BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Vírus Influenza A H1N1 já matou 21 pessoas no Amazonas


A Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM) divulgou, nesta sexta-feira (08/03), a edição nº 06 do Boletim Epidemiológico da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) no Estado do Amazonas. Segundo o boletim foram notificados 318 casos da síndrome gripal grave no estado, destes, 72 são positivos para o Vírus da Influenza A (H1N1) e 45 para Vírus Sincicial Respiratório (SRV).

Ainda conforme o boletim, já são 21 óbitos por H1N1 – 17 em Manaus, dois em Manacapuru, um em Parintins e um em Itacoatiara. Outros quatro óbitos foram confirmados por Vírus Sincicial Respiratório, sendo três de Manaus e um de Borba. Desta vez, um óbito em Manaus, por Parainfluenza tipo 3. 

Dos 26 óbitos registrados por SRAG, 69% apresentavam fator de risco, com destaque para pessoas com diabetes, pneumopatas, pessoas com obesidade e neuropatas. E apenas nove dos pacientes que evoluíram para óbito utilizaram em algum momento do atendimento o antiviral oferecido gratuitamente na rede pública e particular da capital e do interior.

A diretora-presidente da FVS, Rosemary  Costa Pinto, reforça que diante dos sintomas de gripe forte, a orientação é procurar uma unidade de saúde perto de casa. “A influenza é uma infecção viral severa que ataca o sistema respiratório, e portanto, pode evoluir rapidamente para complicações respiratórias”, alertou.

Rosemary salienta que as pessoas que possuem algum fator de risco para complicações ou alguma imunodeficiência possuem um risco maior e podem apresentar complicações respiratórias associadas à infecção viral.

Mário Adolfo Filho

Mário Adolfo Filho

Jornalista, formado pela Universidade Federal do Amazonas. Com passagem por grandes jornais de Manaus, Prefeitura de Manaus, Câmara Municipal de Manaus e Câmara dos Deputados.