BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

SUS completa 32 anos sendo a principal porta para a assistência médica dos amazonenses


Neste sábado, 19/09, o Sistema Único de Saúde (SUS) completa 32 anos e no Amazonas ele demonstra porque é um dos maiores e mais complexos sistemas de saúde pública do mundo. Segundo dados do Ministério da Saúde, somente em 2019, o SUS foi responsável por 48.864.946 de procedimentos ambulatoriais (com consultas e exames) no Estado. Uma médica de 11,6 procedimentos por habitante ao ano. Em 2020 já são 20,9 milhões de procedimentos.

Somente em 2019, o SUS foi responsável por 48.864.946 de procedimentos ambulatoriais

De acordo com dados da Agência Nacional de Saúde (ANS), todos os beneficiários de planos de saúde particulares no Amazonas, 512,7 mil, estão na capital e Região Metropolitana. Isso por conta da concentração das empresas do ramo da saúde suplementar em Manaus. Essa característica faz com que quase 90% da população do Estado tenha como principal porta para a assistência médica uma unidade de saúde do SUS.

O secretário de Estado de Saúde, Marcellus Campêlo, ressaltou a importância da democratização do Sistema Único de Saúde e do trabalho da Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM) para reforçar a assistência que o Estado oferece por meio do sistema.

“Nós temos muito orgulho de fazer parte do SUS, que é amplo, democrático, salva vidas, e vai muito além da assistência na ponta. O SUS, principalmente no Amazonas, se reveste de um grande desafio, em função das características regionais do Estado.  E nós, na secretaria, estamos iniciando uma nova fase, com o Programa Saúde Amazonas, para reorganizarmos e modernizarmos a Saúde do Estado, trazendo ainda mais qualidade ao serviço prestado à população.”

No Amazonas, as vacinas chegam às localidades mais isoladas do Estado

Vacinação para todos – Uma das principais conquistas do SUS nesses 32 anos foi a universalização da vacinação, afirma a coordenadora do Programa Estadual de Imunização, Izabel Nascimento. O Programa Nacional de Imunizações (PNI) é referência internacional ao promover o acesso gratuito da população às vacinas. No Amazonas, as vacinas chegam às localidades mais isoladas do Estado.

Em números - Até agosto de 2020, as unidades do SUS no Amazonas registraram 20.913.025 de consultas, exames e procedimentos ambulatoriais. As internações chegaram à marca de 100.262.

Em 2019, foram registradas 48.864.946 consultas, exames e procedimentos ambulatoriais - 760.390 a mais que em 2018.

O número de internações realizadas em 2019 também foi maior que o de 2018. Foram 196.287 contra 184.790. Os dados são do Sistema de Informações Hospitalares do SUS (SIH-SUS), do Ministério da Saúde.

Redação BMA

Redação BMA

As principais notícias do Amazonas, do Brasil e do mundo. Mais de 40 anos de jornalismo com credibilidade.