Calendário

março 2019
D S T Q Q S S
« fev    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Rombo de R$ 2,3 bilhões no Estado foi falta de responsabilidade das gestões anteriores, diz governador

O governador do Amazonas, Wilson Lima, atribuiu ao descontrole e à falta de compromisso e responsabilidade na gestão dos recursos públicos o déficit orçamentário de R$ 1,5 bilhão e a dívida superior aos R$ 867 milhões, identificados pela equipe de transição do Governo, nas contas do Estado. Somados, déficit e dívida superam R$ 2,3 bilhões. O relatório foi apresentado nesta quarta-feira (02/01), em entrevista coletiva na sede do Governo, bairro Compensa II, zona oeste.

O documento, que tem mais de oitocentas páginas e está disponível para consulta no portal www.amazonas.am.gov.br, aponta que o Governo do Amazonas inicia o ano de 2019 com menos R$ 1,5 bilhão no orçamento, valor abaixo dos custos com os contratos vigentes para o ano. Por isso, adiantou o governador, os contratos serão revistos no prazo de um mês.

“O que nós vamos fazer é chamar essas empresas, esses fornecedores, para renegociar contratos. E aqueles contratos, principalmente da área de saúde, que estão sendo pagos por indenização, a gente vai entender como é que isso foi feito. É preciso ter a comprovação de como esse trabalho foi feito, se não houver essa comprovação aí vamos precisar mandar para os órgãos de controle”, disse ele.

O relatório apontou que houve um aumento de dez por cento nos gastos com pagamento de pessoal, mas o orçamento destinado a essa área não acompanhou. Ele foi estimado em R$ 5,8 bilhões para 2019 e é menor do que os R$ 6,4 bilhões usados em 2018.

Serão R$ 600 milhões a menos no caixa para pagamento de pessoal, em um ano em que o Governo tem reajustes escalonados previstos para servidores e concursos públicos em andamento. Entre as áreas em que a situação também é preocupante está a da saúde, com déficit de R$ 280 milhões para pagamento de cooperativas médicas, gastos que têm impacto nas despesas com pessoal.

Deixe uma resposta