BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Dito & Feito - O adeus de Orlando Brito, o porta-voz da história



A grande imprensa nunca mais será a mesma sem as fotografia de Orlando Brito. O mestre do fotojornalismo morreu na manhã desta sexta-feira, 11 de março,  por complicações decorrentes de uma cirurgia de intestino. Ele tinha 72 anos e estava internado em um hospital de Brasília.

Brito era um profissional querido, respeitado e quase que “endeusado” por outros grandes fotógrafos que passaram pelas redações de grandes jornais. Fosse o menor jornal, da menor cidade, o fotógrafo da região fazia festa quando Brito chegava para fazer alguma cobertura, quase sempre de presidentes. Entre eles João Figueiredo, FHC, Lula, Dilma e outros. ... Ou ainda ministros, grandes nomes do Congresso Nacional, como Ulisses Guimarães, Paulo Brossard, etc.

— Olha quem está aí, Orlando Brito! –, vibravam. E no outro dia podia esperar que  o momento mais sensível da reportagem estava estampado na capa de um grande jornal.

Inspiração em Manaus

Muitas vezes  essa cena aconteceu em Manaus, onde Brito sempre foi muito festejado por repórteres fotográficos que trabalharam nas redações de Manaus, como Isaac Amorim, Carlos Dias, Antônio Menezes, Raimundo Valentim, Raphael Alves, Ricardo Oliveira, Leleco Pazuello e Danilo Mello e outros.

Orlando Brito, o que mais retratou cenas da ditadura militar

Retratou a ditadura

Orlando Brito começou a trabalhar em jornal aos  14 anos, como laboratorista da Última Hora.

No golpe militar de 1964, já estava com uma câmera na mão e por isso foi o fotógrafo   que mais retratou a ditadura militar.

Parte da história política do Brasil, desde os anos 1960, foi contada através de sua lente.

113 capas

Além da Última Hora, se Samuel Wainer, Brito passou pelo O Globo, Jornal do  Brasil, Folha de São Paulo, Caras e revista Veja.

Somando todo o período que trabalhou para Veja, Orlando Brito emplacou o impressionante número de 113 capas.

Sarafa, o único!

O deputado estadual Serafim Corrêa (PSB) foi o único parlamentar da Assembleia Legislativa a cutucar o governo Bolsonaro pelo ajuste absurdo no preço dos combustíveis.

Mimo para acionistas

Para ele o “tapa na cara” do consumidor é consequência da política equivocada de preços da estatal.

— O  modelo prioriza e beneficia acionistas, e acaba prejudicando o

consumidor final –, alfinetou Sarafa.

Escola de Chicago

Serafim avaliou que o aumento decorre da política de preços da Petrobras, que continua fazendo a política de Chicago, que é a linha dos economistas do ministro da Economia Paulo Guedes.

X

— O que interessa é que os acionistas ganhem dinheiro. Aumentou gasolina, diesel e o gás de cozinha e as ações da Petrobras cresceram 4% após o anúncio.

Não tem lógica

Para o líder do PSB,  o povo está trabalhando para os acionistas da Petrobras.

— Isto está completamente contrário da lógica de uma empresa estatal –, cacetou o deputado.

Apertem o cinto

E por falar em gasolina, as principais companhias aéreas do país devem aumentar nas próximas semanas o preço das passagens. A alta segue o curso de subida do preço dos combustíveis no mercado internacional, resultado do encarecimento das commodities desde a escalada do conflito entre Rússia e Ucrânia.

Apertem o cinto 2

Em nota, a Latam admitiu que os preços de combustíveis têm impacto relevante no custo de operação e o atual cenário demanda que a passagem fique mais cara.

“Rachadinha” abençoada

E por falar em evangélicos, está marcado para quinta-feira, dia 17, o julgamento do mérito da Ação Penal contra o deputado federal Silas Câmara, do Amazonas, ex-líder da Frente Evangélica na Câmara, por suspeita de "rachadinha" em seu gabinete.

Silas Câmara

Passou a sacolinha

O deputado do Amazonas é acusado por ex-funcionários e pelo MPF de ter desviado R$ 140 mil de verba pública prevista para o pagamento de servidores comissionados.

Partido da igreja

O caso está para ser julgado no Supremo há quase 10 anos, mas sem resolução desde o início da análise.

Silas está em seu sexto mandato como deputado federal. Ele hoje está filiado ao Republicanos, partido ligado à Igreja Universal.

Então tá!

Só 1/3 das reservas de potássio identificadas no Brasil estão na Amazônia Legal e nenhuma em terras indígenas homologadas, diz análise da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Pano de fundo

Ou seja, mudar a lei para explorar minérios em terras indígenas é uma falsa solução.

Deixar passar a boiada

Isto porque Bolsonaro defendeu a ideia de que, para o país se libertar da dependência do potássio importado da Rússia, o Congresso deveria aprovar o PL 191/2020, que “permite a exploração de recursos minerais, hídricos e orgânicos em terras indígenas”, escreveu.

X

Apenas um pretexto para deixar “passar a boiada” nas terras dos índios, que á estão infestadas de garimpos.

