Calendário

novembro 2019
D S T Q Q S S
« out    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Sabá Reis diz que Wilson Lima tem que devolver dinheiro recebido como ‘funcionário fantasma’

O candidato ao Governo do Amazonas, Wilson Lima (PSC), será denunciado pelo deputado estadual Sabá Reis (PR), ao Ministério Público de Contas (MPC), por improbidade administrativa. Reis quer que o jornalista devolva todo o valor recebido quando era funcionário da Prefeitura de Manaus, na gestão de Amazonino Mendes (PDT). “Ele nunca trabalhou, só recebeu”, afirmou o parlamentar.

O requerimento foi protocolado, nesta quarta-feira, 19, na mesa diretora da Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE-AM). Sabá Reis chamou Wilson de ‘laranja’ e de mentiroso, lembrando que o jornalista disse nunca ter tido um cargo público. Ele também lembrou que Lima omitiu bens e uma empresa na sua declaração ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM), no ato do seu registro de candidatura. A lista foi atualizada dias depois.

Wilson Lima foi nomeado no gabinete da Casa Civil da Prefeitura, em 2009, e permaneceu por oito meses no cargo de confiança. Ao ser questionado, há algumas semanas, ele alegou que trabalhava como apresentador de eventos pela prefeitura. Na mesma época, ele exercia o cargo de repórter na TV A Crítica, e fazia faculdade à noite, mesmo o cargo público exigindo dedicação em tempo integral.

Em sua fala, nesta quarta-feira, Sabá Reis também pediu que a ALE acompanhasse o caso de Ana Sara Oliveira, 21, que afirmou ter mantido relações sexuais com o apresentador, quando tinha 14 anos, e depois, ter sofrido ameaças de Wilson Lima. A apuração, segundo o parlamentar, deve seguir a mesma linha abordada durante o caso de pedofilia envolvendo o ex-prefeito de Coari, Adail Pinheiro, que hoje está condenado por favorecimento à prostituição e exploração sexual de menores.

Wilson Lima nunca ocupou cargo de gestão na administração pública e se candidatou após ter tido o nome protelado na chapa encabeçada por Marcelo Ramos (PR), em 2016. Hoje, ele concorre pela coligação Transformação por um novo Amazonas, que reúne as seguintes legendas: PSC, PRTB e Rede.

Deixe uma resposta