BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Uso de oxigênio em excesso pode causar danos e traz riscos, apontam especialistas


A luta para salvar a vida de um ente querido em Manaus e nas cidades do interior do Amazonas têm sido cada vez mais desesperadora. Por conta da falta de vagas nas unidades hospitalares, familiares de pessoas com a Covid-19 passaram a fazer o tratamento em casa e um dos itens que tem ajudado a manter os infectados com vida é o oxigênio. Mas, de acordo com especialistas, o uso inadequado pode provocar acidentes domésticos, como incêndios, ou até mesmo agravar a situação dos pacientes.

De acordo com o major Janderson Lopes, do Corpo de Bombeiros, até o momento, nenhum acidente relacionado aos cilindros foi atendido pela corporação, mas destacou uma série de cuidados para quem faz o uso desses insumos. Uma delas é em relação ao transporte do equipamento. Lopes frisou ter visto a forma com que os familiares e amigos estão transportando os cilindros e, segundo ele, a forma é errada e perigosa.

Oxigênio em Manaus
Bobeiros veem ricos para quem transporta insumo na horizontal - Fotos: Márcio James

Ele explicou que por o insumo deitado no porta-malas dos veículos é uma forma errada de fazer esse transporte e que pode causar acidentes e perda do insumo.

"O mais indicado é transportá-lo na forma vertical. Colocá-los deitados nas carrocerias é um risco, tendo em vista que pode haver uma colisão e pode, se estiver cheio, pode causar uma rápida liberação da pressão dentro do cilindro, causando outros acidentes", orientou.

Fogo

Conforme o major, outra medida que deve ser levada em consideração são os locais onde os cilindros serão armazenados. "Esses locais devem sempre estar longe de fontes de calor. O ideal é colocá-los em ambientes protegidos e que estejam longes de áreas de geração de energia ou qualquer outra fonte onde possa elevar a temperatura desses cilindros", descreveu.

O major explicou que o gás dentro do cilindro causa uma pressão muito grande e caso haja alguma danificação na válvula, é possível que se tenha um acidente que pode causar danos a quem estiver manuseando os cilindros. "A pressão do gás dentro do cilindro é forte o suficiente para ejetar ou forçar essa válvula, como se fosse um tiro ou uma explosão" alertou Lopes.

Cilindro de oxigênio em Manaus
Em Manaus pessoas estão levando cilindros para casa

Excesso

O mergulhador e instrutor Felipe Mayer disse estar preocupado com o excesso de pessoas manuseando cilindros de oxigênio sem o conhecimento adequado daquilo que estão fazendo. De acordo com ele, a maioria não sabe que o uso excessivo de oxigênio é tóxico aos pulmões e a todo o organismo. A concentração de O2 em demasia pode causar danos ao pulmão e até mesmo danos permanentes que façam com que a pessoa se torne dependente do insumo.

“O tempo de exposição do oxigênio aos pacientes não pode ser muito longo. Quando somos treinados para o uso dos cilindros aprendemos que o uso em excesso pode causar ferimentos aos pulmões”, diz Felipe.

Ele também aponta que as pessoas que usam o material em casa devem armazenar o cilindro em locais arejados, mas não expostos ao sol. “Se o cilindro for exposto à temperatura maior que 52°C pode haver problemas. Além disso, é bom ficar atento para não manusear os cilindros com as mãos embebidas em álcool em gel. São componentes que podem causar incêndio”, finaliza.

Oxigênio em Manaus
Uso excessivo pode causar danos aos pulmões - Foto: Tadeu Júnior/ BMA

Efeitos da intoxicação

Dificuldade respiratória: fazer um esforço cada vez maior para inspirar e expirar o ar;

Parestesia: sensação de dormência nas extremidades do corpo;

Dispneia: respiração rápida e curta, semelhante à de pessoas com doença cardíaca;

Inquietação: estado de desassossego e agitação;

Fadiga: sensação de enfraquecimento no esforço físico;

Tontura e mal-estar: sensação de falta de equilíbrio e vertigem ou indisposição;

Mário Adolfo Filho

Mário Adolfo Filho

Jornalista, formado pela Universidade Federal do Amazonas. Com passagem por grandes jornais de Manaus, Prefeitura de Manaus, Câmara Municipal de Manaus e Câmara dos Deputados.