Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Veja quais itens fizeram a diferença para o Caprichoso


O Caprichoso foi o grande campeão do Festival Folclórico de Parintins de 2017. Depois da festa, cada agremiação deve se reunir para fazer balanço de cada noite e começar a preparar o tema para o ano que vem. Inevitavelmente, o caderno com as notas dos 21 itens oficiais também será avaliado. É hora de ver onde cada um errou para melhorar rumo a 2018.

Nos itens femininos, o Caprichoso perdeu apenas com a sinhazinha da fazenda Valentina, que teve 59,9 pontos, contra 60 do Garantido. Já o pajé do garantido, André Nascimento, com 19 festivais nas costas, perdeu para o estreante Neto Simões. As notas causaram polêmica. Muitos criticaram as encenações de Simões, que pouco saiu do chão, diferente do seu antecessor, Waldir Santana, que com três décadas de experiência, ainda dava pulos de fazer inveja a qualquer um.

Outra nota que causou polêmica foi o amo do boi. Prince do Boi, do Caprichoso, acabou vencendo Tony Medeiros. A estranheza vem por conta das falhas de Prince, que chegou a esquecer os versos na arena e atravessar as notas. Talvez a agressividade nos versos de Tony – o que também é questionável – tenha contado de forma negativa para o resultado.

Por fim, a galera do Caprichoso acabou recebendo nota máxima e venceu a galera vermelho e branco, que chamou a atenção por deixar as arquibancadas durante as noites antes do boi sair da arena. Algo que nem de longe lembra a garra da Baixa do São José.

Confira as notas:

Notas foram divulgada logo depois da apuração

 

Por Roberto Senna, enviado especial

Mário Adolfo Filho

Mário Adolfo Filho

Jornalista, formado pela Universidade Federal do Amazonas. Com passagem por grandes jornais de Manaus, Prefeitura de Manaus, Câmara Municipal de Manaus e Câmara dos Deputados.