Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

De 1º de janeiro de 2019 até o último dia 10, o Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU) registrou 112 acidentes de trânsito na cidade e 117 vítimas fatais. O balanço mostra redução em relação ao ano passado, mas ainda é preocupante e mostra que ainda é preciso consciência ao condutor. Isso porque, entre os principais motivos para os acidentes, de acordo com o órgão, estão o consumo de bebidas alcoólicas, o excesso de velocidade e a utilização de aparelhos telefônicos durante a condução.

Os dados do Municípios ainda mostram o maior número de acidentes com vítimas fatais aconteceu na zona Leste da cidade. São sete mortes na Autaz Mirim; cinco na Cosme Ferreira; quatro na Camapuã, que liga as zonas Leste e Norte; e quatro no Turismo, na zona Oeste. 

Se os números assustam, as estatísticas mostram que houve redução com relação ao ano passado. Neste mesmo período, em 2018, foram 120 acidentes, uma redução de 6,67%. Já o número de vítimas fatais registradas pelo IMMU foi de 16, uma queda de 7,14%, se comparados com os dados de 2019.

“As reduções nos números de vítimas confirmam que estamos no caminho certo e queremos reduzir ainda mais”, evidencia o vice-presidente do IMMU, Franklin Pinto.

Entre os meses de janeiro e junho de 2019, o Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas flagrou 1.199 motoristas dirigindo sob efeito de álcool no Amazonas. O quantitativo representa um aumento de 177% em relação ao mesmo período do ano passado, quando foram registradas 433 ocorrências do tipo. 

Mário Adolfo Filho

Mário Adolfo Filho

Jornalista, formado pela Universidade Federal do Amazonas. Com passagem por grandes jornais de Manaus, Prefeitura de Manaus, Câmara Municipal de Manaus e Câmara dos Deputados.