BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Tratamento para disfunção erétil chega a Manaus


Um dos problemas sexuais que mais afetam os homens, a disfunção erétil tem ligação direta com a saúde física e psicológica e atinge pelo menos 15 milhões de homens no Brasil, segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), o equivalente a 30% da população masculina no País.

A ocorrência, conhecida popularmente como impotência sexual, é também um dos principais temores de 42% brasileiros, de acordo com pesquisa da Sociedade Brasileira de Urologia (SBU). A resistência em falar sobre o assunto e o fato de negligenciar a própria saúde, desde cedo, torna o problema ainda maior, chegando a afetar aspectos emocionais do indivíduo, segundo o urologista Giuseppe Figliuolo, presidente da Sociedade Brasileira de Urologia, seccional Amazonas.

“Ao contrário das mulheres, que costumam ir ao ginecologista desde o início da adolescência, os homens não procuram especialistas para tratar de seus problemas de saúde em geral, principalmente os sexuais. Felizmente, técnicas minimamente invasivas já tornam o tratamento da disfunção erétil acessível a praticamente todas as idades, além de ser indolor”, explica o especialista do Centro de Urologia do Amazonas (Urocentro).

A tecnologia de ponta denominada Aires Shock Wave, à base de ondas de choque extracorpóreas de baixa intensidade, é um dos tratamentos não invasivos já disponíveis em Manaus. Inédito na Região Norte, o aparelho Dornier Aires, disponível na Urocentro, é utilizado para emitir estímulos por meio de ondas que ajudam a corrigir a disfunção erétil no tecido peniano e pélvico, resultando no aumento do fluxo sanguíneo, fator necessário para atingir e manter uma ereção suficiente para o desempenho sexual.

Giuseppe Figliuolo destaca ainda que o tratamento é indicado para casos de disfunção relacionada a doenças cardiovasculares e endocrinometabólicas, como hipertensão arterial, diabetes e obesidade.

A disfunção erétil é caracterizada pela dificuldade de manter a ereção peniana, em pelo menos 50% das tentativas, por tempo suficiente para permitir a penetração e a satisfação sexual.

Mário Adolfo Filho

Mário Adolfo Filho

Jornalista, formado pela Universidade Federal do Amazonas. Com passagem por grandes jornais de Manaus, Prefeitura de Manaus, Câmara Municipal de Manaus e Câmara dos Deputados.