BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

TCE-AM utilizará sistema de identificação facial em 2022


Pioneiro entre os órgãos públicos do Amazonas e demais Tribunais de Contas do país, o Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM) passará a fazer o registro de visitantes, servidores e demais colaboradores por meio de identificação facial. A implementação do sistema foi realizada pelo presidente da Corte de Contas, conselheiro Mario de Mello, e deve entrar em vigor até março de 2022.

“Trabalhamos para implementar esse sistema em conjunto com a Assistência Militar com o objetivo de qualificar, ainda mais, a segurança de nossa Corte de Contas. Foi um processo de muito estudo, que, assim que for efetivado, vai trazer grandes benefícios e servir de exemplo para outros órgãos públicos”, destacou o presidente do TCE-AM, conselheiro Mario de Mello.

Além de contribuir para o registro de entrada e saída dos servidores e colaboradores, servindo como um ponto eletrônico de maior capacidade tecnológica, o sistema de identificação facial aumenta a segurança da Corte de Contas, utilizando de uma base de dados para registrar a circulação de pessoas nas dependências do Tribunal.

“O novo sistema de reconhecimento facial vai permitir, além do ponto, um controle de tráfego de visitantes que acessarem as dependências da Corte de Contas. Isso nos permitirá fazer um controle melhor e mais dinâmico do acesso de pessoas ao Tribunal”, afirmou o Diretor de Assistência Militar, Coronel Heriberto Côrrea.

Pioneiro entre os órgãos públicos do Amazonas e demais Tribunais de Contas do país, o Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM) passará a fazer o registro de visitantes, servidores e demais colaboradores por meio de identificação facial. A implementação do sistema foi realizada pelo presidente da Corte de Contas, conselheiro Mario de Mello, e deve entrar em vigor até março de 2022.

“Trabalhamos para implementar esse sistema em conjunto com a Assistência Militar com o objetivo de qualificar, ainda mais, a segurança de nossa Corte de Contas. Foi um processo de muito estudo, que, assim que for efetivado, vai trazer grandes benefícios e servir de exemplo para outros órgãos públicos”, destacou o presidente do TCE-AM, conselheiro Mario de Mello.

Além de contribuir para o registro de entrada e saída dos servidores e colaboradores, servindo como um ponto eletrônico de maior capacidade tecnológica, o sistema de identificação facial aumenta a segurança da Corte de Contas, utilizando de uma base de dados para registrar a circulação de pessoas nas dependências do Tribunal.

“O novo sistema de reconhecimento facial vai permitir, além do ponto, um controle de tráfego de visitantes que acessarem as dependências da Corte de Contas. Isso nos permitirá fazer um controle melhor e mais dinâmico do acesso de pessoas ao Tribunal”, afirmou o Diretor de Assistência Militar, Coronel Heriberto Côrrea.

Redação

Redação

As principais notícias do Amazonas, do Brasil e do mundo. Mais de 40 anos de jornalismo com credibilidade.

Manaus