BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Trio é preso por furto de baterias em Manaus


Igor Richardson de Moura, de 27 anos, e Ronan Benevides Freire Massulo, de 20 anos, foram presos ao longo de operação policial deflagrada nesta terça-feira (22), em cumprimento a mandado de prisão preventiva por furto qualificado. Eles estavam sendo investigados por atuar num esquema criminoso que causou enorme prejuízo às operadoras de telefonia. Durante a operação, Renê Lima de Souza Filho, de 25 anos, foi preso por suspeita de receptação, ocorrida na rua México, no loteamento Parque das Nações, no bairro Flores, na Zona Centro-Sul de Manaus.

De acordo com o delegado Aldeney Goes, titular da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd), com os suspeitos foram localizadas várias baterias utilizadas em Estações Rádio Base (ERB) de operadoras de telefonia celulares, que estavam sendo utilizadas em aparelhos de som. Desde março deste ano, Igor e Ronan já são investigados por furtarem repassarem o material de origem ilícita.

Eles praticavam os furtos em torres de telefonia fingindo estarem realizando um serviço de reparação. Cada bateria está avaliada entre R$ 750 e R$1,5 mil.

"Durante a investigação, chegamos primeiro aos receptadores que colaboraram com as investigações indicando Igor e Ronan. Esses crimes aconteceram tanto em Manaus, quanto em cidades vizinhas e causou grande prejuízo a essas empresas e aos consumidores que ficaram com serviços interrompidos", explicou Goes.

O local da prisão de Igor e Ronan não foi divulgado. O trio foi apresentado na especializada, onde foram adotados os procedimentos cabíveis. Os dois devem seguir ao Centro de Detenção Provisória Masculina (CDPM), onde irão ficar à disposição da Justiça. Renê deve passar por audiência de custódia.

Fonte: Portal Em Tempo

Redação BMA

Redação BMA

As principais notícias do Amazonas, do Brasil e do mundo. Mais de 40 anos de jornalismo com credibilidade.