BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

TCE-AM e TJAM firmam parceria para capacitar servidores públicos



O Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM) firmou uma parceria com o Tribunal de Justiça (TJAM) para realizar capacitações entre os servidores públicos das duas Cortes.  A parceria entre os Tribunais terá duração de um ano, podendo ser prorrogado caso haja interesse das partes e será operacionalizada pela Escola de Contas Públicas (ECP) do TCE-AM e pela Escola de Gestão e Aperfeiçoamento do TJAM.
“É de extrema importância que haja uma troca de expertises entre os órgãos públicos do Amazonas. Esse acordo com o Tribunal de Justiça colabora, ainda mais, com o desenvolvimento do serviço público em nosso estado”, destacou o presidente da Corte de Contas, conselheiro Érico Desterro.

A cooperação foi aprovada por unanimidade pelo Pleno do TCE-AM na sessão administrativa realizada após a sessão ordinária, na terça-feira (8).

A celebração do acordo tem por objetivo realizar capacitações entre os servidores do TCE-AM e do TJAM, como forma de promover o desenvolvimento dos profissionais, e, por consequência, do serviço público oferecido.

Os cursos e capacitações serão disponibilizados na modalidade presencial e à distância via ECP e Escola de Gestão e Aperfeiçoamento do TJAM.

“A troca de experiências entre os servidores do Tribunal de Contas e Tribunal de Justiça só engrandecerá o controle externo e o Judiciário do Amazonas. É o início de uma parceria que tem tudo para dar bons frutos e quem ganhará com isso será a sociedade amazonense que terá serviços ainda mais qualificados a sua disposição”, afirmou o coordenador-geral da ECP, conselheiro Mario de Mello.

A parceria celebrada prevê a elaboração de um Plano de Trabalho voltado às realizações de ações conjuntas, como forma de desenvolver a educação colaborativa. Serão produzidos, trimestralmente, relatórios de capacitação pela ECP e pela Escola de Gestão e Aperfeiçoamento para indicar os resultados alcançados.

O acordo não trará necessidade de novos investimentos públicos, visto que utilizará das estruturas já existentes das escolas do TCE e do TJAM, apenas integrando os servidores em capacitações conjuntas. O contrato tem duração inicial de 12 meses, podendo ser prorrogado por até 60 meses.

Redação

Redação

As principais notícias do Amazonas, do Brasil e do mundo. Mais de 40 anos de jornalismo com credibilidade.

Manaus