BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Manaus terá ponto exclusivo de vacinação dos trabalhadores da saúde a partir desta quarta


Trabalhadores da saúde terão o atendimento para vacinação da primeira e da segunda dose contra a Covid-19 concentrado na Escola de Enfermagem da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), localizada no bairro Adrianópolis, na zona Sul da capital. Os outros pontos de vacinação da Prefeitura de Manaus passam a ser apenas para os idosos, assim o ponto do Hospital Beneficente Português deixa de existir. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), a medida, que vale a partir desta quarta-feira, 17/3, faz parte da reorganização dos fluxos de recepção do público contemplado na fase atual da campanha de imunização e leva em conta o número de não vacinados e o movimento nos diversos postos de atendimento.

“Os dados mais recentes de monitoramento da campanha mostram que faltam aproximadamente mil trabalhadores para atingirmos, com a primeira dose, 100% da população estimada para esse grupo”, observou o subsecretário de Gestão da Saúde da Semsa, Djalma Coelho. Ele explica que concentrar o atendimento desse público em um único lugar facilita a logística de distribuição e aplicação da vacina e permite a otimização, recomendada pelo prefeito David Almeida, dos demais locais para receber os idosos, que seguem na campanha com atendimento escalonado.

O acesso dos trabalhadores da saúde à primeira dose continua a ser feito de modo espontâneo e à segunda dose, por meio de agendamento eletrônico pelo sistema Imuniza Manaus (https://imuniza.manaus.am.gov.br/).

Até a manhã desta terça-feira, 16/3, haviam sido vacinados 62.343 trabalhadores da saúde de um total estimado de 63.317 pessoas desse grupo prioritário, com atuação em Manaus. Para esses, a meta estabelecida pelo Ministério da Saúde (MS) de vacinar no mínimo 90% da população-alvo foi ultrapassada pelo município há mais de 15 dias. “Agora, o foco é alcançar a meta para a segunda dose; para ter, de fato, 90% das pessoas desse grupo imunizadas contra a Covid”, ressaltou o subsecretário.

Até o momento, 48.954 trabalhadores da saúde já receberam as duas doses da vacina, enquanto todos os outros vacinados com a primeira dose já estão com a segunda agendada pelo Imuniza Manaus e devem ser atendidos até o próximo dia 23. Para alcançar 90% desse público com as duas doses (56.985 pessoas)  faltam 8.031 se vacinarem.

Djalma Coelho destacou que as vacinas utilizadas até o momento no Brasil, CoronaVac e AstraZeneca, exigem duas doses no esquema vacinal e que ainda não existem estudos sobre a eficácia desses imunizantes fora dos protocolos prescritos em relação à quantidade de doses e ao intervalo entre elas, ou seja, até 4 semanas para a CoronaVac e até 12 semanas para a AstraZeneca. “Então, reforçamos a necessidade de que os trabalhadores da saúde, já no período de completar o esquema vacinal, não deixem de procurar o posto de atendimento”, disse.

O subsecretário salienta que o agendamento no Imuniza Manaus é automático, mas o usuário pode alterar o dia e a hora do atendimento de acordo com a sua disponibilidade e as opções oferecidas pelo sistema.

Idosos

A campanha de imunização contra a Covid-19 em Manaus segue com o atendimento do grupo de 60 a 64 anos, que está sendo vacinado desde o último dia 10 de março por ordem decrescente de idade.  Nesta quarta e quinta-feira, 17 e 18 de março, é a vez dos que têm 61 anos; e  na sexta e no sábado, os que têm 60 anos.

Além do novo grupo, a Semsa continua a atender os remanescentes dos grupos anteriores que ainda não receberam a primeira dose, ou seja, trabalhadores da saúde e idosos de 65 anos ou mais e  os que estão prontos para a segunda dose.

Com a concentração dos trabalhadores da saúde na Escola de Enfermagem da Ufam, sete postos são, agora, exclusivos para os idosos: Complexo de Treinamento de Direção Veicular do Detran e Centro Estadual de Convivência da Família Padre Pedro Vignola (zona Norte); Centro Cultural dos Povos da Amazônia e estacionamento da Universidade Paulista (Unip), na zona Sul; Clube do Trabalhador do Sesi (zona Leste); Balneário do Sesc e Centro de Convenções de Manaus (Sambódromo), ambos na zona Oeste. Todos os pontos de vacinação funcionam das 9h às 16 horas.

Redação BMA

Redação BMA

As principais notícias do Amazonas, do Brasil e do mundo. Mais de 40 anos de jornalismo com credibilidade.