BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Tiroteio deixa um morto e quatro baleados no Mutirão


Um ataque criminoso provocou correria de bandidos e o desespero de moradores, durante o tiroteio registrado na tarde de domingo (13), na comunidade Mutirão, zona Norte de Manaus. O ataque deixou uma pessoa morta, quatro feridos e um homem preso.

Nas imagens, é possível ver uma comerciante fechando o portão de um mercadinho, às pressas, enquanto dois suspeitos aparecem correndo. Ainda no vídeo é possível escutar o barulho de tiros e de desespero de moradores.

A princípio, as primeiras informações repassadas pela 27ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) davam conta de que apenas três pessoas ficaram feridas durante a troca de tiros. No entanto, nesta segunda (14), a Polícia Civil atualizou o ''saldo'' do ataque.

"A PM prendeu um homem identificado como Rafael Trovão Belém, suspeito de dirigir o veículo utilizado no crime e dar suporte a outros dois comparsas no momento da fuga, que seguem foragidos. As investigações apontam que o alvo do ataque era apenas um das cinco vítimas, e ele acabou sobrevivendo, enquanto um outro baleado morreu", explicou a delegada Magna Pires, responsável pelo 27º Distrito Integrado de Polícia (DIP)

Ainda segunda a polícia, as motivações do crime ainda não foram confirmadas, entretanto, a principal suspeita é que se trata da intensa disputa entre integrantes de facções criminosas rivais. A delegada pontua que as investigações em torno do caso seguem em andamento.

Rafael foi encaminhado para o 6º Distrito Integrado de Polícia (DIP), onde foi autuado em flagrante e permanecerá à disposição da Justiça. Os demais sobreviventes da ação criminosa seguem recebendo atendimento médico no Hospital e Pronto-Socorro Platão Araújo, na zona Leste.

Fonte: Portal Em Tempo

Redação BMA

Redação BMA

As principais notícias do Amazonas, do Brasil e do mundo. Mais de 40 anos de jornalismo com credibilidade.