BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Treze detentos que estavam em presídio federal voltam para presídios do Amazonas


Um total de 13 detentos considerados líderes das principais organizações criminosas do Estado que estavam no regime federal retornam para Manaus, nesta quarta-feira, 11/11. Entre os detentos estão o filho de Zé Riberto da Compensa, Luciano da Silva Barbosa, o primo do narcotraficante José de Arimatéia Façanha do Nascimento, o ‘Ari’ e o líder do Comando Vermelho no Amazonas Clemilson Santos Farias, o ‘Tio Patinhas’.

Conforme informações da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), os detentos estão vindo escoltados pela equipe do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), vinculado ao Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP).

Todos os presos são considerados alguns dos criminosos mais perigoso do Estado e muitos estiveram na liderança dos dois massacres registrados nas unidades prisionais em 2017 e no ano passado.

Lista

Os que retornaram foram Fernando Felix da Silva, Rômulo Brasil da Costa, José Bruno de Souza Pereira, Luciano Barbosa, José de Arimatéia, Janderson Rolim Matos, Eduardo Queiroz de Araújo, Clemilson Santos e Florêncio Nascimento Barros. Também retornaram Márcio Ramalho Diogo, Fabrício Duarte Araújo, Romário Corvelo Fonseca e Thiago Fernandes Soriano.

De acordo com a Seap, a Secretaria solicitou a permanência dos presidiários no regime federal, mas não tiveram a prorrogação da permanência concedida. “A Seap solicitou a permanência desses detentos em regime federal. Entretanto, foi negado pela Justiça”, afirmou o secretário da Seap, coronel Vinícius Almeida.

Os 13 detentos serão encaminhados para a Central de Recebimento e Triagem (CRT) para os procedimentos de identificação. Em seguida, levados para o Instituto Penal Antônio Trindade (Ipat), onde irão ficar isolados durante 15 dias como medida preventiva contra o coronavírus.

Fonte: Portal Toda Hora

Redação BMA

Redação BMA

As principais notícias do Amazonas, do Brasil e do mundo. Mais de 40 anos de jornalismo com credibilidade.