Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Seis idosos da Fundação Doutor Thomas testam positivo para Covid-19


A Fundação de Apoio ao Idoso Doutor Thomas (FDT) divulgou na manhã desta terça-feira, 21/4, o quadro clínico dos internos da instituição que testaram positivo para Covid-19. Seis pacientes estão sendo atendidos pela equipe do núcleo de saúde da própria instituição, da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) e médicos voluntários. Uma unidade semi-intensiva para tratamento da doença, causada pelo novo coronavírus, foi montada nas dependências da Fundação pelo grupo Samel, o mesmo responsável pela administração do hospital municipal de campanha Gilberto Novaes, na zona Norte.

Dos seis pacientes do sexo masculino em isolamento na enfermaria de Covid-19, um idoso está em estado grave, respirando com ajuda de aparelho. Outros cinco pacientes, com idade entre 67 e 87 anos, encontram-se sem queixas de dor ou falta de ar e continuam sendo monitorados pela equipe. Dois óbitos foram registrados na instituição, dois idosos do sexo masculino que já possuíam síndrome demencial e doenças avançadas de base, um de 87 anos e um de 83 anos. Uma enfermaria intermediária também foi criada para acomodação de idosos que apresentaram sintomas, mas ainda estão esperando o resultado do teste. Nesse espaço, encontram-se dois idosos, uma do sexo feminino e um do sexo masculino, ambos apresentam problemas respiratórios e já são monitorados pela equipe médica.

A unidade semi-intensiva da Fundação Doutor Thomas está utilizando o chamado “método Vanessa”, desenvolvido pela Samel e que vem apresentado excelentes resultados aos pacientes. Entre as demais medidas adotadas pela instituição, a partir da confirmação dos primeiros casos de Covid-19 em institucionalizados, está a realização de exame de sangue, que foi coletado dentro da instituição pelo laboratório FAL (Farmacêuticos Associados Ltda.) em todos os idosos residentes.

Novas medidas foram adotadas, além das que já vinham sendo praticadas pelos servidores da fundação, como a  instalação de duas tendas para funcionarem como vestiário fora da sede da FDT, ao lado da unidade semi-intensiva, para que os profissionais que ficarem fixos no local não transitem por dentro da instituição; o refeitório e as dependências da FDT estão em isolamento e a equipe de assistência social e psicologia está atuando nos corredores, para evitar o trânsito de pessoas; a Semsa está disponibilizando profissionais de fisioterapia, técnicos de enfermagem e médicos para ajudar no atendimento dos idosos.

Redação BMA

Redação BMA

As principais notícias do Amazonas, do Brasil e do mundo. Mais de 40 anos de jornalismo com credibilidade.