BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

UEA realiza primeiras colações de grau em formato virtual


A Universidade do Estado do Amazonas (UEA) iniciou, nesta quarta-feira (22/07), a sequência de colações de grau em formato virtual para mais de 100 alunos dos cursos de Ciências Biológicas, Geografia, Letras, Matemática e Pedagogia. A medida integra as ações de Plano de Retomada segura das atividades acadêmicas e administrativas da instituição.

A festa, os abraços, a jogada do capelo e outros momentos tradicionais de uma colação de grau precisaram ser readequados diante da pandemia do novo coronavírus. A UEA, em um momento histórico, realizou a primeira colação de grau virtual para os seus alunos. Serão, ao todo, três dias dedicados às colações de 110 alunos da universidade.

“Nós tentamos organizar a colação de grau em um formato em que o estudante tivesse a sensação da colação presencial. Ela terá toda a dinâmica de uma colação presencial, no entanto os alunos estarão em casa. Estarão aqui as autoridades acadêmicas, o orador e o juramentista. Esses estarão aqui presentes, e os alunos pelo Google Meet farão seu juramento, receberão grau mediado por tecnologia”, explicou a pró-reitora da universidade, Kelly Christiane Souza.

As primeiras cerimônias, realizadas nesta quarta, foram marcadas pela emoção. Estudantes dos cursos de Letras e Ciências Biológicas fizeram seus juramentos ao lado de familiares, mas distantes entre si.

“Esse momento a colação de grau se torna ainda mais especial porque estamos todos vivendo uma situação completamente nova, para a qual não estávamos preparados, e se torna especial porque será marcante na vida desses alunos, porque eles serão os primeiros a ter a cerimônia de colação de grau a distância”, destacou a coordenadora do curso de Letras, Claudiana Narzette.

Redação BMA

Redação BMA

As principais notícias do Amazonas, do Brasil e do mundo. Mais de 40 anos de jornalismo com credibilidade.