criou um restaurante de comfort food, o Celeiro do Mocó (fechado na pandemia), onde hoje é o novo Caldeira. Sobre o novo desafio de escrever uma coluna semanal, Adriana resume numa frase, bem ao seu estilo de encarar a vida com humor e ousadia: —  Como cantou o Milton Nascimento numa de suas belas canções, sou caçadora de mim, da minha própria existência. Escrever uma coluna a essa altura do campeonato será  um  grande desafio. E o que te desafia é o que te transforma! –, dispara.

Seja bem vinda, Adriana.

A coluna é publicada semanalmente
Redação BMA

Redação BMA

As principais notícias do Amazonas, do Brasil e do mundo. Mais de 40 anos de jornalismo com credibilidade.