Salve o peixe-boi

O Batalhão de  Policiamento Ambiental (BPAmb) continua dando sua contribuição para salvar o meio ambiente e defender a vida.

Na noite de quarta-feira (09/03), resgatou um filhote de peixe-boi, no município de Parintins, distante 369 quilômetros de Manaus.

Chame  Ibama

Com o apoio técnico do Ibama, o BPA  conseguiu transportar o animal para a Marina do Emerson, bairro Francesa, já na sede do município, onde recebeu os primeiros cuidados.

É bom saber

A população precisa saber que criar, guardar, apanhar, transportar, capturar ou caçar animais silvestres sem autorização do Órgão competente configura Crime Ambiental, sujeito às penalidades previstas em lei.

Internet ruim

A internet no Amazonas está cada vez pior. A denúncia foi feita pelo deputado federal Sidney Leite (PSD-AM). O parlamentar relata que  tem feito cobranças constantes à Agência Nacional de Telecomunicações sobre a fiscalização da prestação de serviços.

Cada vez pior

Segundo ele, em audiência pública, o diretor da Anatel já havia se comprometido a verificar a qualidade da internet no Amazonas.

No entanto, Sidney Leite alega que a qualidade do serviço tem piorado, apesar de os preços estarem cada vez mais altos.

Isolamento

Sidney Leite reitera que a Amazônia sofre com o isolamento e com a ausência de investimentos em políticas públicas na área da comunicação.

Mas é só ela?

Bem a propósito, o Instituto de Defesa do Consumidor (Procon-AM) notificou a empresa Claro/NET por conta dos apagões de internet ocorridos em Manaus.

Mas é só a Claro, e cadê as outras?

PL ACUSA BOLSONARO DE TRAIÇÃO  – Começou o racha do Centrão

Bolsonaro e o Centrão

O presidente nacional do PL, Valdemar Costa Neto, que também é um dos líderes do Centrão, desconfia que a operação da Polícia Federal deflagrada na manhã desta sexta-feira (11) contra deputados federais do partido tenha sido orquestrada por Jair Bolsonaro (PL). De acordo com o jornalista Tales Faria, do UOL, a suspeita é de que o atual ocupante do Palácio do Planalto, que se filiou recentemente ao PL, esteja tentando tomar o controle da legenda. A abertura  da janela partidária em março, que possibilita que os políticos troquem de partido sem riscos de punições pela Justiça Eleitoral, resultou na expectativa de que muitos parlamentares da base bolsonarista migrassem para o PL.

X

“Por causa dessa revoada, já havia desconfianças de que o grupo tentaria tomar a legenda de seu atual comando. Agora, com a operação da PF, Valdemar e seu grupo passaram a acreditar que o próprio Bolsonaro está à frente da operação”, observa o jornalista.

ORGULHO

Grupo de voluntários brasileiros 

A cozinha do apartamento da brasileira Daiane Kich, 39, em Berlim, se transformou em um ponto de encontro e trabalho para brasileiros que estão ajudando refugiados que deixam a Ucrânia em guerra e chegam em busca de refúgio na capital da Alemanha. A ação, que começou na quinta-feira passada, já preparou e distribuiu 3 mil marmitas a refugiados na Estação Central de Berlim — onde chega a maioria dos civis que fogem da guerra. O grupo de voluntários brasileiros conta com cem pessoas, que fazem doações em quatro visitas diárias (9h30, 13h, 17h e 22h). A gaúcha de Pareci Novo mora com o marido desde 2015 na Alemanha —em Berlim, há um ano e meio. Por dois anos, conta, ela atuou na área de gastronomia, mas deixou o trabalho para cuidar do filho de 3 anos.

VERGONHA

A fome no Brasil

Menos de uma década após o Brasil ter deixado o Mapa da Fome, em 2014, o país vive hoje um aumento significativo da insegurança alimentar, que pode levar a uma "situação explosiva" antes do final do ano e precisa ser enfrentada pelas autoridades públicas e pela sociedade com urgência. O alerta é de José Graziano da Silva, diretor-geral da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) de 2012 a 2019 e coordenador do programa Fome Zero no primeiro governo Luiz Inácio Lula da Silva. Em entrevista à DW Brasil, Graziano, atualmente diretor do Instituto Fome Zero, afirma que a situação da fome no Brasil é hoje "muito mais difícil" do que quando o sociólogo Herbert de Souza, o Betinho, usou em 1992 o mote "quem tem fome tem pressa" para lançar sua campanha contra a insegurança alimentar.  Segundo uma pesquisa realizada em dezembro de 2021 pelo Datafolha, 15% dos brasileiros, ou cerca de 32 milhões de pessoas, deixaram de fazer alguma refeição nos meses anteriores porque não tinham dinheiro para comprar comida. E 26%, ou 55 milhões de pessoas, haviam comido menos do que necessitavam porque não tinham dinheiro suficiente.

Mário Adolfo

Mário Adolfo

Jornalista formado pela UA, com mais de 40 anos de experiência. Dois prêmios Esso e criador do personagem Curumim, o Último herói da Amazônia.