BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Secretária de Saúde é ‘sabatinada’ durante Sessão virtual da Aleam


A Sessão virtual da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), desta quarta-feira (22), foi marcada por ‘sabatina’ dos deputados à Secretária de Saúde do Amazonas, Simone Papaiz. Na reunião que começou às 15h40 e terminou às 21h20, os parlamentares questionaram a titular da Susam sobre as estratégias montadas para contenção da Covid-19 no Estado que registra uma média de 100 mortes por dia, causadas pelo novo coronavírus.

Entre as pontuações feitas à secretária, estão as realizadas pelo presidente da Casa, deputado Josué Neto (PRTB). De acordo com Josué Neto, o Estado falhou ao não se antecipar ao impacto da Covid-19, na rede de saúde pública, que vinha deficiente. “Os recursos que tinham foram mal utilizados e os recursos futuros não virão. Infelizmente, não virão porque existe uma crise econômica que está prejudicando a arrecadação. Os recursos que havia, há dois meses, foram usados para pagar empresários. Se, em algum momento, o Governo do Estado esperava que poderia reposicionar ou realocar esses recursos que já foram empenhados nos últimos dois meses, isso não vai acontecer”, disse Josué Neto.

O presidente da Aleam enfatizou que o Estado demostra dificuldades até mesmo em auxiliar as famílias de baixa renda, na compra de alimentos que ajudariam no aumento da imunidade de milhares de pessoas. “O Governo não consegue sequer comprar comida para dar às pessoas, para que fortaleçam o seu sistema imunológico. Não consegue comprar feijão, arroz, macarrão, frango, peixe e carne, coisas baratas, imagina comprar equipamentos eletrônicos de uma UTI. Quero muito que apareça um salvador da pátria e coloque R$ 1 bilhão nos cofres do Estado e, que ele seja utilizado todo para salvar vidas”, pontuou Josué Neto.

Comissão de Saúde

Presidente da Comissão de Saúde da Aleam, a deputada Mayara Pinheiro (PP), questionou sobre os números reais de leito no Estado. “Os casos estão aumentando em um ritmo acelerado. A saúde do Amazonas já entrou em colapso, Se o Estado não começar a agir, mais pessoas morrerão. Precisamos da compra de EPIs e respiradores; É a hora de reforçar os leitos de UTIs”, comentou Mayara lembrando que a intervenção federal na Saúde do Estado, que foi solicitada na última segunda-feira (20), pela Aleam, se faz ainda mais necessária.

Defesa da Susam

Simone Papaiz defendeu as ações que estão sendo desenvolvidas pela pasta e negou que o Estado esteja falhando no uso dos recursos. De acordo com ela, está sendo trabalhada a ativação efetiva do Hospital da Nilton Lins, que deverá ter a liberação do funcionamento de novos leitos de UTI. A secretária disse que está trabalhando de maneira integrada com órgãos do Governo Federal e entidades privadas para preencher possíveis lacunas nas ações de combate ao coronavírus.

“Minha leitura é do diálogo. Essa doença apresenta uma gravidade e velocidade muito grande. Estou empenhada em reestabelecer as relações, estou discutindo ações diariamente com várias instituições. Receberemos do Governo Federal novos respiradores e estamos adquirindo mais unidades, o mercado está desequilibrado e vivemos a falta de recursos humanos, isso não é problema exclusivo do Amazonas”, ressaltou Simone Papaiz que se comprometeu de enviar relatório semanal para Aleam, informando sobre as ações da Susam no combate à Covid-19. O documento deverá conter detalhes da metodologia de trabalho, investimentos e ações que serão desenvolvidas em todo o Estado.

Redação BMA

Redação BMA

As principais notícias do Amazonas, do Brasil e do mundo. Mais de 40 anos de jornalismo com credibilidade.