BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Motorista Uber foge com compras de cliente após briga por R$ 2 em Manaus


Uma mulher de 42 anos denunciou um motorista de aplicativo, identificado por ela apenas como 'Rodrigo', após ele fugir e levar cerca de R$ 370 em compra que ela havia feito em um supermercado, na Alameda Cosme Ferreira, no Coroado, zona Leste de Manaus. No Boletim de Ocorrência (B0) registrado na Delegacia Interativa (DI) da Polícia Civil (PC), a passageira informou que o homem tomou a atitude, após ter cobrado R$ 2 a mais no valor da corrida conforme havia sido informado pela plataforma Uber. Câmeras de vigilância do condomínio registraram a ação.

Conforme o BO, o episódio ocorreu no último dia 1/10. No documento, a mulher informou ter solicitado por meio do aplicativo a corrida e a plataforma indicou que o trajeto que ela iria fazer teria que pagar R$ 6,15. Ao terem chegado ao local de destino, que era o condomínio onde ela mora, o condutor informou que teriam que pagar R$ 11,65. Ao ser informada do valor, a  vítima disse que iria pagar R$ 9 e que o restante poderia ser pago na próxima corrida ou que então ele aguardasse que ela buscaria o valor no apartamento.

Em seguida, segundo ela, o motorista se revoltou e disse que não aceitaria e passou a ofender a passageira. "Nesse momento, o motorista ficou totalmente descontrolado agressivo e disse que não iria aceitar porque tinha que pagar o valor da corrida e que iria na delegacia fazer um boletim e saiu arrancando com o carro e como meu esposo estava atrás retirando as compras a tampa da mala bateu na cabeça dele. O motorista saiu arrancando comigo ainda no carro e eu conversando com ele para ele parar que tinha que deixar de coisa para ele deixar de besteira que eu iria subir no apartamento para pegar os R$ 2,65 que estavam faltando", falou em depoimento.

Mesmo com o diálogo, segundo a mulher, o motorista saiu do condomínio e afirmou que não tinha mas nenhum sacola dentro do carro e foi embora. Ao chegar em casa, a denunciante constatou que menos da metade das compras haviam sido retiradas do carro. "Simplesmente eram 95 itens e nós só pegamos 23 itens de dentro do carro ele levou uma quantidade de valor em real de R$ 370,29. Ele levou mais da metade da compra dentro do Uber", informou ela.

Nota oficial da empresa

""A Uber lamentou que essa situação tenha ocorrido dentro do aplicativo.  A conta do motorista parceiro foi desativada da plataforma.  A empresa está sempre à disposição para colaborar com as autoridades no curso de investigações ou processos judiciais, nos termos da lei. Todas as viagens são registradas por GPS. Isso permite que, em caso de necessidade, nossa equipe especializada possa dar suporte, sabendo quem foi o motorista parceiro e o usuário, seus históricos e qual o trajeto realizado".

Redação BMA

Redação BMA

As principais notícias do Amazonas, do Brasil e do mundo. Mais de 40 anos de jornalismo com credibilidade.